Todos queriam “O Senhor dos Anéis”. Mas cinemas chineses foram obrigados a exibir filmes de propaganda

Pequim ordenou que os cinemas chineses divulgassem propaganda em homenagem ao Partido Comunista. Os cinéfilos do país, que clamam pelos filmes de Hollywood, revoltaram-se.

A 1 de abril, no dia em que entrou em vigor um esforço liderado por Pequim para promover filmes que celebram a fundação do Partido Comunista – desapareceram os cartazes promocionais e as informações sobre os bilhetes para o relançamento da trilogia O Senhor dos Anéis, remasterizada para festejar o 20.º aniversário do primeiro filme.

A CNN avança que a China Film Administration, que lançou a diretriz para promover filmes aprovados pelo Partido, nunca fez nenhuma declaração pública a pedir que os filmes de Hollywood fossem removidos das programações.

No entanto, analistas da indústria e cinéfilos foram rápidos a culpar os reguladores do cinema chinês. “Só queremos ver filmes. Não nos incomodem com as relações EUA-China aqui, por favor”, escreveu um utilizador do Zhihu, a 5 de abril.

“Não estamos a ser antipatrióticos”, escreveu outro utilizador na plataforma Weibo, o Twitter chinês. “Só queremos ver bons filmes.”

A 14 de abril, a distribuidora Warner Bros anunciou o relançamento da trilogia, começando com a exibição de The Fellowship of the Ring, de 2001, apenas dois dias depois.

Esta confusão ilustra alguns dos principais desafios que Pequim enfrenta ao tentar incutir lealdade partidária entre os jovens e ao fortalecer as indústrias nacionais, como a produção de filmes.

“Existe um ressentimento em relação a um Estado paternalista que determina o que se pode ou não ver em termos de cultura. O orgulho nacionalista, que certamente existe, só pode ir até certo ponto“, explicou Stanley Rosen, professor da Universidade do Sul da Califórnia, à cadeia televisiva.

“Depois de mais de 30 anos de mercantilização, as pessoas estão habituadas a pensar em si mesmas como consumidores com opções, não como alunos a serem educados através do entretenimento”, acrescentou Chris Berry, professor de Estudos de Cinema na King’s College de Londres.

“Mesmo que gostem de alguns filmes ‘patrióticos’, acho que os espectadores chineses não gostam que lhes digam o que devem fazer“, sublinhou.

Este episódio é também um sinal de que não importa o quão poderosa a bilheteira chinesa se tornou, ao ultrapassar os Estados Unidos no ano passado como a maior do mundo. Na prática, as produções ocidentais continuam a ser determinantes no seu sucesso, especialmente após a pandemia de covid-19.

“Precisamos de mais Avatar e O Senhor dos Anéis para salvar o mercado”, escreveu Tan Ke, analista do setor de cinema da Beijing Yiqipaidianying Culture Communication, uma empresa de consultoria cinematográfica, num recente relatório.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Covid-19. Variante indiana causa doença mais grave, dizem médicos chineses

A Delta está a causar doença mais grave e mais rapidamente do que durante a primeira vaga, informaram médicos na zona de Guangzhou, no sudeste da China, onde surgiu um surto recente provocado por esta …

Do café aos brinquedos. Preço do transporte de mercadorias vai atingir a nossa carteira mais cedo do que se pensava

Os preços exorbitantes do transporte de mercadorias pelo mundo poderão atingir a sua carteira mais cedo do que pensa. Mais de 80% de todo o comércio de mercadorias é transportado pela via marítima, mas o alto …

Tal é a qualidade de Portugal, que o treinador da Hungria "podia ser motorista ou roupeiro"

O selecionador da Hungria, o italiano Marco Rossi, afirmou hoje que "até podia ser o motorista ou rapaz dos equipamentos" da seleção portuguesa, tal é a qualidade dos jogadores lusos que vão disputar o Euro2020. “Estamos …

Destroços de avião descobertos no fundo de um lago nos EUA podem pôr fim a um mistério de 56 anos

Trabalhadores que testam equipamentos de investigação subaquática dizem ter encontrado os destroços de um pequeno avião nas profundezas do lago Folsom, na Califórnia. A confirmar-se, podem ter resolvido um mistério com 56 anos. As imagens de …

Norte-americanos envolvidos na fuga de Carlos Ghosn declaram-se culpados

Os dois norte-americanos acusados de ajudarem o ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn a fugir do Japão quando aguardava julgamento em liberdade sob fiança declararam-se esta segunda-feira culpados perante a justiça japonesa. De acordo com fontes da …

Enfermeira tentou provar que as vacinas tornam as pessoas magnéticas (mas não correu como previsto)

Na semana passada, a enfermeira negacionista de Ohio Joanna Overholt tentou, durante uma sessão legislativa, provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas. Mas não foi bem sucedida. O teste do íman resulta …

Foda e Kostadinov: as recordações à volta do Áustria-Macedónia do Norte

O selecionador da Áustria e um dos jogadores da Macedónia do Norte trouxeram memórias dos anos 90. O jogo entre Áustria e Macedónia do Norte, que terminou com vitória austríaca por 3-1, não estava propriamente na …

Paquistão. Quem não se vacinar pode ficar sem acesso ao telemóvel

O governo regional de Punjab, no Paquistão, decidiu que os cidadãos que não se vacinarem contra a covid-19 "ao fim de um certo tempo" podem ver o cartão SIM do seu telemóvel bloqueado. "Estamos a fazer …

Seleção Nacional testa negativo na véspera da estreia no Europeu

Depois do susto de João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, a seleção nacional respira de alívio na véspera da estreia no Europeu, depois de ter testado negativo à covid-19. Esta segunda-feira de manhã, a …

Associação quer que os testes em eventos culturais sejam gratuitos

A Associação Espetáculo - Agentes e Produtores Portugueses defendeu que os testes de diagnóstico à covid-19 devem ser gratuitos em eventos culturais. A Associação Espetáculo – Agentes e Produtores Portugueses defendeu, este domingo, que os testes …