Cientistas descobrem crânio de mamífero do Cretáceo Superior

DR Nature

Vintana sertichi, o mamífero de Gondwana

Vintana sertichi, o mamífero de Gondwana

Uma equipa de cientistas americanos descobriu o crânio de um Gondwanatheria, uma espécie de mamíferos que viveu no período do Cretáceo Superior e dos quais apenas se tinham descoberto dentes.

Segundo um estudo, publicado na revista Nature, investigadores da Universidade Amherst do Massachusetts, nos Estados Unidos, descobriram o crânio num conjunto de rochas de Madagáscar com mais de 66 milhões de anos.

Estes pequenos mamíferos primitivos têm este nome porque viveram no antigo continente Gondwana, que mais tarde deu origem aos atuais territórios da América do Sul, África, Oceânia, India e Antártica.

Gondwana foi um dos continentes que fez parte do supercontinente Pangeia, juntamente com a Laurásia, onde viveram os dinossauros.

Quando a Pangeia se fragmentou, a parte correspondente à Laurásia deu origem à América do Norte, Europa, Ásia e Ártico.

DR Nature

O estudo deste novo fóssil, chamado Vintana, indica que este mamífero tinha dois olhos grandes, bom ouvido e um grande olfato

O estudo deste novo fóssil, chamado Vintana, indica que este mamífero tinha dois olhos grandes, bom ouvido e um grande olfato

A descoberta do crânio de um Gondwanatheria traz uma nova perceção sobre este enigmático mamífero, até agora só conhecido pelos seus dentes e com parecenças com o atual urso-formigueiro.

O estudo deste novo fóssil, chamado Vintana, indica que este mamífero tinha dois olhos grandes, bom ouvido e um grande olfato, ou seja, um animal com os sentidos bem apurados.

A descoberta do crânio completo (exceto a mandibula inferior) ajuda a compreender melhor este animal e a conhecer detalhes sobre a sua aparência e a evolução das suas relações com o meio envolvente.

O crânio encontrado tem 125 milímetros de largura e os autores da descoberta estimam que o corpo do mamífero pesava cerca de nove quilogramas.

Com base na altura e nas características já conhecidas da sua mandibula e dentes, os cientistas admitem que o animal tinha uma dieta mista, que incluía raízes, sementes e frutos secos.

A anatomia de Vintana sugere que os Gondwanatheria se relacionavam com os multituberculados, um grupo de roedores que viveu há mais de 120 milhões de anos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …