Cientistas condenam teorias da conspiração sobre a origem do surto do coronavírus

Um grupo de 27 cientistas da área de saúde pública condenou, através de um comunicado, o fluxo de histórias e um artigo científico que sigerem que um laboratório em Wuhan, na China, pode ser a origem do surto de COVID-19.

“A partilha rápida, aberta e transparente de dados sobre o surto está agora a ser ameaçada por rumores e informações erradas sobre as suas origens”, escreveram os cientistas de nove países, num comunicado publicado na Lancet e citado pela Science.

O comunicado não aponta afirmações específicas sobre a origem do surto, mas várias publicações nas redes sociais colocam em acusa o Instituto de Virologia de Wuhan, por este possuir um laboratório com o mais alto nível de segurança. No local, os investigadores estudam vírus transmitidos por morcegos, incluindo o mais próximo ao SARS-CoV-2, que causa o COVID-19.

Essas especulações incluem a possibilidade de o vírus ter sido criado no laboratório ou de um dos seus funcionários ter sido infetado enquanto manipulava um morcego, tendo depois transmitido a doença fora daquele local. Os pesquisadores do instituto insistem que não há ligação entre o surto e o laboratório.

“Estamos juntos para condenar fortemente as teorias da conspiração, que sugerem que o COVID-19 não tem uma origem natural”, lê-se no comunicado, onde os cientistas classificam o trabalho dos profissionais de saúde chineses como “notável” e incentivam outros investigadores a assinar uma declaração onde podem afirmar o mesmo.

No início de fevereiro, o senador norte-americano Tom Cotton disse à Fox News que o laboratório enonctra-se “a poucos quilómetros de distância” de um mercado de frutos do mar onde foram detetados alguns dos primeiros casos de coronavírus.

“Não temos evidências que mostrem que a doença se tenha originado lá mas, devido à duplicidade e desonestidade da China desde o início, precisamos pelo menos fazer a pergunta para ver o que as evidências mostram”, afirmou, acrescentando que, inicialmente, o governo chinês recusou a oferta do governo dos Estados Unidos (EUA) de enviar cientistas para ajudar a esclarecer as dúvidas sobre o surto.

Os autores do comunicado publicado na Lancet indicaram ainda que cientistas de vários países que já estudaram o SARS-CoV-2 “concluíram, esmagadoramente, que o coronavírus teve origem na vida selvagem”, assim como muitos outros vírus que foram transmitidos nos últimos anos à pessoas.

“As teorias da conspiração não fazem nada além de criar medo, rumores e preconceitos que comprometem a nossa colaboração global na luta contra o vírus”, frisaram.

Peter Daszak, presidente da EcoHealth Alliance e um dos signatários do documento, colaborou com os cientistas do instituto de Wuhan que estudam os coronavírus provenientes de morcegos. “Estamos no meio da era da desinformação das redes sociais, e esses rumores e teorias da conspiração têm consequências reais, incluindo ameaças de violência que ocorreram a nossos colegas na China”, contou ao ScienceInsider.

“Podemos escolher entre apoiar os colegas que estão a ser atacados e ameaçados por teóricos da conspiração ou fechar os olhos. Estou orgulhoso de constatar que pessoas de nove países podem vir em sua defesa e mostrar solidariedade com pessoas que, afinal, estão a lidar com as condições horríveis decorrentes de um surto”, concluiu.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não vejo qualquer nexo em afirmações do tipo. Até porque, um problema sério na China interessa mais aos EUA do que aos chineses. Alem do que, espertamente, o senador já procura apontar para a china antes de qualquer indício crível para afirmar qualquer coisa neste momento. Sei não. A democracia americana é muito boa para os americanos, tratando os demais do mundo como resto e, assim, qualquer competição com eles os torna mortais. Pelo menos é isso que diz a história recente deles e o atual governo.

RESPONDER

Justiça chinesa obriga homem a indemnizar ex-mulher pelas tarefas domésticas

A justiça chinesa obrigou um homem a indemnizar a ex-mulher como "compensação" pelas tarefas domésticas realizadas durante os cinco anos de casamento. Segundo o Código Civil da China, que entrou em vigor este ano, os cônjuges …

Reclusos do Arizona ficaram presos após datas de libertação. A culpa foi de um bug do software

Uma falha na atualização do software de gestão de prisões manteve centenas de pessoas encarceradas no estado norte-americano do Arizona durante mais tempo do que deveriam. De acordo com o relato de um denunciante, citado pela …

"Dia histórico". Espanha remove a última estátua pública do ditador Franco

A última estátua pública do ditador Francisco Franco foi removida de Melilla. A cidade situa-se na costa noroeste de África, mas está sob a soberania espanhola desde o século XVII. Na terça-feira, um grupo de trabalhadores …

Governo altera excecionalmente limite de idade para tratamentos de fertilidade

O Governo está a rever a norma para alterar, de forma excecional, o limite de idade das mulheres que querem aceder aos tratamentos de fertilidade no setor público. Na segunda-feira, o Jornal de Notícias tinha avançado …

Gana é o primeiro país a receber vacinas financiadas pelo Covax

O programa Covax já começou a fornecer as primeiras remessas de vacinas contra a covid-19. O Gana foi o primeiro país a receber doses. Gana deve receber o primeiro lote de vacinas contra o SARS CoV-2, …

"Como produtos de exportação". Filipinas querem trocar os seus enfermeiros por vacinas da Europa

As Filipinas estão a pedir ao Reino Unido e à Alemanha que forneçam centenas de milhares de vacinas contra a covid-19 em troca do envio de enfermeiros filipinos para ajudar na linha de frente da …

Despacho da ACT limita capacidade de intervenção dos inspetores do trabalho

Um despacho assinado pela inspetora-geral da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) está a limitar a capacidade de intervenção dos inspetores. A notícia é avançada esta quarta-feira pelo Jornal de Negócios, que escreve que o …

Só muda o preâmbulo. Decreto do novo estado de emergência já seguiu para o Parlamento

O novo decreto do estado de emergência já seguiu para o Parlamento. Marcelo Rebelo de Sousa só mudou o preâmbulo do documento. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, publicou esta quarta-feira o decreto do …

Governo já está a desenhar um plano de desconfinamento. Rio quer desconfinar por regiões ou concelhos

Depois de uma primeira ronda de audiências, onde anunciou que o decreto do novo estado de emergência será igual ao da última quinzena, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, esta quarta-feira, o Bloco de Esquerda, o …

Serviços de inteligência desvalorizaram ameaça de invasão ao Capitólio

Os serviços de inteligência dos Estados Unidos subestimaram o perigo de invasão ao Capitólio, admitiram vários responsáveis durante uma audiência no Senado, realizada esta terça-feira. Depois da absolvição do antigo Presidente dos Estados Unidos, que estava …