Bercow. O Brexit é o maior erro de política externa desde a II Guerra Mundial

“Se me perguntarem o que penso honestamente sobre o Brexit, se é bom para a nossa reputação internacional, a resposta honesta é não”, confessou John Bercow.

O antigo presidente da Câmara dos Comuns do parlamento britânico, John Bercow, defendeu esta quarta-feira que o Brexit é o maior erro da política externa britânica desde a II Guerra Mundial e garantiu que foi imparcial enquanto esteve em funções.

Já não sou speaker, não tenho de continuar a ser imparcial, e se me perguntarem o que penso honestamente sobre o Brexit, se é bom para a nossa reputação internacional, a resposta honesta é não. Considero o Brexit o maior erro de política externa desde a II Guerra Mundial”, afirmou em Londres, numa conferência de imprensa organizada pela associação de jornalistas estrangeiros.

Na sua leitura, o mundo é feito de blocos de poder e de blocos comerciais e o Reino Unido tem a ganhar se estiver nestes blocos. Bercow acrescentou que a “incerteza prolongada” causada pela demora do processo de saída da União Europeia é má para o investimento e confiança económica.

No entanto, defendeu “o direito do Parlamento [britânico] de ‘parler’ [falar em francês] porque é melhor fazer bem do que fazer depressa”, acrescentando: “O Parlamento tem todo o direito de continuar a debater o assunto”.

Segundo Bercow, existem três formas de concluir a primeira fase do Brexit: sair da UE com um acordo aprovado pela Câmara, sair da UE sem acordo, mas com uma decisão explícita do Parlamento, o que considera “improvável e muitíssimo indesejável, mas que seria legítima”, e estender o artigo 50.º para continuar as negociações.

“Até agora foi isso que aconteceu, vamos ver se vai acontecer de novo. Sem dúvida que as eleições vão ser um fator importante. Se houver uma maioria conservadora, provavelmente não vai haver outra extensão”, referiu.

Bercow recusou ter ajudado os deputados a favor da permanência do Reino Unido na UE a bloquear o processo do Brexit, lembrando que deu sempre a palavra aos eurocéticos durante muitos anos.

A esse propósito, lembrou que chegou a escolher uma emenda ao programa legislativo do governo de David Cameron, em 2013, a favor de um referendo “porque tinha muitas assinaturas e era uma proposta legítima para colocar à Câmara dos Comuns”.

A proposta foi rejeitada na altura por 277 votos contra e 130 a favor após um debate de seis horas. “Há quem diga que fez parte de uma sequência de eventos que forçou David Cameron a mudar de ideias e decidir realizar um referendo”, referiu, reiterando que sempre procurou tratar os dois lados da discussão de maneira justa. “Fui imparcial”, garantiu.

Deputado pelo Partido Conservador desde 1997 e presidente da Câmara dos Comuns desde 2009, John Bercow cessou funções na sexta-feira, tendo sido substituído pelo trabalhista Lindsay Hoyle numa eleição realizada na segunda-feira entre os deputados.

Bercow tornou-se uma celebridade mundial pelas suas gravatas coloridas, voz alta para pôr ordem nos debates parlamentares e decisões controversas durante o processo do Brexit. Alguns deputados ficaram tristes por vê-lo partir por ver nele um defensor das minorias e da modernização do Parlamento, permitindo que deputados confrontassem mais frequentemente o governo sobre matérias controversas.

Porém, uma outra fação, sobretudo composta por antigos colegas conservadores, criticou-o por ter tomado decisões contrárias ao costume que prejudicaram o processo do Brexit, levando a vários prolongamentos da data inicial de 29 de março para a atual de 31 de janeiro.

O biógrafo de Bercow, Sebastian Whale, descreveu Bercow como “divisivo, abrasivo e polémico”, mas até o primeiro-ministro, Boris Johnson, reconheceu que foi “um grande servo” do Parlamento e da Câmara dos Comuns.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Concordo com ele. Mas só o tempo o vai dizer. A verdade é que, se fizessem agora o referendo, decerto quem pode votar com mais consciência e menos vaidade de um império que já acabou e já não é auto-suficiente, estaria lá em força e não passaria. Agora, terão de aguentar as consequências da má informação para o referendo e da falta de gente mais nova e mais consciente, a votar

RESPONDER

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …