Após a passagem do Idai, não há tréguas. Cólera é o próximo desafio

Tiago Petinga / Lusa

Em Moçambique, já se registaram mais de 1000 infeções. Pelo menos 959 desses casos foram registados na cidade da Beira, uma das mais afetadas.

Depois da passagem do ciclone Idai, o principal desafio das equipas médicas nas regiões afetas é conter o surto de cólera. Em Moçambique, já se registaram, pelo menos, 1052 infeções, segundo o último balanço avançado pelo Governo moçambicano na segunda-feira. Dessas casos, pelo menos 959 foram registados na cidade da Beira.

Entre domingo e segunda-feira, registaram-se 247 novas infeções nesta cidade com mais de meio milhão de habitantes. Esta é a região mais afetada, seguida de Nhamatanda, com 87 casos e Dondo, com seis casos de cólera, segundo os números das Nações Unidas.

Estes dados permitem estabelecer uma média de 200 casos de novas infeções por dia. No entanto, apesar de o número de pessoas infetadas ter aumentado na última semana, foram registadas apenas duas mortes.

O Público adianta que, na segunda-feira, chegaram ao país 900 mil unidades de vacinas orais contra a cólera, parte de um campanha de vacinação promovida pela Organização Mundial de Saúde (OMS). David Wightwick, líder da operação da OMS na Beira, afirma que estas vacinas “devem atenuar o pico deste surto”. A vacinação deve arrancar esta quarta-feira.

O Gabinete das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) informa, por sua vez, que foram estabelecidos 11 centros de tratamento da cólera, mas apenas nove deles estão operacionais, na Beira e noutras localizações.

A doença, endémica na região, “manifesta-se de forma rápida e viaja de forma muito rápida também”, disse Sebastian Rhodes  Stampa, coordenador adjunto da missão humanitária das Nações Unidas em Moçambique, citado pela Associated Press.

O último surto de cólera em Moçambique registou-se entre 14 de Agosto de 2017 e 11 de Fevereiro de 2018, com 1799 casos reportados e uma morte, de acordo com os números da Organização Mundial de Saúde.

A cólera é provocada pela bactéria Vibrio cholerae, transmite-se pelo consumo de água e comida contaminadas, manifesta-se sob a forma de diarreia infecciosa e pode matar em apenas algumas horas.

A cólera é o nosso desafio mais imediato”, afirmou David Wightwick, sublinhando que, aliada à desnutrição e à escassez de alimentos, podem ser um cocktail fatal nesta situação. Mas para Wightwick, também é prioritário conter outras doenças como a malária.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Parasitas": O Melhor Filme dos Óscares chega à televisão

Parasitas vai passar na televisão esta sexta-feira (3), às 21h30, no canal TVCine Top. A produção de Bong Joon-ho angariou, nesta última award season, inúmeras nomeações, tendo sido Palma de Ouro no Festival de Cinema …

Países entram numa "guerra secreta" por ventiladores, admite agente da Mossad

Muitos países estão a utilizar os seus serviços de informações para a compra de material de saúde encomendado por outros, sobretudo ventiladores, para enfrentar a crise do novo coronavírus, disse um agente da Mossad, encarregado …

Pessoas que espalham ódio na Internet tendem a ser psicopatas

Os utilizadores da Internet que publicam comentários de ódio sobre outras pessoas tendem a ter traços psicopáticos. Por outro lado, os cientistas não encontraram uma correlação entre essa prática e narcisismo ou maquiavelismo. Estes utilizadores são …

Polícia britânica tingiu de negro uma lagoa azul para afastar visitantes

A Polícia britânica decidiu tingir de negro uma lagoa azul muito procurada na região de Derbyshire, visando assim afastar os visitantes e fazer com que estes cumpram o isolamento social exigido pelas autoridades para travar …

A maior cascata do Equador desapareceu repentinamente

A maior cascata do Equador, com cerca de 150 metros, desapareceu repentinamente por causa de uma dolina. Investigadores ainda não sabem se esta apareceu por causas naturais ou humanas. Em fevereiro, a cascata de San Rafael, …

Aprovada descida de 3% na eletricidade no mercado regulado

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou uma descida do preço da tarifa aplicada no mercado regulado de cinco euros por megawatt/hora (MWh). Contas feitas, trata-se de uma redução de aproximadamente 3% no total …

Turquemenistão proibiu o uso da palavra "coronavírus"

Enquanto o mundo luta para conter a propagação da pandemia de covid-19, no Turquemenistão os cidadãos podem ser presos só por dizerem a palavra "coronavírus". De acordo com a rádio NPR, que cita a organização não …

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …

Bill Gates deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia

Num artigo publicado no jornal norte-americano Washington Post, o fundador da Microsoft, Bill Gates, deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia de covid-19, que já fez 43 mil mortes em todo o …

Comissão de Trabalhadores da TAP pede nacionalização da companhia

A Comissão de Trabalhadores (CT) da TAP reforçou esta quarta-feira o apelo para que a transportadora “se torne 100% pública”, depois de a empresa ter anunciado o lay-off da maioria dos trabalhadores, segundo um comunicado. No …