Cientistas desenvolvem “segunda pele” que acaba com as rugas instantaneamente

Melanie Gonick / MIT

-

Cientistas nos Estados Unidos desenvolveram uma película elástica e invisível que pode ser aplicada à pele para melhorar a aparência de olheiras, rugas e pele flácida abaixo dos olhos.

Essa “segunda pele”, aplicada sobre a pele verdadeira, forma uma película que, depois de seca, “imita as propriedades da pele jovem”, refere o estudo publicado esta semana na Nature Materials.

Para já, a película está a ser usada em testes apenas como um produto cosmético.

Os cientistas da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) afirmam que esse polímero invisível poderá ser usado no futuro como protetor solar ou como uma forma de ministrar medicamentos a pacientes através da pele.

A equipa de investigadores testou o protótipo em alguns voluntários aplicando a fórmula na região abaixo dos olhos, nos antebraços e pernas.

O polímero polissiloxano foi sintetizado usando moléculas de silicone e oxigénio. O composto foi criado para imitar a pele humana e fornecer uma camada protetora e permeável.

Elasticidade

Segundo os investigadores, a película temporária mantém a hidratação da pele e ajuda a aumentar a sua elasticidade.

À medida que envelhece, a pele perde firmeza e elasticidade. Num dos testes, a pele foi beliscada durante algum tempo e depois solta, verificando-se quanto tempo demorava para voltar à sua posição normal.

A parte da pele que foi coberta com o polímero XPL (cross-linked polymer layer) ficou mais elástica do que a pele sem a película. A olho nu, a parte com a película parecia mais macia, firme e menos enrugada.

“Há muitos desafios em desenvolver uma segunda pele que seja invisível, confortável e eficaz para manter a hidratação”, afirmou Robert Langer, que liderou o trabalho no MIT.

“É preciso chegar às propriedades óticas certas, ou não vai ter uma boa aparência, e precisa ter as propriedades mecânicas certas, ou não vai ter a força certa e não vai desempenhar seu papel corretamente.”

“Estamos muito animados com as oportunidades que são apresentadas como resultado deste trabalho, e ansiosos para desenvolver mais estes materiais, para melhorar o tratamento a pacientes que sofrem de várias doenças de pele”, acrescentou.

Segundo os investigadores, a película pode ser usada durante todo o dia sem causar irritação e resiste ao suor e à chuva.

Para já, ainda são necessários mais estudos para determinar a eficácia desta segunda pele, e o polímero aguarda aprovação de órgãos reguladores.

Tamara Griffiths, da Associação Britânica de Dermatologistas, afirmou que, apesar dos resultados promissores, ainda é preciso fazer mais testes.

“Os resultados com o polímero parecem ser comparáveis aos de uma cirurgia, mas sem os riscos. É preciso fazer mais pesquisas, mas esta é uma abordagem nova e promissora para um problema comum. Vou acompanhar o seu desenvolvimento com interesse”, afirmou.

ZAP / BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …

Relógio em Nova Iorque mostra o tempo restante para reverter efeitos do aquecimento global

O Metronome, icónico relógio digital de Nova Iorque, deixou de mostrar o tempo do dia-a-dia e mostra agora o tempo restante que o nosso planeta tem para reverter os efeitos do aquecimento global. O relógio digital …