Comboio de alta velocidade é “tabu” e está adiado por “muito tempo”

Mário Cruz / Lusa

O secretário-geral do PS, António Costa

O primeiro-ministro assegura, este domingo, em entrevista ao diário espanhol ABC que a construção de uma linha para comboios de alta velocidade entre Lisboa e Madrid está adiada por “muito tempo” porque é uma questão “tabu” em Portugal.

A alta velocidade é um tema tabu na política portuguesa e vai sê-lo por muito tempo”, disse António Costa, acrescentando que “um dia” terá de se olhar para este tipo de rede ferroviária, que está a crescer na maior parte da Península Ibérica e na qual Portugal “estará de fora”.

Para o chefe do Governo, “infelizmente” houve um tempo em que o grande tema de diferenciação política entre esquerda e direita era o investimento público em infraestruturas, como a linha de alta velocidade entre Lisboa e Madrid ou a construção de um novo aeroporto na capital portuguesa.

“Também perdemos a oportunidade de fazer um novo aeroporto”, disse Costa, considerando que agora se tem de “pôr de lado do debate partidário todos esses temas”.

O Governo socialista de José Sócrates tinha decidido avançar com a linha de alta velocidade e a construção do novo aeroporto de Lisboa, mas o Governo de Passos Coelho decidiu travar esses dois grandes investimentos públicos quando chegou ao poder em 2011 para aplicar o programa de auxílio negociado com a “troika”.

Noutra parte da entrevista ao ABC, António Costa assegura que será candidato nas próximas eleições, “se gozar de boa saúde”.

Costa também afirma que foram os partidos apoiantes do governo, Bloco de Esquerda (BE) e Partido Comunista (PCP), que o convenceram a tomar certas medidas fiscais, mais do que ele a convencer os partidos de esquerda.

“Em todos os nossos programas eleitorais estavam essas medidas e os acordos de apoio parlamentar levaram-nos a aplicá-las antes do esperado. Não foi um grande esforço tê-los convencido. Pelo contrário, convenceram-me mais eles a mim“, afirmou António Costa.

O chefe do Governo evitou responder a uma pergunta sobre se seria possível o crescimento económico atual sem que se tivesse passado pelos “anos duros de austeridade” do anterior Governo do PSD “encarregado de ativar as medidas impostas pela ‘troika'”.

Não vou abrir uma luta sobre o passado. O passado, passado está”, afirmou Costa, acrescentando que “o importante é que Portugal virou a página” e conseguiu alcançar o défice orçamental “mais baixo” da democracia e o crescimento “mais forte” desde o início do século, assim como começado a reduzir a dívida e o desemprego.

A entrevista foi realizada na passada terça-feira, quando o chefe do Governo esteve em Madrid para se encontrar com o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, e inaugurou uma exposição sobre o poeta Fernando Pessoa no museu Rainha Sofia.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …

Ex-mulher de astronauta acusada de mentir sobre o "primeiro crime espacial"

A ex-mulher da astronauta da NASA Anne McClain, Summer Worden, foi acusada formalmente de mentir sobre o "crime espacial" que McClain terá cometido. Em agosto de 2019, o jornal norte-americano The New York Times noticiou que …

Em Singapura, os parques de estacionamento são agora quintas urbanas

A pandemia de covid-19 está a obrigar alguns países a adaptarem-se. É o caso de Singapura, que está a transformar os parques de estacionamento em quintas urbanas para aumentar a produção alimentar. Só 1% do território …

O empresário mais odiado do mundo quer sair da prisão (para desenvolver um medicamento para a covid-19)

Martin Shkreli, o empresário mais odiado do mundo, quer sair brevemente da prisão para ajudar a desenvolver um tratamento para a covid-19. Num artigo publicado no site da empresa de Shkreli, Prospero Pharmaceuticals, juntamente com outros …

Ceferin acusado de ganância. "Manter a Liga dos Campeões foi um ato criminoso irresponsável"

O primeiro-ministro da Eslovénia, Janz Jansa, teceu duras críticas à forma como a UEFA e o seu presidente, Aleksander Ceferin, lidaram com a fase inicial da pandemia de covid-19. "Manter a Liga dos Campeões foi um …