/

Há mais de dez anos, o City quase contratou Messi (por engano)

Alejandro Garcia / EPA

Em 2008, o Manchester City apresentou uma proposta de 81 milhões de euros por Lionel Messi. A investida pelo argentino surgiu de um erro de tradução.

Depois de vencer a sexta Bola de Ouro este ano, já ninguém é capaz de questionar a qualidade de Lionel Messi e negar que se trata de um dos melhores do mundo — senão o melhor. A verdade é que o argentino passou, até ao momento, quase toda a sua carreira ao serviço do Barcelona, mas a realidade poderia ter sido bem diferente.

Em 2008, apenas um ano antes de vencer pela primeira vez o prémio de melhor jogador do mundo, entregue pela France Football, o avançado podia ter rumado ao Manchester City. Numa entrevista ao site The Athletic, o antigo dirigente dos ‘citizens’ Garry Cook contou que o clube esteve perto de contratar Lionel Messi… por engano.

Numa reunião por telefone com Pairoj Piempongsant, braço direito do coproprietário do City, um erro de tradução induziu em erro Cook e Paul Aldrige, outro dirigente do clube.

“O Pairoj Piempongsant estava a ficar nervoso. O telemóvel estava em cima da mesa e ele estava a falar com o Paul Aldridge. Imagine a cena. O Paul a dizer-lhe com o seu sotaque londrino: ‘Pairoj, tu tens de me dizer o que andas a fazer, isto está a ficar fora de controlo’. O Pairoj estava deitado numa chaise lounge a receber uma massagem e dizia: ‘Sim, sim, sim! Muito confuso [messy]. Está a ficar confuso [messy]. Alguma coisa acabou por perder-se na tradução — juro pela minha filha que é a verdade — e a interpretação foi que tínhamos de conseguir o Messi”, disse Cook.

Como tal, os dirigentes apresentaram uma proposta de 81 milhões de euros ao Barcelona pelo astro em ascensão. Caso se tivesse confirmado, aquela seria a transferência mais cara até à data.

“No dia seguinte ligou-me o Dave Richards, da Premier League. ‘Garry, ofereceste 70 milhões de libras pelo Messi? Estás louco?'”, lembrou Cook. O Barcelona achou a proposta tão exagerada que contactou a Premier League para verificar a sua veracidade.

Aquele que na altura seria um gasto inimaginável, hoje seria um achado poder contratar Messi por pouco mais de 80 milhões de euros.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.