Coligação rejeita Governo de gestão

Manuel de Almeida, Lusa

A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, com o novo ministro da Justiça, Fernando Negrão

A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, com o novo ministro da Justiça, Fernando Negrão

O novo ministro da Justiça indicou esta quinta-feira que “não há disponibilidade para um Governo de gestão” caso seja derrubado pela Esquerda.

Em entrevista à Antena 1, o novo ministro Fernando Negrão disse que “tudo aponta para que o Governo não esteja disponível” para um Governo de gestão.

Recordando o anúncio da indigitação de Passos Coelho para primeiro-ministro, o atual ministro da Justiça considera que Cavaco “fez um discurso efetivamente veemente”, elencando as “consequências de um Governo formado pela coligação de esquerda”.

Fernando Negrão manifestou ainda esperança de que os deputados socialistas que estão contra o acordo de Esquerda “votem em consciência” o programa de Governo e que permitam que este não seja chumbado pela moção de rejeição.

“Se o acordo à esquerda tiver uma amplitude de tal modo perigosa para o país, quero pensar que esses deputados pensem duas vezes antes de votar a queda do governo”, disse o ministro referindo-se aos 14 socialistas que não votaram em Carlos César para líder parlamentar do PS.

Na semana passada, o ministro chegou a ser o candidato da coligação à Presidência da Assembleia da República, mas foi derrotado por Ferro Rodrigues que ganhou com a maioria dos votos.

Fernando Negrão foi ministro da Segurança Social, da Família e da Criança no governo liderado por Santana Lopes. Foi diretor-geral da Polícia Judiciária e presidente do Conselho de Administração do Instituto da Droga e da Toxicodependência. Também ganhou protagonismo na anterior legislatura por ter sido o presidente da comissão de inquérito ao BES.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Eles são os iluminados, os outros são perigosos! Esta gente já não tem limites…
    O que a maioria dos portugueses ´desempregados ou com trabalho precário, já sem casa e a viver de esmolas está a viver, já não é um perigo é uma tragédia!

  2. A ver vamos, esta malta não é de fiar; Coelho, Portas e Cavaco pensam que são os detentores de todas as verdades e os salvadores da Pátria, a lembrar os tempos da outra senhora.

  3. Nem URSS, nem Cuba, nem a rep. “democrática” da alemanha quanto mais o siriza… Há-de faltar-lhes o caviar de aviário! Esquerdistas de fachada, burgueses alinhados ao tacho…

  4. Os trabalhadores do sector produtivo nacional, dessas empresas que contribuem para a economia, para o PIB para o emprego, para a riqueza do país,, que pagam IRC e IRS, começam a estar preocupados porque são alguns funcionários da administração pública com empregos assegurados para a vida que permanecem em campanha… PÓ TACHO habitual!

  5. Têm toda a razão para não aceitar um governo em tais condições no entanto terão que começar logo a trabalhar a pensar no futuro pois a tempestade governativa que aí virá certamente não poderá ter muito tempo de vida e mais uma vez PSD/CDS terão de cumprir a missão de bombeiros.

Responder a CHE Cancelar resposta

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …

Governo diz que prejuízo da TAP "não foi um desvio qualquer" e que já devia ter tido lucro em 2018 e 2019

O ministro das Infraestruturas disse, esta sexta-feira, que o orçamento que a comissão executiva da TAP apresentou ao Conselho de Administração para 2018 e 2019 previa lucro e que o prejuízo de 105,6 milhões "não …

João Lourenço duplica valor de subsídio de antigos Presidentes de Angola

O Presidente angolano, João Lourenço, duplicou o valor do subsídio de fim de mandato pago a antigos chefes de Estado, mas cortou outras regalias, nomeadamente a nível da segurança e quadro de pessoal. O decreto-presidencial 32/20, …

FC Porto castigado com um jogo à porta fechada

O FC Porto foi punido com um jogo à porta fechada, esta sexta-feira, devido a "um ato de ofensa corporal a agente desportivo" na final da Taça de Portugal. A punição aplicada pelo Conselho de Disciplina …