Governo compra à pressa mais de mil pulseiras eletrónicas em falta

Paulo Vaz Henriques / Portugal.gov.pt

Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem

O regime que permite descongestionar as cadeias fez disparar a procura de pulseiras eletrónicas. O Governo já sabia desta situação desde 2015 mas só agora vai avançar com a aquisição, por ajuste direto urgente, deste equipamento.

Segundo o Público, a secretária de Estado Adjunta e da Justiça assinou, esta terça-feira, a portaria que vai permitir ao Governo continuar o descongestionamento das prisões, remetendo para prisão domiciliária os condenados a penas até dois anos de cadeia.

Esta política está a obrigar o Governo a adquirir com urgência mais 1.500 pulseiras eletrónicas até 2019, embora esta necessidade já fosse do seu conhecimento desde 2015.

Por isso, avança o jornal, dada esta urgência, o diploma, que ainda terá de ser assinado pelo secretário de Estado do Orçamento, prevê que sejam gastos 1,1 milhões de euros mais IVA sem concurso público. Mas se a tutela já falava nesta necessidade, o que se passou então para ter de recorrer, pela sexta vez consecutiva, ao ajuste direto?

O diário questionou a secretária de Estado, Helena Mesquita Nunes, que justifica esta decisão com o facto de o Ministério da Justiça trabalhar há vários anos com a mesma empresa, a SVEP, com quem tem um contrato até 2019.

Além disso, a governante fala na posição dos técnicos da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais que não querem trabalhar com um sistema diferente daquele a que estão habituados. “Seria esquizofrénico ter dois sistemas diferentes no terreno”, declara.

De acordo com o Público, a Meo/Altice foi uma das empresas que concorreu no último concurso público internacional, tendo sido preterida pela SVEP, e recorreu para os tribunais no verão de 2016. Perdeu na primeira instância, mas ainda está pendente um recurso no Tribunal Central Administrativo Sul.

A secretária de Estado aponta esta impugnação judicial como justificação para os cinco ajustes diretos anteriores, feitos com o consentimento do Tribunal de Contas, e reforça que vai ser lançado um novo concurso para 2020 e anos seguintes. Até lá, Helena Mesquita Ribeiro garante que as pulseiras agora adquiridas vão sair ao mesmo preço daquelas que foram fornecidas anteriormente. “Não vão faltar pulseiras”, garante ao jornal.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “O Governo já sabia desta situação desde 2015 mas só agora vai avançar com a aquisição, por ajuste direto urgente, deste equipamento.”
    cheira-me mais a uma ajuda a alguma empresa de amigos
    se desde 2015 precisavam porque nao fizeram concurso publico? sairia mais barato do que o ajuste directo (normalmente sao mais caras)
    e assim la vai o dinheiro dos contribuintes

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …