Principal suspeito do desaparecimento de Maddie terá sido agredido em tribunal

O principal suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann terá sido agredido, esta segunda-feira, enquanto esperava para ser ouvido em tribunal.

De acordo com o jornal online Observador, que cita o advogado Friedrich Fuscher, Christian Brueckner terá sido agredido enquanto esperava para ser ouvido em tribunal no âmbito de um processo relacionado com tráfico de drogas, pelo qual está a cumprir pena.

Fuscher declarou que Brueckner, que é atualmente o principal suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann, foi transportado para o hospital com duas costelas partidas.

O advogado alegou que o seu cliente foi agredido por funcionários que o acompanhavam e afirmou que vai avançar com uma ação judicial. Já o tribunal de Braunschweig, por sua vez, garante que o suspeito apenas “caiu” enquanto esperava na cela.

O caso Maddie sofreu uma aceleração inaudita no início de junho, com a identificação de Christian Brueckner como suspeito da morte da menina inglesa, que estava de férias com os pais quando desapareceu à hora de jantar do quarto onde dormia.

No mesmo mês, o procurador de Brunswick assegurou ter “provas ou factos concretos” que suportam a convicção da morte de Maddie, mas não “provas médico-legais”.

Brueckner nega qualquer implicação no desaparecimento de Maddie. No final de julho, a polícia alemã fez buscas num jardim perto de Hanover, onde o suspeito chegou a residir com uma caravana.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.