Cientistas querem propor soluções para estabilidade no emprego

mars_discovery_district / Flickr

-

Cientistas e investigadores vão este sábado debater os problemas da profissão e procurar listar propostas para promover a qualidade da ciência e a estabilidade no emprego científico, ultrapassando a precaridade que dizem existir nesta área.

Maria João Berhan da Costa, da organização do Encontro Nacional de Cientistas em Portugal, que decorre em Lisboa, explicou à agência Lusa que “uma grande maioria da ciência realizada em Portugal, e que tem tido tão boas referências, é feita por pessoas [que estão] completamente precárias, estão há décadas a trabalhar com horizontes de poucos anos, cinco ou três anos”.

Clube de Leitura / FEUP

O professor Alexandre Quintanilha é um dos oradores do Encontro

O professor Alexandre Quintanilha é um dos oradores do Encontro

“Por isso, o caso do concurso cientistas FCT [programa investigador FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia] teve aquele impacto, houve unidades de investigação que ficaram muito ameaçadas porque deixa de haver mão-de-obra”, acrescentou.

O encontro, organizado pela Plataforma em Defesa da Ciência e do Emprego Científico foi decidido pouco depois da assembleia que reuniu muitos cientistas, realizada após a divulgação dos resultados do concurso de investigadores FCT, que atribui verbas ou bolsas a profissionais e que “os cientistas dizem ter tido muitas irregularidades”.

“As pessoas que se sentiram mal avaliadas e se ressentiram das injustiças e das irregularidades desse concurso estão a impugná-lo coletivamente, mas, ao mesmo tempo, pensou-se que era uma oportunidade de pôr toda a gente interessada na questão da qualidade da ciência e estabilidade no emprego científico a descobrirem o que querem e a maneira de organizarem o seu trabalho”, explicou Maria João Berhan da Costa.

Assim, este “é um encontro de cientistas preocupados com o estado das coisas que querem pensar sobre elas e dar o seu contributo” para a sua resolução, concluiu a organizadora.

Maria João Berhan da Costa / Google+

Maria João Berhan da Costa, da organização do ncontro Nacional de Cientistas em Portugal

A organizadora, Maria João Berhan da Costa

Embora tudo dependa das propostas que se apresentarem, a organização acredita que “as pessoas sabem tratar dos seus próprios problemas e vão avançar propostas” para a “questão chave [que] é a precariedade do emprego científico”.

A diminuição do número de bolsas individuais da FCT levou, em janeiro, a comunidade científica, incluindo bolseiros, candidatos, docentes e investigadores, a saírem à rua, em Lisboa, em protesto, acusando o Governo de desinvestimento na ciência.

Em fevereiro, o ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, anunciou um reforço de verbas para a ciência – um total de 12 milhões de euros para bolsas e projetos de investigação, provenientes de montantes comunitários e de outros já previstos.

Numa “newsletter” publicada dois dias depois, a FCT, entidade pública que atribui apoio financeiro à investigação científica, anunciou a concessão de mais 300 a 350 bolsas de doutoramento e pós-doutoramento do concurso de 2013.

A secretária de Estado da Ciência, Leonor Parreira, tem explicado a redução do número de bolsas individuais com a opção por dar prioridade ao investimento em entidades e projetos de investigação.

ZAP/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Aeronave autónoma é uma alternativa acessível aos satélites (e já fez o seu primeiro voo)

A empresa Swift Engineering, em parceria com o Ames Research Center, da NASA, desenvolveu uma alternativa acessível aos satélites: uma aeronave autónoma de alta altitude e longa resistência. Já nasceu a alternativa acessível aos satélites: chama-se …

Reservas naturais chinesas salvaram os pandas da extinção (mas "esqueceram-se" dos leopardos)

Uma nova investigação revela que os esforços da China para salvar os pandas gigantes foram bem sucedidos, mas os mesmos falharam na proteção de outros animais que partilham o mesmo habitat, como é o caso …

Comunidade científica critica Trump por dizer que NASA estava "morta"

Na quarta-feira, o Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, afirmou no Twitter que "a NASA estava fechada e morta" até que o próprio fez com que voltasse a funcionar, afirmação que gerou consternação na …

É "bastante provável" que chegue à Europa uma Cybertruck de menores dimensões

É "bastante provável" que uma Cybertruck de menores dimensões venha a ser produzida e chegue depois ao mercado europeu, revelou Elon Musk, CEO da Tesla, empresa que produz estas pickups elétricas. Questionado na rede social …

Mais seis mortos e 131 novos casos em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal regista hoje mais seis mortos e 131 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sábado, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. O número de pessoas internadas é de 366, mais nove …

"Erro" do Instagram favoreceu conteúdo de Trump face ao de Biden

Um "erro" da rede social Instagram favoreceu durante dois meses o conteúdo gerado pela campanha de reeleição do atual Presidente norte-americano, Donald Trump, quando comparado com as publicações de Joe Biden, candidato democrata que está …

Fotografia partilhada nas redes sociais levou à suspensão de alunos nos Estados Unidos

Pelo menos dois alunos da North Paulding High School, no estado da Georgia, dizem ter sido suspensos depois de terem partilhado nas redes sociais uma fotografia na qual é possível ver um corredor da escola repleto …

Estado de Nova Iorque com mais mortes por Covid-19 do que França ou Espanha

Os Estados Unidos registaram 1.252 mortos e 63.913 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Os últimos números de casos e óbitos registados devido a Covid-19 …

Turistas voltam a viajar, mas optam pelo low-cost

Mesmo num contexto de pandemia mundial o desejo de ir de férias continua vivo. Os turistas voltaram a procurar voos, contudo as opções recaem em percursos de curta distância e mais económicos. Ao longo dos últimos …

Ventura anuncia recandidatura ao Chega e só sai do parlamento quando “metade daquela esquerda" sair

André Ventura anunciou esta noite a recandidatura à liderança do Chega, numa cerimónia em Leiria em que disse que só vai sair do parlamento “quando metade daquela esquerda sair”. “Estamos a fazer uma revolução democrática e …