Cinco polícias mortos por snipers durante protesto contra a violência policial nos EUA

Cinco polícias foram mortos a tiros e outros seis ficaram feridos esta quinta-feira, durante uma manifestação de protesto contra a violência policial sobre negros em Dallas, EUA.

As autoridades norte-americanas informaram esta manhã que snipers (atiradores furtivos) dispararam sobre 11 agentes das forças de segurança durante uma manifestação contra a violência policial sobre negros. O tiroteio teve início cerca das 20h45 locais (cerca das 2h45 em Lisboa).

Além dos polícias, há um civil ferido, disseram as autoridades.

A polícia de Dallas informou ter já sob sua custódia três suspeitos de serem os autores dos disparos e que um homem também alegadamente envolvido no ataque está barricado num parque de estacionamento no centro da cidade.

Este homem, com quem a polícia já trocou tiros, disse aos negociadores que espalhou bombas no edifício onde se encontra e noutros locais de Dallas.

Entretanto, os media locais avançam que o suspeito morreu depois de passar mais de uma hora entrincheirado num estacionamento.

O chefe da polícia de Dallas, David Brown, disse aos jornalistas que o objetivo destes homens era “ferir ou matar o maior número possível de polícias” e que prepararam uma emboscada, tendo alguns dos agentes sido atingidos nas costas.

Segundo David Brown, pelo menos dois homens armados colocaram-se em locais “elevados” para atingir os polícias durante a manifestação, decorrendo buscas pelos suspeitos, que ameaçaram ainda fazer explodir uma bomba no centro de Dallas.

As autoridades de aviação civil dos Estados Unidos decidiram restringir o espaço aéreo em torno da cidade de Dallas.

Um porta-voz da Casa Branca revelou entretanto que o Presidente norte-americano, Barack Obama, já foi informado sobre os acontecimentos de Dallas e que está a acompanhar a situação.

Obama está em Varsóvia, para participar na cimeira da NATO.

Violência policial

Milhares de pessoas manifestavam-se nos EUA, em cidades como Nova Iorque, Los Angeles e Chicago, para protestar contra a violência policial sobre negros.

As manifestações surgiram após as mortes, registadas em vídeo, de dois homens afro-americanos às mãos da polícia. Philando Castile morreu na quarta-feira em Falcon Heights, no Estado de Minnesota, e Alton Sterling morreu na terça-feira, em Baton Rouge, no Estado de Luisiana.

mappingpoliceviolence.org / BBC

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou que “todas as pessoas justas de espírito devem estar preocupadas” com a morte frequente de afro-americanos às mãos da polícia.

Referindo-se a estatísticas mostrando que os cidadãos afro-americanos são mais suscetíveis de serem mortos pela polícia do que os brancos, Obama pediu o fim do preconceito interno da polícia.

“Quando incidentes como este acontecem, há uma parte da nossa população que sente como se isso acontecesse por causa da cor da sua pele, e que não estão a ser tratados da mesma forma”, disse o presidente norte-americano. “E isso magoa”.

Obama ressaltou que “há uma estima extraordinária e respeito pela grande maioria dos polícias que colocam as suas vidas em risco para nos proteger todos os dias. Eles têm um trabalho perigoso. É um trabalho duro”.

Segundo as estimativas oficiais, 53 polícias morreram em serviço nos EUA neste ano, dos quais 21 por trocas de tiro. O saldo não inclui os mortos no incidente de Dallas.

ZAP / Lusa / BBC

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Feitas as contas morrem mais polícias do que bandidos. Coitadinhos dos bandidos armados. E Obama não vê isto?

  2. Retaliação, no entanto a lei das armas nos USA continua na mesma e a violência racista igualmente, portanto o programa segue dentro de momentos.

RESPONDER

Desapareceu tão misteriosamente como apareceu o monólito do deserto do Utah (e apareceu outro na Roménia)

O monólito de metal descoberto, na semana passada, no meio do deserto do Utah, nos EUA, desapareceu sem deixar rasto. O mistério adensa-se em torno do objecto que alguns já apelidaram de "extraterrestre", até porque …

The Crown: O que é verdade e ficção na nova temporada?

Não é novidade que as famílias reais da Europa, em especial a família real britânica, sempre despertaram muita curiosidade e interesse por parte do público. Desta forma, a plataforma de streaming Netflix decidiu investir, em …

Hubble avista possível "jogo de sombras" do disco em torno de um buraco negro

Algumas das vistas mais deslumbrantes do nosso céu ocorrem ao pôr-do-Sol, quando a luz do Sol penetra nas nuvens, criando uma mistura de raios brilhantes e escuros formados pelas sombras das nuvens e pelos feixes …

No Japão, houve mais suicídios num mês do que mortes por covid-19 no ano todo

No mês de outubro, o número de suicídios no Japão foi superior ao número de mortes por covid-19 desde o início da pandemia. De acordo com os dados do governo, foram registados 2153 suicídios no …

YouTube cria o primeiro videoclipe "infinito" de sempre. Reúne todas as versões de "Bad Guy" de Billie Eilish

"Bad Guy" de Billie Eilish tornou-se o primeiro vídeo de música infinito de sempre. Celebrando o facto de ter atingido a marca de mil milhões de visualizações, a artista juntou-se ao YouTube e criou uma …

Marítimo 1 - 2 Benfica | Águia faz terapia no “divã” de Pizzi

Após duas derrotas consecutivas para o campeonato (contra o Boavista e o Braga), o Benfica regressou às vitórias, na visita ao Marítimo, por 2-1. Um resultado que não disfarça as dificuldades e a intranquilidade que …

A Coreia do Sul vai ter táxis aéreos. Serão usados em serviços de emergência e turismo

A empresa chinesa de mobilidade aérea EHang concluiu três voos de teste na Coreia do Sul para demonstrar o seu novo transporte de passageiros. Trata-se de um táxi aéreo com capacidade de resposta de emergência …

Tartarugas marinhas transportadas para a Flórida depois de sofrerem reação hipotérmica

Quarenta tartarugas marinhas em vias de extinção foram transportadas para a Florida, nos Estados Unidos, depois de sofrerem uma reação de hipotermia na costa de Massachusetts. Quando as tartarugas marinhas são expostas à água fria por …

Apoiante de Trump doou 2,5 milhões para combater os resultados eleitorais. Agora, quer o dinheiro de volta

Um investidor de capital de risco da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, que doou 2,5 milhões de dólares para ajudar o ainda Presidente norte-americano, Donald Trump, a contestar os resultados eleitorais que deram a …

Petição de Cristina Ferreira contra cyberbullying já reúne mais de 37 mil assinaturas

Cristina Ferreira lançou este sábado (28) uma petição contra o ódio e a agressão na internet que já conta com mais de 37 mil assinaturas. O objetivo é levar este tema à Assembleia da República. Cristina …