Coligação rejeita Governo de gestão

Manuel de Almeida, Lusa

A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, com o novo ministro da Justiça, Fernando Negrão

A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, com o novo ministro da Justiça, Fernando Negrão

O novo ministro da Justiça indicou esta quinta-feira que “não há disponibilidade para um Governo de gestão” caso seja derrubado pela Esquerda.

Em entrevista à Antena 1, o novo ministro Fernando Negrão disse que “tudo aponta para que o Governo não esteja disponível” para um Governo de gestão.

Recordando o anúncio da indigitação de Passos Coelho para primeiro-ministro, o atual ministro da Justiça considera que Cavaco “fez um discurso efetivamente veemente”, elencando as “consequências de um Governo formado pela coligação de esquerda”.

Fernando Negrão manifestou ainda esperança de que os deputados socialistas que estão contra o acordo de Esquerda “votem em consciência” o programa de Governo e que permitam que este não seja chumbado pela moção de rejeição.

“Se o acordo à esquerda tiver uma amplitude de tal modo perigosa para o país, quero pensar que esses deputados pensem duas vezes antes de votar a queda do governo”, disse o ministro referindo-se aos 14 socialistas que não votaram em Carlos César para líder parlamentar do PS.

Na semana passada, o ministro chegou a ser o candidato da coligação à Presidência da Assembleia da República, mas foi derrotado por Ferro Rodrigues que ganhou com a maioria dos votos.

Fernando Negrão foi ministro da Segurança Social, da Família e da Criança no governo liderado por Santana Lopes. Foi diretor-geral da Polícia Judiciária e presidente do Conselho de Administração do Instituto da Droga e da Toxicodependência. Também ganhou protagonismo na anterior legislatura por ter sido o presidente da comissão de inquérito ao BES.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Eles são os iluminados, os outros são perigosos! Esta gente já não tem limites…
    O que a maioria dos portugueses ´desempregados ou com trabalho precário, já sem casa e a viver de esmolas está a viver, já não é um perigo é uma tragédia!

  2. A ver vamos, esta malta não é de fiar; Coelho, Portas e Cavaco pensam que são os detentores de todas as verdades e os salvadores da Pátria, a lembrar os tempos da outra senhora.

  3. Nem URSS, nem Cuba, nem a rep. “democrática” da alemanha quanto mais o siriza… Há-de faltar-lhes o caviar de aviário! Esquerdistas de fachada, burgueses alinhados ao tacho…

  4. Os trabalhadores do sector produtivo nacional, dessas empresas que contribuem para a economia, para o PIB para o emprego, para a riqueza do país,, que pagam IRC e IRS, começam a estar preocupados porque são alguns funcionários da administração pública com empregos assegurados para a vida que permanecem em campanha… PÓ TACHO habitual!

  5. Têm toda a razão para não aceitar um governo em tais condições no entanto terão que começar logo a trabalhar a pensar no futuro pois a tempestade governativa que aí virá certamente não poderá ter muito tempo de vida e mais uma vez PSD/CDS terão de cumprir a missão de bombeiros.

RESPONDER

Açambarcamento de medicamentos por Portugal? "É um total absurdo", diz Infarmed

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento …

Descoberto âmbar com 40 milhões de anos com duas moscas a acasalar

Há 40 milhões de anos, no supercontinente Gonduana, duas moscas que se encontravam a acasalar viram-se, inesperadamente, numa situação complicada. De alguma forma, este par de moscas de pernas longas (Dolichopodidae) ficou preso na seiva pegajosa …

40 marinheiros do porta-aviões Charles de Gaulle com sintomas de covid-19

Quarenta marinheiros do porta-aviões francês Charles de Gaulle apresentaram recentemente "sintomas compatíveis" com os da infeção pelo novo coronavírus e estão sob "observação médica reforçada", anunciou o Ministério da Defesa. "A partir de hoje, uma equipa …

Medidas para as prisões, apoios às empresas, suspensão de tarifas. Parlamento discute mais de 100 iniciativas

Medidas excecionais para prisões e banca, mais apoios às empresas ou à cultura ou a suspensão de propinas e das tarifas de gás e luz são alguns dos temas que vão passar esta quarta-feira pelo …

Trump tem "interesse financeiro" em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua "cura" para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial "cura milagrosa" para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New …

Restos de bombas atómicas revelam longa vida dos tubarões-baleia

Cientistas estão a determinar a esperança de vida do maior peixe dos oceanos com a ajuda de testes de bombas atómicas realizados durante a Guerra Fria, entre os anos 50 e 60. Em perigo de extinção, …

Telescópio russo apanha o despertar de um buraco negro

O telescópio russo ART-XC do observatório espacial Spektr-RG detetou uma fonte brilhante de raios-X no centro da Via Láctea, que acabou por revelar ser o "despertar" do buraco negro 4U 1755-338. A descoberta ocorreu no passado …

O cometa interestelar 2I/Borisov partiu-se em dois

O cometa interestelar 2I/Borisov, o primeiro do seu tipo a ser descoberto em agosto do ano passado, começou a dividir-se em duas partes na semana passada. As imagens contínuas do telescópio espacial Hubble do objeto interestelar …

Estudo estima 471 mortes em Portugal até agosto (e que o pico foi atingido a 3 de abril)

De acordo com as estimativas do estudo, cerca de 151.680 pessoas vão morrer na Europa durante a "primeira vaga" da doença. Um estudo divulgado esta terça-feira nos Estados Unidos estima que a covid-19 venha a provocar …

Mais de metade da população mundial está fechada em casa

Mais de metade da população mundial (52%) está atualmente confinada nas suas casas por ordem das autoridades para combater a propagação da doença covid-19. Segundo um balanço feito pela agência France Fresse (AFP), mais de quatro …