Colômbia dá nacionalidade a 24 mil crianças venezuelanas

Leonardo Muñoz / EPA

O Presidente da Colômbia, Iván Duque, assinou hoje uma resolução que concede a nacionalidade colombiana a 24 mil crianças, filhas de pais venezuelanos que passaram a fronteira à procura de alimentos, assistência médica ou refúgio.

“A Colômbia acolhe hoje quase 1,4 milhões de irmãos venezuelanos, muitos deles casados com colombianos ou filhos de colombianos que têm atravessado (a fronteira) à procura de alimentos, assistência em saúde e um refúgio digno”, disse Iván Duque, segundo avançou o Sapo 24 nesta terça-feira, citando a agência Lusa.

A assinatura da resolução ocorreu durante um ato no Palácio Presidencial, em Bogotá, Colômbia, na qual esteve também presente o ministro de Relações Exteriores e o inspetor-geral colombiano, Carlos Holmes Trujillo e Fernando Carrillo, respetivamente.

São beneficiárias da medida as crianças nascidas desde 19 de agosto de 2015. “Essas crianças merecem a atenção e o carinho de todo o povo, porque não são culpados da tragédia que vivem na Venezuela”, afirmou Iván Duque.

De acordo com o chefe de Estado, apesar de a Colômbia ter limitações financeiras, “sabe fazer da fraternidade um sentimento de solidariedade” e tem demonstrando “ao mundo que o caminho da xenofobia é errado”.

A oposição venezuelana já reagiu, agradecendo a decisão e solidariedade da Colômbia.

“A corrupção do regime gerou um êxodo sem precedentes, e venezuelanos órfãos de afetos e identidade. Povo irmão da Colômbia e Presidente Iván Duque, obrigado pela solidariedade”, escreveu o líder opositor Juan Guaidó na sua conta na rede social Twitter.

A crise política, económica e social agravou-se na Venezuela desde janeiro último, quando o presidente do parlamento, o opositor Juan Guaidó, jurou assumir as funções de presidente interino do país.

Diversas fontes apontam que mais de quatro milhões de venezuelanos saíram do país, desde 2015, devido à crise.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A primeira bateria doméstica de hidrogénio armazena três vezes mais energia do que uma da Tesla

Para usar energia solar doméstica, é preciso gerar energia quando o Sol brilha e armazená-la quando não aparece. Para isto, as pessoas usam normalmente sistemas de bateria de lítio. Porém, a empresa australiana Lavo construiu …

Um oásis LGBTQ, Budapeste é posto à prova pelo populismo e pela pandemia

Budapeste é um oásis para a comunidade LGBTQ, mas a cena drag da capital húngara vê-se ameaçada pela pandemia de covid-19 e pelas políticas conservadoras e populistas de Viktor Orbán. Durante muitos anos, Budapeste desfrutou a …

Coreia do Sul "ressuscitou" voz de uma superestrela. Chovem preocupações éticas

Pela primeira vez em 25 anos, a distinta voz da superestrela sul-coreana Kim Kwang-seok será ouvida na televisão nacional. O famoso cantor folk morreu em 1996. De acordo com a CNN, a emissora nacional da Coreia …

Maioria dos países africanos só terá vacinação em massa a partir de 2023

A maioria dos países africanos só terá imunização em massa a partir de 2023, segundo previsão da The Economist Intelligence Unit, que admite que, com o evoluir da pandemia, muitos dos países mais frágeis possam …

Mulher que "morreu" com covid-19 aparece viva 10 dias após funeral

Uma mulher de 85 anos ficou infetada com covid-19 num lar na Galiza, em Espanha. A 13 de janeiro a família de Rogelia Blanco recebeu a informação do lar de que a mulher tinha falecido. …

Familiares de vítimas na China pressionadas a não falar com OMS

As autoridades chinesas estão a pressionar as famílias das primeiras vítimas da covid-19 para que não entrem em contacto com os investigadores da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Wuhan, segundo familiares dos falecidos. Mais de …

Falsas vacinas à venda na Internet são grande risco para a saúde

Embora milhões de pessoas tenham sido já vacinadas contra a covid-19 nos países ricos, proliferam as fraudes na Internet com fármacos falsos que representam um grande risco para a saúde, alertaram peritos das Nações Unidas. As …

Voto prévio no Senado aponta para absolvição de Trump

Na terça-feira, 45 dos 50 republicanos no Senado votaram contra a continuidade do julgamento ao ex-Presidente Donald Trump, considerando inconstitucional que um chefe de Estado que já terminou o mandato seja julgado no Congresso. De acordo …

Estudo revela que um terço dos inquiridos foi vítima de violência doméstica pela primeira vez na pandemia

Quinze por cento dos inquiridos num estudo sobre violência doméstica em tempos de covid-19 reportou a ocorrência deste crime na sua casa e um terço das vítimas disse ter sido agredida pela primeira vez durante …

Portugal regista valor mais baixo de nascimentos desde 2015

Cerca de 85.500 bebés nasceram em Portugal em 2020, o valor mais baixo desde 2015, ano em que foram realizados 85.056 “testes do pezinho”, revelam dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge …