CIA ajudou forças militares afegãs a cometer atrocidades equivalentes a crimes de guerra

A organização não-governamental Human Rights Watch (HRW) denunciou esta quinta-feira que a Agência Central de Informações dos Estados Unidos (CIA) apoiou as forças militares afegãs a cometer execuções sumárias e outros abusos graves sem que tenha sido questionada.

No relatório “Eles mataram muitos assim’: ataques noturnos abusivos das forças militares afegãs apoiadas pela CIA”, divulgado esta quinta-feira, a HRW revela que esses efetivos mataram ilegalmente civis durante operações noturnas, levaram à força detidos e atacaram instalações de saúde por alegadamente tratar combatentes rebeldes.

Segundo a HRW, citada pela agência Lusa, as vítimas civis desses ataques e operações aéreas “aumentaram dramaticamente nos últimos dois anos”.

O relatório, de 50 páginas, documenta 14 casos, do final de 2017 e meados de 2019, em que as forças de ataque afegãs apoiadas pela CIA cometeram abusos graves, alguns equivalentes a crimes de guerra.

Para a HRW, os Estados Unidos (EUA) devem trabalhar com o Governo afegão para “desmantelar e desarmar imediatamente todas as forças paramilitares que operam fora da cadeira de comando militar comum” e “cooperar com investigações independentes de todas as alegações de crimes de guerra e outros abusos dos direitos humanos”.

“Ao intensificar as operações contra os talibãs, a CIA permitiu que forças afegãs abusivas cometessem atrocidades, incluindo execuções extrajudiciais e desaparecimentos”, alertou Patricia Gossman, diretora associada da HRW na Ásia e autora do relatório.

“Caso após caso, essas forças simplesmente mataram pessoas sob custódia e entregaram comunidades inteiras ao terror de ataques noturnos abusivos e ataques aéreos indiscriminados”, acrescentou Patricia Gossman.

O relatório baseia-se em entrevistas com 39 residentes locais e outras testemunhas de ataques noturnos nas províncias de Ghazni, Helmand, Cabul, Kandahar, Nangarhar, Paktia, Uruzgan, Wardak e Zabul, bem como com grupos afegãos de direitos humanos que documentaram essas operações.

Mutalib Sultani / EPA

Em muitas das operações noturnas investigadas pela HRW, forças de ataque atacaram civis por causa de identidade equivocada, falta de informação ou ainda por rivalidade política na localidade.

“Os governos dos EUA e do Afeganistão devem cooperar com investigações independentes sobre essas alegações”, apelou a autora do relatório.

“Estes não são casos isolados, mas ilustrativos de um padrão maior de violações graves das leis de guerra – e até crimes de guerra – por essas forças paramilitares”, sublinhou Patricia Gossman.

No relatório, a ONG de defesa dos direitos humanos explicou que as forças talibãs cometeram frequentemente violações das leis de guerra e abusos dos direitos humanos, incluindo ataques indiscriminados que mataram e feriram inúmeros civis.

“O Governo afegão deve investigar imparcialmente todas as alegações de abuso das forças de segurança afegãs, processar os responsáveis por crimes de guerra e abusos graves e desmantelar e desarmar forças paramilitares que operam fora das cadeias normais de comando”, indica o relatório da HRW.

Já o “Governo dos EUA deve investigar qualquer pessoa dos EUA envolvido nesses abusos, processar os responsáveis por crimes de guerra e deixar de apoiar as forças afegãs que foram responsáveis por violações graves”, reforça a HRW.

“As forças afegãs apoiadas pela CIA, caso após caso, ignoraram as proteções às quais civis e detidos têm direito e cometeram crimes de guerra”, indicou Patricia Gossman. “Os Governos dos EUA e do Afeganistão devem acabar com esta patologia e desmantelar todas as forças irregulares”, concluiu a autora do relatório.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ora bem; o cidadão mundial estava à espera de quê? Naquela grande região, ninguém lá ganhou nada. Porque é que a USA tinha que arrastar a OTAN para um conflito perdido à nascença? Leitores, Lembrem-se de uma pequena história.
    Nem Alexandre O Grande lá passou.
    E já agora uma agulhada, guerras, sozinhos, só contra Granada que venceram.

RESPONDER

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …

Covid-19. México investiga mercado negro de atestados de óbito falsos

As autoridades da Cidade do México anunciaram que estão a investigar um suposto mercado negro de atestados de óbito relacionado com a covid-19, no dia em que o país registou 625 mortes nas últimas 24 …

Astrónomos descobrem "réplica" do Sol e da Terra a três mil anos-luz

O que diferencia esta descoberta de outros exoplanetas parecidos com a Terra é que a sua estrela tem uma semelhança impressionante com o nosso Sol. Entre os dados da missão Kepler, uma equipa de investigadores identificou …

Sem romarias e festas, milhares de famílias estão a entrar em falência

Milhares de famílias cujo rendimento depende das romarias e festas populares estão a atravessar sérias dificuldades económicas. Os prejuízos ultrapassam os 50 milhões de euros. A suspensão das festas populares e romarias religiosas em todo o …

Corpo de Maria Velho da Costa ficou 11 dias na morgue. Filho critica MP e fala em "massacre psicológico"

Os restos mortais da escritora Maria Velho da Costa, que faleceu a 23 de Maio, ficaram no Instituto de Medicina Legal, em Lisboa, durante 11 dias, sem que a família tivesse conhecimento de que já …

"Vocês são uns ingratos". Vieira arrasa equipa após empate com o Tondela

Luís Filipe Vieira foi ao balneário falar com os jogadores após o empate com o Tondela. O presidente benfiquista mostrou-se irritado e acusou os futebolistas de ingratidão. Depois do empate do SL Benfica com o CD …