Cientistas explicam a incrível ilha que está a nascer de um vulcão no Japão

Japan Coast Guard

A ilha continua a emergir das profundezas do vulcão, como mostra esta fotografia tirada em novembro de 2015

A ilha continua a emergir das profundezas do vulcão, como mostra esta fotografia tirada em novembro de 2015

Um novo estudo traçou a evolução notável de Nishinoshima, uma das ilhas mais jovens do mundo, revelando como se formou em duas fases incrivelmente explosivas.

A ilha vulcânica de Nishinoshima, cerca de 1.000 km ao sul de Tóquio, foi vista pela primeira vez em erupção em 1973. Este pedaço de rocha é a ponta de um vulcão submarino muito maior, que tem cerca de três quilómetros de altura e talvez 94 quilómetros de circunferência na sua base.

Em novembro de 2013, uma atividade vulcânica explosiva foi observada no sudeste da ilha, enormes jatos de lava foram vistos a ascender à superfície do oceano, e ao fim de um mês a nova ilha subiu 25 metros acima do nível do mar.

Depois de observar o nascimento da ilha, os autores deste novo estudo, publicado na Geology, revelaram que a sua formação ocorreu em duas etapas principais.

Mudança de estilo

A primeira fase envolveu a libertação repentina de lava quente na água rasa e fria. Um invólucro de vapor foi-se formando rapidamente ao longo das margens da lava, antes desta expandir explosivamente na água e impulsionar dramaticamente gotas derretidas e vidradas para o ar.

Este fenómeno é conhecido como uma erupção “Surtseyan“, em homenagem a uma ilha da Islândia que se formou precisamente seguindo o mesmo caminho em 1963.

No entanto, três dias depois de descobrir a ilha, a Força de Auto-Defesa Marítima Japonesa notou que o estilo da erupção tinha-se alterado.

A ilha agora rompia a superfície e a água não podia mais cair nas aberturas de ventilação cheias de lava. Pontos secos de gás de repente passaram a surgir da montanha em miniatura. Esta fase “Strombolian” da erupção produziu fontes de fogo espetaculares e permitiu que a lava se colocasse sobre a rocha pré-existente.

Em vez de fazer um caminho direto do respiradouro do vulcão para dentro do mar, a lava fez uma rota muito mais estranha. À medida que a lava mais velha arrefecia, formava torções peculiares, colisões, tubos e sulcos na superfície, de modo que a lava mais recente foi forçada para baixo nestas montanhas-russas naturais antes de chegar à água e ao arrefecimento.

Maeno et al. / Geology

A superfície bizarra com tubos e sulcos da nova ilha Nishinoshima

A superfície bizarra com tubos e sulcos da nova ilha Nishinoshima

Ambiente propício para vida

As ilhas siamesas continuaram em atividade vulcânica em 2016. A lava ainda entra esporadicamente em erupção à superfície, criando novas extensões de terra – desde que a erupção começou, cerca de 80 piscinas olímpicas de lava foram produzidas a cada dia.

O mais importante é que a terra vulcânica é extremamente favorável à vida. Como as oliveiras nos arredores do Monte Etna e as densas florestas à volta do Monte Fuji mostram, é possível encontrar exemplos biológicos complexos nos flancos destes “monstros”. Nishinoshima não é exceção, e as aves já estão a fertilizá-lo, sem cerimónias, com o seu cocó e vómito.

NASA

A ilha de Nishinoshima em 1978

A ilha de Nishinoshima em 1978

Portanto, não são só os vulcanólogos que estão fascinados: os biólogos estão à espera para ver que tipo de vida colonizará primeiro este cada vez maior laboratório natural. Isto pressupõe, no entanto, que o vulcão ainda vá crescer rápido o suficiente para evitar ser corroído pelas ondas que estão a rebentar na sua terra recém-nascida.

HypeScience

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

Responder a José Cancelar resposta

Nem senhoras, nem senhores. Japan Airlines vai abolir expressões de género

A habitual saudação "senhoras e senhores" da companhia aérea japonesa vai ser substituída por saudações neutras relativamente ao género como, por exemplo, "bom dia" e "boa noite". Segundo o jornal The Telegraph, a Japan Airlines vai …

Centeno pediu e Marcelo recebeu o governador do Banco de Portugal

Marcelo Rebelo de Sousa recebeu o governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, esta segunda-feira à tarde, a pedido deste. O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, recebeu esta segunda-feira à tarde, no Palácio …

Vila romena reelege autarca que morreu de covid-19 dez dias antes

Os moradores de Deveselu, na Roménia, decidiram prestar uma última homenagem ao presidente da Câmara, nas eleições locais deste domingo, que morreu devido a complicações provocadas pela covid-19 dez dias antes. De acordo com a agência …

Jogador do Rio Ave recusou jogar

Matheus Reis não quis defrontar o Vitória de Guimarães porque quer sair rapidamente de Vila do Conde. Presidente anunciou suspensão do atleta. O Rio Ave apareceu no duelo com o Vitória de Guimarães (0-0) sem Matheus …

António Joaquim entrega recurso no Supremo no caso do homicídio do triatleta

O advogado de António Joaquim, condenado pelo Tribunal da Relação pelo homicídio do triatleta Luís Grilo, entregou, esta segunda-feira, no Supremo Tribunal de Justiça um recurso sobre essa decisão, defendendo a sua revogação e a …

57% dos portugueses diz que a pandemia dificultou acesso à saúde (e mais de 600 mil perderem consultas)

Mais de metade dos portugueses (cerca de 57%) considera que a pandemia dificultou o seu acesso aos cuidados de saúde, sendo a população mais idosa (69%) e os doentes crónicos (70%) quem mais manifesta esta …

“Negacionista e bem raivosa”. Livro de ex-ministro da Saúde revela reação de Bolsonaro à pandemia

O primeiro ministro da Saúde do mandato de Jair Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta, publicou um livro sobre o combate à pandemia no Brasil e revelou que o Presidente teve uma reação “negacionista” e “raivosa”. De acordo …

"É um génio". Futre acredita que João Félix lutará pela Bola de Ouro dentro de pouco tempo

O antigo internacional português e antigo jogador do Atlético de Madrid Paulo Futre acredita que João Felix lutará pela Bola de Ouro dentro de pouco tempo. "É um génio. Cada vez que a bola passa pelos …

Seis novos sauditas indiciados na Turquia pela morte de Khashoggi

Os seis sauditas, indiciados a alguns dias do segundo aniversário do homicídio, não se encontram na Turquia e devem ser julgados à revelia. O procurador de Istambul indiciou, esta segunda-feira, seis novos sauditas suspeitos de …

Expressões neutras e imagens de homens e mulheres. Governo quer militares a usar linguagem inclusiva

O Ministério da Defesa quer que os militares comecem a usar uma linguagem mais inclusiva e menos discriminatória nos documentos e comunicações oficiais, de acordo com uma diretiva enviada Estado-Maior-General das Forças Armadas e aos …