Conselho de Segurança americano pediu opções ao Pentágono para atacar o Irão

Gage Skidmore / Flickr

Gage Skidmore

John Bolton, conselheiro nacional de segurança de Donald Trump

O Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos (EUA), liderado por John Bolton, pediu ao Pentágono que lhe facultasse opções para atacar o Irão, depois de um grupo de guerrilheiros alinhados com Teerão ter lançado morteiros numa área em Bagdade que abriga a embaixada americana.

Segundo informou o HuffPost no passado domingo, com base numa notícia da Reuters, este pedido despertou “profunda preocupação” entre os funcionários do Pentágono e do Departamento de Estado, levando a que atuais e ex-autoridades americanas se tenham manifestado sobre o assunto.

De acordo com a agência noticiosa, não se sabe se as informações cedidas pelo Pentágono para um ataque ao Irão foram fornecidas à Casa Branca ou se o presidente Donald Trump tinha conhecimento deste pedido.

A decisão de procurar opções para atacar o Irão foi motivada por um incidente, decorrido em setembro de 2018, no qual três morteiros foram disparados contra um bairro diplomático em Bagdade. As granadas caíram em terreno aberto e ninguém ficou ferido.

Questionados sobre o assunto, tanto o secretário do Departamento de Estado, Mike Pompeo, como uma porta-voz do Departamento de Estado recusaram-se a comentar.

Do lado do Pentágono também não houve comentários imediatos sobre o tema. Até ao fecho da notícia, também os contactos com a Casa Branca e o Conselho de Segurança Nacional foram infrutíferos.

Um porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, contudo, disse ao Wall Street Journal (órgão que primeiro divulgou a notícia), que os EUA continuam a verificar o estado dos funcionários americanos naqueles territórios, após tentativas de ataques contra a embaixada, em Bagdade, e o consulado americano, em Bassorá.

Consideraremos um conjunto de opções para preservar a sua segurança [‘staff’] e os nossos interesses“, frisou o porta-voz.

TP , ZAP // HuffPost

PARTILHAR

RESPONDER

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …

De guerreiros a anciões. Grupo étnico no Quénia faz cerimónia única de "transformação"

Milhares de homens Maasai vestidos com xales vermelhos e roxos e com as suas cabeças revestidas de ocre vermelho reuniram-se esta semana para uma cerimónia que os transforma de Moran (guerreiros) em Mzee (anciãos). De acordo …

Há 60 anos, Richard Nixon tricou uma sanduíche (e este homem guardou-a desde então)

Há 60 anos, o então vice-Presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, trincou uma sanduíche - e Steve Jenne, um homem que vive em Illinois, guardou-a os restos desde então. De acordo com o The New York …

Coreia do Norte adverte Sul para não procurar nas suas águas oficial assassinado

A Coreia do Norte pediu hoje à Marinha sul-coreana que deixe de entrar nas suas águas territoriais, numa altura em que Seul procura recuperar o corpo de um oficial sul-coreano morto a tiro no mar …

"Um abandonar dos utentes". Centros de saúde atiram pacientes para farmácias e privados

Sem resposta nos centros de saúde, vários utentes vêm-se obrigados a recorrer ao setor privado e a farmácias. A Entidade Reguladora de Saúde já recebeu várias reclamações. Face à pandemia de covid-19, os centros de saúde …

Polícia treinou uma cadela para farejar provas eletrónicas

No Minnesota, Estados Unidos, a polícia treinou uma cadela para farejar dispositivos eletrónicos. Sota já ajudou a encontrar provas em dez crimes. A polícia estatal do Minnesota treinou uma cadela labrador britânica para farejar dispositivos eletrónicos, …

Trabalhistas lideram primeira sondagem desde que Boris chegou ao poder

O partido do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, situa-se hoje, pela primeira vez desde que chegou ao poder, atrás da oposição trabalhista nas intensões de voto, o que estará relacionado com a gestão da crise pandémica, …

Sporting vagueia mercado à procura de um avançado

Šporar, Luiz Phellype e Tiago Tomás não satisfazem as necessidades de Rúben Amorim, que quer trazer mais um avançado para o plantel antes do fecho do mercado de transferências. A janela de transferências está prestes a …