/

Coimbra. Admissão de novos doentes para transplantes hepáticos suspensa há cinco meses

Daniel Tiago / Skyscrapercity

Hospital Central Distrital / Hospital Universitário de Coimbra

A admissão de novos doentes no programa de transplantes hepáticos de adultos do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) está suspensa há cinco meses.

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra não aceita novos doentes para transplantes hepáticos há mais de cinco meses. De acordo com o jornal Público, há dois motivos que explicam os cinco meses sem admissão de pacientes para transplantes hepáticos nesta unidade hospitalar.

Segundo o diário, que ouviu o conselho de administração do Centro Hospitalar e o Instituto Português do Sangue e Transplantação (IPST), o primeiro motivo prende-se com o facto de ter sido detetada uma bactéria multirresistente na zona de internamento do CHUC, que terá levado à suspensão temporária da admissão de novos doentes, tendo a situação sido resolvida ainda no ano passado.

O outro motivo é a falta de recursos humanos da unidade, que leva a que só sejam feitos transplantes hepáticos em “casos urgentes de doentes já internados”.

Em dezembro, o Instituto Português do Sangue e Transplantação (IPST) fez uma auditoria ao funcionamento do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. O presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra disse ao matutino que a Unidade de Transplantes Hepáticos está a ser “reestruturada”, de modo a oferecer aos doentes “melhores condições de resposta”.

Questionado pelo Público sobre quando se prevê o reinício da atividade normal, o IPST diz aguardar “o plano de restruturação e de implementação das medidas aconselhadas no relatório da auditoria”.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE