Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

(dr) Tennessee Department of Correction

Nicholas Sutton

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas.

De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, de 58 anos, foi executado na cadeira elétrica, numa prisão do Tennessee, nos Estados Unidos. O norte-americano foi condenado, em 1981, por ter assassinado três pessoas: a sua avó, Dorothy Sutton, e outros dois homens.

Já na prisão, o preso matou um outro recluso, alegadamente por este o ter ameaçado de morte, tendo ficado no corredor da morte desde 1985.

Em janeiro, o seu advogado alegou, no entanto, que, por três vezes, Sutton salvou a vida de alguns guardas prisionais e, por isso, pedia a suspensão da execução. Alguns desses funcionários também pediram clemência.

“Um grupo de cinco presos, armados com facas e outras armas, cercou-me e tentou fazer-me refém durante um motim na prisão em 1985. Nick e outro preso confrontaram-nos, afastaram-me da situação e levaram-me em segurança para outro edifício. Devo-lhe a minha vida”, disse Tony Eden, um dos funcionários, que agora já se encontra aposentado.

Segundo o canal televisivo, até familiares das vítimas de Sutton pediram para que a sua vida fosse poupada. É o caso de Charles Maynard, sobrinho de um dos homens que foi assassinado.

Lowell Sutton, que conhecia Sutton quando era criança e era sobrinho de Dorothy Sutton, também pediu o seu perdão, alegando que Nicholas foi “vítima das circunstâncias”, uma vez que cresceu numa casa problemática e com um pai instável.

“A sua execução é contestada por alguns familiares das vítimas, muitos dos jurados que o sentenciaram à morte reconhecem as suas mudanças, e um número alto de profissionais de correção apresentaram-se em seu nome”, disse o seu advogado.

Apesar dos vários pedidos, o Governador do Tennessee, Bill Lee, rejeitou a clemência, assim como o Supremo Tribunal dos Estados Unidos. Nas suas declarações finais, Sutton agradeceu à sua mulher e a Deus. “Espero fazer um melhor trabalho na próxima vida do que fiz nesta”, disse ainda.

O Tennessee suspendeu as execuções, em 2009, por causa de uma controvérsia com as injeções letais, mas restabeleceu-as em 2018. Sutton foi a sétima pessoa executada desde então.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • Claro!!
      Mais um “cowboy” fanático religioso que, enquanto nega clemência a um condenado à morte (em 1985!), vai à missa ao Domingo, é contra a eutanásia e é activista “Pro-vida”!
      Merica!…

    • Claramente vc não é religiosa, caso contrario saberia o que é o arrependimento bem como o perdão…se até os familiares das vitimas perdoaram, se até vários guardas saíram em defesa do recluso quem se acha vc pra falar do que não sabe??
      Mais ainda, não foi o recluso quem pediu clemencia não, ele sabe que tinha de pagar pelo que fez….e vc? Sabe dos seus pecados? Está disposta a pagar por eles? A sua hora chegara, chega sempre, pode ser que aí os “seus juízes” sejam como vc, impiedosa 😉
      …”De que adianta ir à missa todo o domingo se mal se saí e até voltar a entrar só se espalha o ódio”…

RESPONDER

Grande carruagem cerimonial descoberta quase intacta em Pompeia

Uma grande carruagem cerimonial de quatro rodas, com elementos de ferro, decorações de bronze e estanho, restos de madeira mineralizada e vestígios de elementos orgânicos, como cordas, foi encontrada quase intacta na área arqueológica de …

FC Porto 0-0 Sporting | Nulo com sabor a vitória para o "leão"

O “clássico” do Dragão, entre FC Porto e Sporting, terminou sem golos, sem grande futebol, e com um “leão” cada vez mais perto do título, apesar de ainda faltar muito campeonato.  A igualdade permite à formação …

Adolesceste entusiasta por pirotecnia construiu o seu próprio simulador profissional de fogos de artifício

O FWsim foi lançado pela primeira vez em 2010 como um software de planeamento de fogos de artifício, voltado para profissionais de pirotecnia e entusiastas de fogos de artifício. Em 2006, conta o Vice, Lukas Trötzmüller …

Pela primeira vez em 45 anos, uma casa vitoriana "flutuou" pelas ruas de San Francisco

A manhã de 21 de fevereiro em San Francisco, nos Estados Unidos, foi um pouco diferente do normal: uma casa vitoriana passou a "flutuar" pelas ruas da cidade. De acordo com o BuzzFeed News, uma equipa …

Nação Cherokee pede à Jeep que deixe de usar o nome da tribo nos seus carros

"É hora de a Jeep reconsiderar chamar os seus SUVs Cherokee e Grand Cherokee". Pela primeira vez, a tribo norte-americana Nação Cherokee pediu diretamente à Jeep para parar de usar o seu nome nos seus …

PCP quer apoios a 100% para pais "imediatamente e com efeitos retroativos"

O secretário-geral do PCP pediu ao Governo, este sábado, apoios a 100% para os trabalhadores que estão em casa com os filhos, pagos "imediatamente e com efeitos retroativos", e defendeu um plano de desconfinamento "setor …

Naufrágio grego que levava partes do Partenon está a revelar os seus segredos

A última expedição de mergulhadores ao navio grego Mentor, que naufragou perto da ilha Citera em 1802, recuperou várias peças do cordame, moedas, a sola de couro de um sapato, uma fivela de metal, uma …

Chega vai reagir "muito veementemente" na rua à tentativa de ilegalização

O líder do Chega disse, este sábado, que o partido vai responder "muito veementemente" e com "presença na rua", já em março, à tentativa de ilegalização da estrutura promovida por Ana Gomes. "Quero deixar claro aqui, …

Procura-se candidato para dormir. Site oferece 1650 euros e uma noite num resort

Este pode ser, literalmente, um emprego de sonho: fazer dinheiro enquanto se dorme, incluindo uma noite num resort de 5 estrelas. O site Sleep Standards, que se dedica a dar informação sobre pesquisas e produtos relacionados …

Catarina Martins faz apelo a Costa. "Moratórias têm de ser estendidas já"

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez um apelo direto ao primeiro-ministro, este sábado, para que não espere que "seja tarde demais" e decida já estender as moratórias, evitando assim uma vaga de despejos e …