Cidade turca com 12.000 anos prestes a ser devorada por água de uma barragem

A cidade milenária de Hasankeyf, no sudeste da Turquia, tem 12 mil anos e já começou a desaparecer da face da Terra.

Localizado no Vale do Tigre, onde está localizado este sítio arqueológico, que abriga vestígios romanos, bizantinos, otomanos e otomanos, juntamente com quase duzentas aldeias, o enclave será submerso pela inundação da água da barragem de Ilisu, que tem levado ao abandono de seis mil pessoas das suas casas, quase todos curdos.

Os 12.000 anos da história de Hasankeyf já começaram a desaparecer, mas os monumentos foram movidos para salvar-se da chegada das águas, de acordo com a ABC. Por exemplo, o túmulo de Zeynel Bey, construído no século XV, representa os únicos vestígios arqueológicos da tribo Ak Koyunlu, que desenvolveu uma arte muito influenciada pela tradição persa. O Ak Koyunlu mantido uma presença significativa no que é hoje sudeste da Turquia, mas foram derrotados pelos otomanos.

Apesar da resistência de várias plataformas, além de ter sido reconhecido como um dos “7 Patrimónios Históricos mais Ameaçados da Europa”, o governo continuou com os seus planos de construir a barragem perto de Hasankeyf.

A grande maioria dos moradores já se resignou a ter que ver as casas e cavernas onde os seus ancestrais viviam inundadas. A dois quilómetros da atual Hasankeyf, foi construída uma nova cidade para onde se mudarão os moradores.

Durante mais de meio século, a ideia foi abandonada e retomada várias vezes até que a barragem foi finalmente construída. Em 2009, uma campanha internacional patrocinada por inúmeras personalidades turcas conseguiu que várias agências de crédito europeias retirassem o investimento, paralisando o projeto. Mas, em 2011, o governo turco regressou à carga com novos investidores, começando a trabalhar e construindo, do outro lado do rio, os prédios que alojarão os aldeões.

Segundo o Russia Today, a barragem, que faz parte do Projeto Anatólia do Sudeste (GAP), deve gerar cerca de 1.200 megawatts de eletricidade e adicionar 260 milhões de dólares por ano à economia turca. Estima-se que o nível da água começará a afetar Hasankeyf e as suas cidades vizinhas dentro de três meses e que estejam completamente submersas em abril de 2020.

Segundo o relato “ANF”, a Iniciativa Hasankeyf divulgou um comunicado chamado “Não é tarde demais para salvar Hasaknkeyf e o rio Tigre”, onde argumentou que este sítio e o vale do Tigre circundante “são tão importantes historicamente como Éfeso, Troy e Capadócia, e cumprem 9 dos 10 critérios da UNESCO para o local ser considerado Património da Humanidade”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não é turca! Nem os turcos otomanos são sequer daquela zona, são invasores! Por essa razão, muitos deles estão-se nas tintas para estes vestígios. Nada lhes diz! Apenas algumas almas mais nobres lutam pelo patrimomio que pertence à Humanidade, como obtexto refere, coisa que não incomoda o governo islamita da Turquia para quem não existe Historia antes do islão. Além disso, o texto refere que afecta sobretudo populações curdas! Penso estar tudo dito.

    • Nem mais… Especialmente se recordarmos a acção dos turcos sobre o povo Arménio….

      Em todo o caso, desculpar-me-ão. Se formos preservar tudo e mais alguma coisa, qualquer dia não há espaço. E o facto de ficar submerso não implica necessariamente que desapareça. Deixa de estar acessível e à vista… E quiçá assim sobrevive…

Responder a José Cancelar resposta

Rover Mars 2020 vai procurar fósseis microscópicos

Cientistas do rover Mars 2020 da NASA descobriram o que poderá ser um dos melhores locais para procurar sinais de vida antiga na Cratera Jezero, onde o veículo vai pousar no dia 18 de fevereiro …

MP quer passar a ouvir todas as crianças expostas a violência doméstica

A procuradora-geral da República quer que os magistrados do Ministério Público peçam sempre ao juiz de instrução criminal que as crianças expostas a violência doméstica sejam ouvidas em tribunal para memória futura. A procuradora-geral da República, …

Greta Thunberg no Parlamento entre final do mês e início de dezembro

A ativista sueca aceitou participar numa sessão na Assembleia da República, em Lisboa, promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de …

Phineas Fisher. O "hacker fantoche" que está a pagar para piratearem bancos e petrolíferas

Phineas Fisher é um hackers mais infames do mundo e procura agora renovar esse estatuto ao oferecer 100 mil dólares a quem piratear instituições capitalistas, como bancos e empresas petrolíferas. O hacker ficou conhecido após ter …

Conselho Superior da Magistratura arquiva processo disciplinar a Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura decidiu arquivar o processo disciplinar relativo ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal por declarações sobre o sorteio da fase de instrução do processo Operação Marquês. "O plenário de hoje do …

Jardins e complexo de estufas descobertos num dos bunker de Hitler

Um grupo de especialistas descobriu jardins e um complexo de estufas, que serviu para cultivar legumes e frutas, num dos maiores quartéis generais de Adolf Hitler durante a II Guerra Mundial, o bunker conhecido como …

Ataque a Alcochete. Advogados pedem impugnação do auto de notícia da GNR

Uma discrepância nas datas de elaboração e de assinatura do auto de notícia que relata a invasão à academia do Sporting motivou, esta terça-feira, a apresentação de um requerimento de impugnação subscrito por vários advogados. No …

Japão diz que é seguro libertar água radioativa de Fukushima no Pacífico

O Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão afirmou esta segunda-feira que é seguro libertar água contaminada de Fukushima no Oceano Pacífico, de acordo com o jornal local Japan Today. A central nuclear, recorde-se, sofreu …

Dez autarcas e quatro clubes entre os 68 acusados na operação Ajuste Secreto

O Ministério Público da Feira deduziu acusação contra 68 arguidos, incluindo dez autarcas e ex-autarcas, quatro clubes desportivos e os seus respetivos presidentes, no âmbito da operação "Ajuste Secreto". Numa nota publicada no seu site oficial, …

Poluição do ar em Sydney entre as 20 piores do mundo devido aos incêndios

A poluição do ar em Sydney, a maior cidade da Austrália com mais de cinco milhões de habitantes, está hoje entre as 20 piores do mundo devido ao fumo dos incêndios no leste do país. "Sydney, …