Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne do animal esteja a aumentar.

O pénis de tigre já era comumente considerado afrodisíaco em vários países asiáticos, mas agora alguns indianos acreditam que também a carne de burro pode aumentar o desejo sexual, atuando ainda na cura de problemas respiratórios como a asma.

Os especialistas em vida selvagem acreditam que estas superstições recentes em torno da carne de burro têm levado a um rápido declínio das populações.

Os ativistas pelos direitos dos animais garantem que os burros estão a ser vítimas de contrabando e são enviados ilegalmente para Andhra Pradesh. Os animais são provenientes de estados como Maharashtra, Karnataka e Tamil Nadu, e posteriormente vendidos às escondidas nos distritos de Krishna, West Godavari, Guntur e Prakasam.

Gopal R. Surabathula, ativista pelos direitos dos animais, contou aos meios de comunicação, que os mercados acontecem todas as quintas e domingos, com pelo menos 100 animais a serem abatidos a cada um dos dias da semana.

Na Índia, a carne de burro não está incluída na categoria “comida animal”, tendo em conta as indicações da Autoridade de Segurança Alimentar e Padrões de Segurança Alimentar, o que torna o seu abate e consumo ilegais.

A carne de burro também é regularmente disfarçada de carne de vaca e vendida a visitantes exteriores do mercado. Por outro lado, a pele de burro é enviada para os mercados chineses, onde há uma grande procura.

Esta não é a primeira vez que surge o problema da venda de carne de burro depois de serem espalhadas falsas crenças. As autoridades de estados como Andhra Pradesh, Telangana e Karnataka levantaram preocupações semelhantes sobre o comércio ilegal de carne de burro em 2017 e 2018.

Existem várias superstições associadas ao consumo de carne de burro, uma delas, e de acordo com a antiga medicina chinesa, é que consumi-la pode aumentar a virilidade e o desejo sexual.

Segundo vários ativistas dos direitos dos animais, a tradição de comer carne de burro na Índia originou-se na região de Stuartpuram, no distrito de Prakasam, uma zona historicamente conhecida por albergar gangues.

Como refere o VICE, a crença não verificada pode ter surgido do mito de que beber sangue de burro melhora a capacidade de corrida de uma pessoa – uma teoria na qual os ladrões em fuga começaram a acreditar.

Atualmente, alguns pescadores também bebem sangue de burro antes de lançarem as suas redes ao mar na Baía de Bengala, na costa do distrito de Prakasam.

No filme de Tollywood Krack, os atores Ravi Teja e Shruti Haasan também geraram polémica quando beberem sangue de burro antes de iniciarem uma corrida.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …