Com 13 anos, Jack não conseguiu jogar na lotaria (mas comprou uma arma)

Jack, um rapaz norte-americano de 13 anos, tentou, sem sucesso, comprar cerveja, cigarros, revistas para adultos ou até jogar na lotaria. Mas quando se tratou de comprar uma arma, conseguiu-o em menos de dez minutos.

O vídeo foi publicado pela primeira vez em 2014, num segmento da HBO Real Sports do jornalista Bryant Gumbel, para mostrar a facilidade chocante com que se consegue comprar uma arma nos Estados Unidos.

Agora, está novamente a ser partilhado nas redes sociais, depois do tiroteio levado a cabo por Nikolas Cruz, um jovem de 19 anos que matou 17 pessoas no interior de uma escola em Parkland, na Florida.

Jack é um rapaz de apenas 13 anos que, acompanhado por uma equipa da HBO, tenta fazer algumas compras na cidade onde vive, no estado de Virginia. Como seria de esperar, é a mãe que o leva às lojas, porque o jovem não tem idade suficiente para conduzir.

Nas imagens, podemos ver o rapaz a levar “nega” dos funcionários das lojas, quando se trata de comprar cerveja, um maço de cigarros, revistas para adultos e até bilhetes para jogar na lotaria. Em todos os casos, Jack não conseguiu cumprir o objetivo por ter menos de 18 anos, ou 21, no caso das bebidas alcoólicas.

Porém, a última paragem aconteceu numa loja de armas. Em menos de dez minutos, e sem enfrentar qualquer tipo de entrave ou perguntas do vendedor, que ainda o aconselhou de qual seria o melhor modelo para si, o rapaz conseguiu sair com uma espingarda calibre 22, arma semelhante à que Nikolas usou na semana passada.

De acordo com a Polícia do Estado da Virginia, é necessário ter 18 anos de idade para se conseguir comprar uma espingarda de um revendedor de armas licenciado e, pelo menos 21 anos, para adquirir uma pistola.

Estamos no início de 2018 e, nos EUA, o tiroteio de Parkland foi já o 18.º episódio a envolver armas de fogo em escolas ou locais próximos de estabelecimentos de ensino. Para mostrar que chegou a altura de dizer “basta”, um grupo de alunos que sobreviveu à tragédia está a preparar uma marcha, em Washington, no próximo dia 24 de março.

Várias celebridades como George e Amal Clooney, Oprah Winfrey, Steven Spielberg, Lady Gaga, Cher, Rowan Blanchard, Justin Bieber, Amber Tamblyn, Amy Schumer, Olivia Wilde, Bryce Dallas Howard, Julianne Moore e Alyssa Milano já fizeram doações para ajudar o movimento e muitos vão mesmo juntar-se aos estudantes na capital.

ZAP // Hypeness

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. E soluções?
    Marchas é muito bonito, mas e propor soluções? O Trump propõe armar os funcionários Escolares (professores, treinadores, etc…) e apresenta os seus motivos. Podemos discutir a validade dos motivos, tentar calcular os resultados… Mas chamar-lhe estúpido e fazer marchas de protesto não trás os mortos de volta e também não oferece nenhuma solução para o futuro. O melhor era em vez de fazer marchas e protestar contra tudo e contra todos seria meter os cérebros a trabalhar, ler a constituição, ver as leis existentes, ver onde estão a falhar e propor medidas legais, constitucionais e eficazes para resolver a situação. Mas algo me diz que o problema de facto não são as armas, está no motivo que leva as pessoas a usá-las, a falta de respeito pela vida humana, a falta de objectivos, os problemas psicológicos, a falta de motivação para a vida… O que tem de ser tratado é o motivo que leva as pessoas a adquirir armas para usar deliberadamente e conscientemente contra outros.

  2. Isso é muito bonito e muito poético, mas se não houver vontade política por parte daquele anormal de pele casca de laranja e cabelo pelo de rato, nada feito. Pelo menos as marchas e outras manifestações pacíficas servem para alertar consciências e dar visibilidade ao problema, embora obviamente não trazem os mortos de volto, como aliás..dahh, nada trará os inocentes massacrados de volta. Finalmente, o que leva aquelas “pessoas” a adquirir armas, é a facilidade e a natureza pistoleira do seu ADN. Pessoas com problemas psicológicos há por todo o lado infelizmente, mas felizmente que nem em todo o lado um esquizofrénico deprimido de 17 ou 18 anos entra numa loja de armas e adquire uma shotgun!

    • Ora, voltamos ao mesmo!
      O problema já existia antes do homem com cabelo cor de laranja. E a culpa não é dele. Aliás o anterior presidente e o seu partido são os que mais falam contra as armas. Mas tiveram o poder 8 anos e… nada! O facto é que o número de armas per capita até nem tem variado muito nas últimas 3 décadas. Porque é que raio estas coisas só tem acontecido nas última década e meia (mais ou menos)? E as leis/legislação/controlo têm aumentado precisamente neste periodo…
      Como fazer? O que fazer? As manifestações/passeatas adiantam o quê efectivamente? As pessoas sabem bem o que se passa. O problema é que é capaz de ser bem dificil de resolver!
      Dado curioso: o grupo que mais aumentos a compra de armas foram as mulheres na casa do 30 anos!

  3. 10 minutos pra conseguir uma arma ?! Que horror ! Que burocracia infernal. Se viesse cá à Cova da Moura ou ao Entroncamento bastavam 3 e ainda conseguia aprender também a gamar carros. Ou seja, fazer tudo dentro da lei só causa entraves.

RESPONDER

Tony transformou autocarro em Arca de Noé para salvar animais do Florence

Enquanto muitos americanos fugiam do furacão Florence, um camionista de 51 anos fazia o percurso inverso com uma missão em mente. Dentro de um autocarro, Alsup transportou mais de 60 animais da costa da Carolina …

Mais de 500 rinocerontes mortos na África do Sul este ano

A caça furtiva na África do Sul causou a morte a 508 rinocerontes, entre janeiro e agosto deste ano, o que significa um decréscimo no número de espécimes caçados, em relação a 2017, anunciou o …

Número de mortos em naufrágio na Tanzânia sobe para 170

O número de pessoas que morreram no naufrágio de um navio de passageiros no lago Vitória, na Tanzânia, subiu para 170, de acordo com os meios de comunicação locais. As operações de resgate recomeçaram na manhã …

Há um satélite-pescador no espaço

O Satélite britânico RemoveDebris está a navegar no espaço desde junho e lançou com sucesso uma rede em órbita com o objetivo de capturar material que anda à deriva em redor da Terra. O satélite-pescador britânico …

Governo cumpriu “rigorosamente” acordo com setor do táxi

O Ministro Ambiente, João Matos Fernandes, disse este sábado que o governo cumpriu “rigorosamente” o acordo que assinou com a duas associações que representam os taxistas para a modernização do setor. "Não é verdade que se …

Juízes defendem acórdão que desvaloriza violação de mulher inconsciente

A Associação Sindical dos Juízes Portugueses sai em defesa dos dois magistrados, um dos quais o presidente da entidade, que assinaram o acórdão que desvaloriza a gravidade da violação de uma mulher inconsciente, numa discoteca, …

Salas para maiores de 18 anos levam à demissão do director de Serralves

O director artístico do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, João Ribas, demitiu-se do cargo depois de a administração ter limitado a maiores de 18 anos uma parte da exposição dedicada ao fotógrafo norte-americano Robert …

Isabel do Santos desmente ação contra João Lourenço mas processo deu entrada no Supremo

Isabel do Santos, filha do antigo Presidente da Angola, desmente ter entrado com uma ação contra o atual Presidente João Lourenço. No entanto, o processo cível contra o Estado deu entrada no Supremo. De acordo …

Arqueólogos fazem "descoberta do Século" no Tejo (e tem pimenta)

Uma equipa de arqueólogos da Câmara Municipal de Cascais, do Projeto Municipal da Carta Arqueológica Subaquática do Litoral, descobriu uma nau que terá naufragado entre 1575 e 1625, e que é considerada a “descoberta do …

ADSE adia implementação de novas regras para tentar acordo com privados

Os hospitais privados e ADSE continuam com o braço de ferro, mas, por agora, os privados não vão deixar de operar beneficiários da ADSE. O boicote anunciado esta manhã foi adiado. Esta manhã, o o semanário …