China ratifica tratado de extradição com Turquia. Uigures alertam para “pânico”

China anunciou a ratificação de um tratado de extradição com a Turquia, acordo que Pequim quer utilizar para acelerar o regresso de alguns uigures suspeitos de “terrorismo” e refugiados em território turco.

Embora o parlamento turco ainda não tenha ratificado este acordo bilateral assinado em 2017, a decisão deve suscitar inquietude junto da diáspora uigur (estimada em 50 mil pessoas) na Turquia.

A Turquia tem laços linguísticos e culturais com os uigures, muçulmanos que falam uma língua turca. Ancara foi durante muito tempo um dos principais defensores da sua causa a nível internacional, antes de se tornar mais discreta.

A China lançou na sua região do Xinjiang (noroeste) uma política de vigilância máxima dos uigures, após numerosos atentados contra civis que Pequim atribuiu ao movimento separatista uigur.

Segundo especialistas estrangeiros, as autoridades chinesas internaram em campos pelo menos um milhão de pessoas, em particular uigures. Pequim refere-se-lhes como “centros de formação profissional” para ajudar a população a encontrar um emprego e assim afastá-la do extremismo.

Considerando-se vítimas de perseguição, alguns uigures fugiram para a Turquia.

O tratado de extradição ratificado prevê, no entanto, vários motivos de recusa para o pedido: se o Estado ao qual for apresentado acreditar que está ligada a um “crime político”, se o visado for um dos seus cidadãos ou se a pessoa em causa beneficiar do direito de asilo.

“Este tratado de extradição causará pânico entre os uigures que fugiram da China e que ainda não têm cidadania turca”, declarou à agência France Presse Dilxat Raxit, porta-voz do Congresso Mundial Uigure, organização de exilados baseada na Alemanha.

“Apelamos ao Governo turco (…) que impeça que este tratado se torne um instrumento de perseguição”, disse, assegurando que Pequim exerce uma pressão económica sobre a Turquia para que ratifique o tratado.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Prosecco ou prošek? A batalha da UE entre Itália e Croácia por causa de vinho

Prosecco é provavelmente o vinho italiano mais famoso, mas por trás da efervescência deste néctar, a Itália está numa grande disputa sobre se a Croácia pode vender um vinho de sobremesa com o nome de …

China vai limitar abortos. E nada tem a ver com saúde

A China vai reduzir o número de abortos realizados por motivos que não estejam relacionados com a saúde, anunciou o governo esta segunda-feira, avançando que serão também criadas medidas para evitar a gravidez indesejada. As autoridades …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: SL7, arte e paciência

Líder soma e segue. Leões e dragões vencem à justa. As frases e os números da semana. Visto da Linha de Fundo. Líder reina no castelo Vitória SC 1 (Bruno Duarte 78', g.p.) – SL Benfica …

"Atropelamento e fuga." Terra e Vénus cresceram como planetas rebeldes

Planetas como a Terra e Vénus, que residem dentro de Sistemas Solares, são fruto de repetidas colisões. Esta conclusão desafia os modelos convencionais sobre a formação de planetas. Investigadores do Laboratório Lunar e Planetário (LPL) da …

A origem do "Gigante de Segorbe" pode finalmente ter sido esclarecida

Um novo estudo revela que a origem do "Gigante de Segorbe" pode ser bastante mais complexa daquilo que se pensava. O "Gigante de Segorbe", como é conhecido, foi um indivíduo encontrado por arqueólogos numa necrópole islâmica …

Instagram suspende planos de uma versão da aplicação para crianças

Para já, a empresa ainda não fez se se trata de um abandono temporário ou definitivo. Tempestade mediática em torno da influência das redes sociais na saúde mental dos jovens, sobretudo raparigas, pode ter influenciado …

Com todos os votos contados, PS vence com pior resultado que em 2013 e PSD conquista 113 câmaras

PS continua a ser o partido com mais representação autárquica em Portugal, apesar de cair para números anteriores à liderança de António Costa. PSD recupera das hecatombes de 2013 e 2017. Quase 24 horas depois após …

Presidente sul-coreano admite proibir consumo de carne de cão

O Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, admitiu, esta segunda-feira, a possibilidade de proibir o consumo de carne de cão, costume que se tornou "uma vergonha internacional", segundo fonte do seu gabinete. "Não terá chegado …

Pelo menos 24 países criaram novas leis para controlar o conteúdo na Internet, revela relatório

Autoridades de pelo menos 24 países, incluindo os Estados Unidos (EUA), estabeleceram novas regras que determinam o tratamento dos conteúdos por parte das plataformas 'online', concluiu um relatório da Freedom House. No seu relatório anual, intitulado …

Exames nacionais e provas de aferição deverão “retomar a normalidade” este ano

Depois de dois anos letivos condicionados pela pandemia da covid-19, o Governo está apostado em retomar, entre outras formas de avaliação, a obrigatoriedade de exames nacionais nas disciplinas de conclusão do ensino secundário. Os exames nacionais …