Comunistas protestam por entrada grátis nos museus aos domingos e feriados

jaime.silva / Flickr

-

O Museu Soares dos Reis, no Porto, foi este domingo palco para dezenas de militantes do PCP protestarem contra o incumprimento da aplicação da lei que prevê a gratuitidade das visitas aos museus aos domingos e feriados de manhã.

“Pela gratuitidade das visitas aos museus ao domingo” ou “Cultura para todos. Cumprir a Constituição” eram slogans que se podiam ler nos cartazes que algumas dezenas de militantes comunistas mostraram de manhã à porta do Museu Soares dos Reis.

“Esta proposta ainda não está concretizada e, neste domingo, se formos a um museu ou a um monumento nacional a sua entrada ainda não é gratuita e esta ação é para isto mesmo, é para lembrar da importância de concretizar aquela que foi a proposta que está aprovada em Orçamento do Estado deste ano”, disse a deputada da Assembleia da República, Diana Ferreira.

Também a deputada comunista Ana Mesquita recordou que a proposta do PCP para a reposição da gratuitidade da entrada nos museus e monumentos nacionais nos domingos e feriados, até às 14:00, para todos os cidadãos residentes em território nacional, devia ter entrado em vigor a 1 de janeiro, mas não está a ser cumprida.

“Cumpra-se a Constituição. Cultura para todos é aquilo que o PCP defende e é por isso que vamos continuar a lutar hoje e sempre”, declarou Ana Mesquita, referindo que ainda há muita gente que não tem dinheiro para visitar os museus e os monumentos nacionais e que é preciso “assegurar que há um maior acesso de toda a gente ao património que é de todos e que merece ser cuidado, que merece ser conhecido”.

Ana Mesquita salientou ainda que o pretexto da União Europeia não permitir ou invalidar a entrada em vigor desde já desta norma do Orçamento do Estado para 2017 não pode ser um entrave à aplicação da proposta.

“Se há dúvidas da compatibilização com o que quer que seja então é simples a resolução”, disse a deputada, afirmando que a solução é abrir os museus a todos os cidadãos da União Europeia nos domingos e feriados desde já.

A proposta, votada no parlamento a 25 de novembro, foi aprovada com o voto favorável de todas as bancadas à exceção da do PS. A entrada nos museus aos domingos e feriados era gratuita até 2011, quando passou a ser paga por decisão do Governo PSD/CDS.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Aqui o PCP em vez de mobilizar os sindicados que tem sob o seu controlo para protestar:

    – contra a abertura tardia do ano lectivo em muitas escolas por esse país fora ou a falta de funcionários em tantas outras ou então por ainda haver alunos a passar frio nas suas salas de aula;
    ou
    – contra o que se passa nos Hospitais públicos que parecem estar a ir outra vez pelo cano abaixo com pacientes a esperar meses a fio por uma consulta e então a espera por certos exames essenciais para o diagnóstico… pode chegar a um ano ou mesmo ultrapassar, até mesmo em hospitais da capital;
    ou
    – contra a falta de dinheiro que, com as 35 horas semanais de trabalho, passou a haver para pagar médicos, enfermeiros, professores e respectivo pessoal auxiliar, polícias, funcionários judiciais (agora com a reabertura dos tais tribunais que tinham sido fechados há bem pouco tempo até recorrem a trabalhadores das Câmaras e pagos pelas Câmaras), ou, de um modo geral, todos os funcionários públicos;
    ou
    – contra a falta de dinheiro para pagar a fornecedores;
    ou
    – contra a falta de dinheiro até para pagarem aos franceses os bilhetes para abastecer as respectivas máquinas de venda de bilhetes do Metro ou ainda (dizem certas vozes) contra o estado lamentável das suas carruagens que às vezes andam sem se saber bem como dada a falta de peças para reparação que chegam a obrigar a que as carruagens fiquem paradas por tempo indeterminado nas oficinas;
    ou
    – contra a política que tem promovido falta de investimento quer de empresas nacionais quer estrangeiras que não investem por não acreditarem nas boas intenções deste governo e no caminho que decidiu seguir;
    ou
    – contra o aumento desgovernado da dívida que nos tempos de Passos Coelho desceu a 12 milhões por dia e agora com Costa disparou novamente e já passou dos 40 milhões por dia e que só tem servido para aumentar as benesses e privilégios de alguns; nem com Sócrates a dívida subia assim;
    ou
    – contra os juros que rondam os 4%; que tragédia seria se fosse com o PSD mas como é com o PS… não se passa nada mesmo que seja uma taxa de juro duas ou três vezes superior ao que Itália ou Espanha paga;
    ou
    – contra os vários milhares de milhões de euros de todos nós prestes a serem enterrados na CGD e quase outro tanto no Banif ao pé dos quais os 290 milhões a serem disponibilizados para os lesados dos BES são apenas uma gota, isto só para dar exemplos; que sorte teremos nós se o total a “pagar” por todos nós contribuintes não ultrapassar os 10.000 milhões de euros nesta banca que está bem mais perto da falência do que alguma vez admitirão;
    ou
    – contra o novo aeroporto que está muito longe de fazer a falta que dizem até porque há outras prioridades em termos de transporte internacional;
    ou
    – contra o isolamento de Portugal em termos ferroviários ao continuar sozinho em bitola ibérica ao contrário de Espanha que já vai bastante avançada na reconversão da sua linha;
    ou
    – contra a falta de investimento em portos de águas profundas; também aqui Espanha já nos ultrapassou e os seus renovados portos em breve “roubarão” o negócio aos antiquados portos portugueses… ainda para mais quando é Portugal que tem a localização atlântica mais privilegiada;
    ou
    – contra a lei que eles próprios ajudaram a passar que isentará os autarcas dos seus desvarios financeiros;
    ou
    – até contra o (no meio disto tudo) insignificante passeio de Costas por terras do Oriente para visitar familiares à nossa custa sem que se visse que lá tivesse ido para negociar acordos de investimento ou coisa que o valha com o seu homólogo ou seus representantes;

