Cientistas descobrem crânio de mamífero do Cretáceo Superior

DR Nature

Vintana sertichi, o mamífero de Gondwana

Vintana sertichi, o mamífero de Gondwana

Uma equipa de cientistas americanos descobriu o crânio de um Gondwanatheria, uma espécie de mamíferos que viveu no período do Cretáceo Superior e dos quais apenas se tinham descoberto dentes.

Segundo um estudo, publicado na revista Nature, investigadores da Universidade Amherst do Massachusetts, nos Estados Unidos, descobriram o crânio num conjunto de rochas de Madagáscar com mais de 66 milhões de anos.

Estes pequenos mamíferos primitivos têm este nome porque viveram no antigo continente Gondwana, que mais tarde deu origem aos atuais territórios da América do Sul, África, Oceânia, India e Antártica.

Gondwana foi um dos continentes que fez parte do supercontinente Pangeia, juntamente com a Laurásia, onde viveram os dinossauros.

Quando a Pangeia se fragmentou, a parte correspondente à Laurásia deu origem à América do Norte, Europa, Ásia e Ártico.

DR Nature

O estudo deste novo fóssil, chamado Vintana, indica que este mamífero tinha dois olhos grandes, bom ouvido e um grande olfato

O estudo deste novo fóssil, chamado Vintana, indica que este mamífero tinha dois olhos grandes, bom ouvido e um grande olfato

A descoberta do crânio de um Gondwanatheria traz uma nova perceção sobre este enigmático mamífero, até agora só conhecido pelos seus dentes e com parecenças com o atual urso-formigueiro.

O estudo deste novo fóssil, chamado Vintana, indica que este mamífero tinha dois olhos grandes, bom ouvido e um grande olfato, ou seja, um animal com os sentidos bem apurados.

A descoberta do crânio completo (exceto a mandibula inferior) ajuda a compreender melhor este animal e a conhecer detalhes sobre a sua aparência e a evolução das suas relações com o meio envolvente.

O crânio encontrado tem 125 milímetros de largura e os autores da descoberta estimam que o corpo do mamífero pesava cerca de nove quilogramas.

Com base na altura e nas características já conhecidas da sua mandibula e dentes, os cientistas admitem que o animal tinha uma dieta mista, que incluía raízes, sementes e frutos secos.

A anatomia de Vintana sugere que os Gondwanatheria se relacionavam com os multituberculados, um grupo de roedores que viveu há mais de 120 milhões de anos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Friends: regresso da série está em negociações

De acordo com o The Hollywood Reporter, encontram-se a decorrer negociações que podem levar a uma reunião da série intemporal Friends. Este retorno seria um trunfo exclusivo da plataforma HBO Max, que ainda não foi …

NASA rebatiza Ultima Thule. Antigo nome foi associado ao nazismo

O nome do Ultima Thule deu polémica e a NASA decidiu mudá-lo. A controvérsia surgiu pelo nome dado inicialmente ao mundo gelado do Cinturão de Kuiper estar vinculado à ideologia nazi. O anúncio foi feito esta …

Vídeo mostra orcas a perseguirem tubarões-brancos na África do Sul

O tubarão-branco é visto como o maior predador dos oceanos. Mas um novo vídeo mostra que nem este animal está assim tão seguro, sendo na verdade uma presa para outras espécies. De acordo com o Science …

Descoberta a primeira vespa polinizadora da época dos dinossauros

Uma equipa de cientistas encontrou a primeira vespa polinizadora (prosphex anthophilos), que conviveu com dinossauros há cerca de 100 milhões de anos. O animal foi encontrado num fragmento de resina fossilizada em Mianmar, na Birmânia, segundo …

China está a vender drones assassinos ao Médio Oriente

A China está a vender drones capazes de matar automaticamente, sem necessidade de controlo humano. Os seus principais clientes serão a Arábia Saudita e o Paquistão. Segundo o site Defense One, uma empresa chamada Ziyan está …

Aumento da temperatura pode vir a matar 1,5 milhões de indianos por ano

Se as emissões globais de gases de efeito de estufa não forem interrompidas, cerca de 1,5 milhões de indianos podem vir a morrer anualmente até 2100 devido ao aumento das temperaturas. Os números contam de …

O vencedor do Tour de France, Egan Bernal, pode ter beneficiado de uma vantagem genética

O ponto de viragem da Tour de France deste verão ocorreu no alto de uma montanha nos Alpes franceses. Foi o resultado de anos de treinamento e, de acordo com um estudo divulgado na segunda-feira, …

Mina Chang utilizou uma capa falsa da Time no CV e conseguiu chegar ao Governo de Trump

Mina Chang, vice-secretária adjunta do Gabinete de Operações de Conflitos e Estabilização do Departamento de Estado dos Estados Unidos, mentiu no seu currículo para conseguir alcançar um lugar no Governo de Donald Trump. De acordo com …

Jovem norueguesa controla 450 perfis no Instagram para tentar evitar suicídios

Uma norueguesa de 22 controla 450 perfis privados no Instagram para tentar evitar suicídios, conta a emissora britânica BBC, revelando ainda que a jovem recebeu já o apelido de "salva-vidas" devido ao trabalho que leva …

Espanha vai tentar exumar 31 corpos que se encontram no Vale dos Caídos

As autoridades espanholas vão tentar exumar 31 dos milhares de corpos de pessoas enterradas no Vale dos Caídos, um grande mausoléu onde esteve enterrado o ditador Francisco Franco até ao mês passado. Segundo a agência Associated …