Cientistas explicam a incrível ilha que está a nascer de um vulcão no Japão

Japan Coast Guard

A ilha continua a emergir das profundezas do vulcão, como mostra esta fotografia tirada em novembro de 2015

A ilha continua a emergir das profundezas do vulcão, como mostra esta fotografia tirada em novembro de 2015

Um novo estudo traçou a evolução notável de Nishinoshima, uma das ilhas mais jovens do mundo, revelando como se formou em duas fases incrivelmente explosivas.

A ilha vulcânica de Nishinoshima, cerca de 1.000 km ao sul de Tóquio, foi vista pela primeira vez em erupção em 1973. Este pedaço de rocha é a ponta de um vulcão submarino muito maior, que tem cerca de três quilómetros de altura e talvez 94 quilómetros de circunferência na sua base.

Em novembro de 2013, uma atividade vulcânica explosiva foi observada no sudeste da ilha, enormes jatos de lava foram vistos a ascender à superfície do oceano, e ao fim de um mês a nova ilha subiu 25 metros acima do nível do mar.

Depois de observar o nascimento da ilha, os autores deste novo estudo, publicado na Geology, revelaram que a sua formação ocorreu em duas etapas principais.

Mudança de estilo

A primeira fase envolveu a libertação repentina de lava quente na água rasa e fria. Um invólucro de vapor foi-se formando rapidamente ao longo das margens da lava, antes desta expandir explosivamente na água e impulsionar dramaticamente gotas derretidas e vidradas para o ar.

Este fenómeno é conhecido como uma erupção “Surtseyan“, em homenagem a uma ilha da Islândia que se formou precisamente seguindo o mesmo caminho em 1963.

No entanto, três dias depois de descobrir a ilha, a Força de Auto-Defesa Marítima Japonesa notou que o estilo da erupção tinha-se alterado.

A ilha agora rompia a superfície e a água não podia mais cair nas aberturas de ventilação cheias de lava. Pontos secos de gás de repente passaram a surgir da montanha em miniatura. Esta fase “Strombolian” da erupção produziu fontes de fogo espetaculares e permitiu que a lava se colocasse sobre a rocha pré-existente.

Em vez de fazer um caminho direto do respiradouro do vulcão para dentro do mar, a lava fez uma rota muito mais estranha. À medida que a lava mais velha arrefecia, formava torções peculiares, colisões, tubos e sulcos na superfície, de modo que a lava mais recente foi forçada para baixo nestas montanhas-russas naturais antes de chegar à água e ao arrefecimento.

Maeno et al. / Geology

A superfície bizarra com tubos e sulcos da nova ilha Nishinoshima

A superfície bizarra com tubos e sulcos da nova ilha Nishinoshima

Ambiente propício para vida

As ilhas siamesas continuaram em atividade vulcânica em 2016. A lava ainda entra esporadicamente em erupção à superfície, criando novas extensões de terra – desde que a erupção começou, cerca de 80 piscinas olímpicas de lava foram produzidas a cada dia.

O mais importante é que a terra vulcânica é extremamente favorável à vida. Como as oliveiras nos arredores do Monte Etna e as densas florestas à volta do Monte Fuji mostram, é possível encontrar exemplos biológicos complexos nos flancos destes “monstros”. Nishinoshima não é exceção, e as aves já estão a fertilizá-lo, sem cerimónias, com o seu cocó e vómito.

NASA

A ilha de Nishinoshima em 1978

A ilha de Nishinoshima em 1978

Portanto, não são só os vulcanólogos que estão fascinados: os biólogos estão à espera para ver que tipo de vida colonizará primeiro este cada vez maior laboratório natural. Isto pressupõe, no entanto, que o vulcão ainda vá crescer rápido o suficiente para evitar ser corroído pelas ondas que estão a rebentar na sua terra recém-nascida.

HypeScience

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

Comissão Europeia aprova comercialização da primeira vacina para o Ébola

A Comissão Europeia anunciou no início da semana que concedeu uma autorização para a comercialização da primeira vacina contra o Ébola, designada Ervebo e produzida pela farmacêutica Merck. A vacina estava a ser produzida desde o …

Facebook lança o seu próprio MB Way

O Facebook lançou nos Estados Unidos uma nova funcionalidade para facilitar pagamentos através das quatro principais aplicações do grupo, que é semelhante ao funcionamento das transações com o MB Way. Em comunicado, Deborah Liu, responsável do …

O dilema dos chumbos, o "engano" de Ventura e o "falso liberal". O primeiro debate aqueceu

O primeiro debate quinzenal da legislatura arrancou esta quarta-feira e ficou marcado pelas retenções até ao 9.º ano - Chumba ou não chumba?, quis saber a direita, bem como pelo aumento do salário mínimo nacional …

Sondagem europeia defende tratado internacional que proíba "robôs assassinos"

Quase três em cada quatro pessoas querem que o seu governo colabore com outros países para proibir sistemas letais de armas autónomas. A organização não-governamental Human Rights Watch (HRW) divulgou esta quarta-feira os resultados de uma …

Pentágono está a criar bactérias que detetam explosivos no subsolo

O Pentágono, em conjunto com a empresa de defesa Raytheon, está a desenvolver um sistema capaz de produzir bactérias geneticamente modificadas no subsolo, com o objetivo de detetar explosivos no subsolo. Neste projeto, iniciado pela Agência …

Hospitais voltam a não poder aumentar número de trabalhadores sem visto da tutela em 2020

Os hospitais vão continuar em 2020 impedidos de aumentar o número de trabalhadores sem a autorização prévia do Ministério da Saúde, segundo um despacho a que a agência Lusa teve acesso. O despacho assinado pelo secretário …

Onda crescente de ataques com explosivos alarma Suécia

A Suécia tem visto um aumento sem precedentes de ataques com explosivos. Em outubro, Estocolmo foi alvo de três ataques em apenas uma noite.  Se pensarmos num país com guerras de gangues constantes, o último nome …

Ruben foi libertado depois de passar 11 anos na prisão por crimes que não cometeu

Ruben Martinez Jr. saiu em liberdade do Supremo Tribunal de Los Angeles após ter passado 11 anos na prisão por uma série de assaltos à mão armada que não cometeu. Um homem que passou 11 anos …

Um em cada três portugueses não vai ao dentista ou só vai em caso de emergência

Mais de 30% dos portugueses não vão ao dentista ou só o fazem em caso de urgência e quase 10% não tem qualquer dente, segundo o Barómetro da Saúde Oral de 2019. De acordo com os …

Pintura de Monet rende 25 milhões de euros em leilão

A Sotheby's vendeu por 27,6 milhões de dólares (25 milhões de euros) uma pintura de Claude Monet, "Charing Cross Bridge", na terça-feira à noite em Nova Iorque num leilão de arte impressionista e moderna. O trabalho …