    ….como costumavam fazer sempre que a direita estava no poder… prefere, agora que está nos bastidores do poder, resumir a sua contestação a esta causa… entrada grátis em museus ao Domingo, recorrendo a uma manifestaçãozita com “dezenas” dos seus militantes!

    Mas, vendo bem, quando Santos Silva chega ao ponto de comparar a chamada concertação social a uma feira de gado e, no PCP, ficam muito calminhos… então começa-se a compreender por que razão tiraram férias das chatas contestações públicas que, com muito barulho e aparente orgulho, faziam no passado.

    A chegada ao poder, mesmo que por portas travessas e mesmo que confinados apenas aos bastidores, tem mesmo destas coisas!

RESPONDER

Coronavírus abala mercados mundiais. Petróleo derrapa mais de 3%

A preocupação com as consequências económicas da propagação do coronavírus na China está a ter um efeito devastador nos mercados. A derrapagem nos mercados acontece numa altura em que o número de mortos pelo surto de …

Prémio Tyler 2020: Defensores de políticas verdes ganham "Nobel do Meio Ambiente"

O Prémio Tyler 2020, também conhecido como o "Nobel do Meio Ambiente", foi atribuído à bióloga Gretchen Daily e ao economista ambiental Pavan Sukhdev, foi hoje anunciado. A bióloga especialista em conservação e o economista são …

Subsídios estão a ser pagos e aumento de 15% no ordenado "não é realista", diz a Ryanair

A Ryanair está a pagar os subsídios de férias e Natal, afirmou hoje um responsável da companhia, salientando que o sindicato dos tripulantes de cabine tenta “forçar” aumentos salariais de 15%, o que “não é …

Tia de Kim Jong-un faz a primeira aparição pública em mais de seis anos

Kim Kyong-hui, tia paterna do líder norte-coreano Kim Jong-un, reapareceu em público este sábado pela primeira vez em mais de seis anos, escreve a BBC. A emissora britânica, que avança a notícia citando a Agência Central …

Coronavírus. Madeira está a preparar-se para eventual surto

Região da Madeira “já está a delinear” quartos com pressão negativa e áreas isoladas, além de “fármacos, oxigénio, fatos protetores, máscaras e capacidade laboratorial”. O presidente do Instituto de Saúde (Iasaúde) da Madeira anunciou esta segunda-feira …

Luanda Leaks. Isabel dos Santos vai processar o consórcio de jornalistas

Depois de Rui Pinto ter assumido a autoria da divulgação dos documentos do caso Luanda Leaks, Isabel dos Santos avança que vai processar o consórcio de jornalistas. A empresária angolana Isabel dos Santos vai processar o …

Portugal vende cinco F-16 à Roménia por 130 milhões de euros

O ministério da Defesa Nacional oficializou hoje, na Base Aérea de Monte Real, no distrito de Leiria, a venda de cinco aviões militares F-16 à Roménia, num negócio de 130 milhões de euros. "Com este processo …

Pedro Proença e a violência no futebol: "É chegada a altura de o Governo assumir responsabilidades"

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol (LPFP), Pedro Proença, disse esta segunda-feira, depois de uma reunião no Ministério da Administração Interna (MAI), que o governo deve assumir responsabilidades sobre os recentes casos de violência …

Reconhecimento facial vai ser testado no acesso a serviços públicos online

O Governo quer criar um sistema de reconhecimento facial para usar a chave móvel digital, ferramenta que já permite aceder a vários serviços online do Estado. O Governo está a planear criar um sistema de reconhecimento …

Sem voz no clube, Raul José pondera abandonar o Sporting

Sem voz na pasta das contratações e construção do plantel, Raul José, líder do departamento de scouting do Sporting, pode estar de saída do clube. Raul José, líder do departamento de scouting do Sporting CP, estará …