Cientistas explicam a incrível ilha que está a nascer de um vulcão no Japão

Japan Coast Guard

A ilha continua a emergir das profundezas do vulcão, como mostra esta fotografia tirada em novembro de 2015

A ilha continua a emergir das profundezas do vulcão, como mostra esta fotografia tirada em novembro de 2015

Um novo estudo traçou a evolução notável de Nishinoshima, uma das ilhas mais jovens do mundo, revelando como se formou em duas fases incrivelmente explosivas.

A ilha vulcânica de Nishinoshima, cerca de 1.000 km ao sul de Tóquio, foi vista pela primeira vez em erupção em 1973. Este pedaço de rocha é a ponta de um vulcão submarino muito maior, que tem cerca de três quilómetros de altura e talvez 94 quilómetros de circunferência na sua base.

Em novembro de 2013, uma atividade vulcânica explosiva foi observada no sudeste da ilha, enormes jatos de lava foram vistos a ascender à superfície do oceano, e ao fim de um mês a nova ilha subiu 25 metros acima do nível do mar.

Depois de observar o nascimento da ilha, os autores deste novo estudo, publicado na Geology, revelaram que a sua formação ocorreu em duas etapas principais.

Mudança de estilo

A primeira fase envolveu a libertação repentina de lava quente na água rasa e fria. Um invólucro de vapor foi-se formando rapidamente ao longo das margens da lava, antes desta expandir explosivamente na água e impulsionar dramaticamente gotas derretidas e vidradas para o ar.

Este fenómeno é conhecido como uma erupção “Surtseyan“, em homenagem a uma ilha da Islândia que se formou precisamente seguindo o mesmo caminho em 1963.

No entanto, três dias depois de descobrir a ilha, a Força de Auto-Defesa Marítima Japonesa notou que o estilo da erupção tinha-se alterado.

A ilha agora rompia a superfície e a água não podia mais cair nas aberturas de ventilação cheias de lava. Pontos secos de gás de repente passaram a surgir da montanha em miniatura. Esta fase “Strombolian” da erupção produziu fontes de fogo espetaculares e permitiu que a lava se colocasse sobre a rocha pré-existente.

Em vez de fazer um caminho direto do respiradouro do vulcão para dentro do mar, a lava fez uma rota muito mais estranha. À medida que a lava mais velha arrefecia, formava torções peculiares, colisões, tubos e sulcos na superfície, de modo que a lava mais recente foi forçada para baixo nestas montanhas-russas naturais antes de chegar à água e ao arrefecimento.

Maeno et al. / Geology

A superfície bizarra com tubos e sulcos da nova ilha Nishinoshima

A superfície bizarra com tubos e sulcos da nova ilha Nishinoshima

Ambiente propício para vida

As ilhas siamesas continuaram em atividade vulcânica em 2016. A lava ainda entra esporadicamente em erupção à superfície, criando novas extensões de terra – desde que a erupção começou, cerca de 80 piscinas olímpicas de lava foram produzidas a cada dia.

O mais importante é que a terra vulcânica é extremamente favorável à vida. Como as oliveiras nos arredores do Monte Etna e as densas florestas à volta do Monte Fuji mostram, é possível encontrar exemplos biológicos complexos nos flancos destes “monstros”. Nishinoshima não é exceção, e as aves já estão a fertilizá-lo, sem cerimónias, com o seu cocó e vómito.

NASA

A ilha de Nishinoshima em 1978

A ilha de Nishinoshima em 1978

Portanto, não são só os vulcanólogos que estão fascinados: os biólogos estão à espera para ver que tipo de vida colonizará primeiro este cada vez maior laboratório natural. Isto pressupõe, no entanto, que o vulcão ainda vá crescer rápido o suficiente para evitar ser corroído pelas ondas que estão a rebentar na sua terra recém-nascida.

HypeScience

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …

No regresso ao Superior, o Ministério recomenda aulas presenciais, com máscara e ao sábado

No regresso do Ensino Superior, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior recomenda que voltem as aulas em regime presencial com uso obrigatório de máscara e algumas das quais lecionadas ao sábado. Num comunicado …

"A profissionalização é fundamental". Este ano já morreram quatro bombeiros, todos voluntários

Nos incêndios deste ano já morreram quatro bombeiros. O último ano tão mortífero foi 2013, em que sete bombeiros perderam a vida. Em comparação, nos incêndios de 2019, não se registaram vítimas mortais entre esses profissionais. Como …