China está a recrutar espiões através das redes sociais. LinkedIn é a ferramenta preferida

A China está a usar as redes sociais, principalmente o LinkedIn, para recrutar espiões no estrangeiro. As agências de espionagem emitiram alertas após milhares de funcionários governamentais nos Estados Unidos (EUA), Reino Unido, Alemanha e França terem sido sondados através das redes sociais para se tornarem espiões nos países de origem a comando da China.

Segundo revelou o New York Times, citado pela Rádio Observador esta quarta-feira, o LinkedIn é a ferramenta preferida dos funcionários governamentais chineses para procurar novos espiões porque muitos utilizadores estão à procura de novos empregos e disponíveis para trabalhar no estrangeiro.

Além disso, como recordou o jornal norte-americano, entre as redes sociais mais utilizadas do mundo, esta é a única que não está bloqueada na China e que pode ser utilizada livremente no país.

Foi através dessa ferramenta que um antigo oficial da administração Obama que trabalhava na área das políticas estrangeiras recebeu uma mensagem sugerindo que visitasse a China para trabalhar em “oportunidades bem pagas”, soube o jornal.

Um antigo oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros na Dinamarca também recebeu uma proposta que parecia ser de uma mulher. Mas, depois de viajar para a China, foi recebido por três homens que lhe prometiam “um bom acesso ao sistema chinês”.

Aceitar este tipo de propostas constitui um crime. Em maio deste ano, um antigo funcionário da Defense Intelligence Agency (DIA) e da Central Intelligence Agency (CIA) foi condenado a 20 anos de prisão nos EUA por espionagem a favor da China. O mesmo foi recrutado através do LinkedIn, depois de, em fevereiro de 2017, ter respondido a uma mensagem vinda da China nessa rede social.

Em declarações ao New York Times, o LinkedIn confirmou que tem uma equipa dedicada a identificar e apagar as contas com propósitos de recrutamento desta natureza: “Aplicamos as nossas políticas, que são muito claras. A criação de uma conta falsa ou atividade fraudulenta com a intenção de enganar ou mentir aos nossos membros é uma violação dos nossos Termos de Serviço”, comentou Nicole Leverich, porta-voz da rede social.

A notícia surge na mesma semana em que as maiores redes sociais – Facebook, Twitter e YouTube – confirmaram a eliminação de centenas de contas geridas por funcionários do governo chinês que se dedicavam a espalhar informações falsas sobre os protestos em Hong Kong. Foi a primeira vez que estas companhias admitiram ter apagado contas chinesas por disseminação de informações falsas.

Taísa Pagno TP, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Polícia sueca investiga ataque à faca e aponta para "motivações terroristas"

A polícia sueca fez buscas no apartamento do homem que esfaqueou sete pessoas no país, na quarta-feira, informando que há pormenores na investigação que apontam para motivações terroristas. Segundo avançou esta quinta-feira o Público, a polícia …

Advogados apontam falhas à investigação da morte de Giovani Rodrigues

Alguns advogados de defesa dos acusados do homicídio de Giovani Rodrigues apontaram, esta quarta-feira, falhas à investigação, desde o apuramento dos factos à condição clínica, com a revelação de que o jovem foi também vítima …

Dia com menos mortes desde 28 de outubro. Mais 830 novos casos

Há mais 830 casos de covid-19 em Portugal. A Direção-Geral da Saúde indica que há agora 1708 doentes com covid-19 internados, menos 119 do que na quarta-feira. O número de doentes nos cuidados intensivos está …

Concelhia do PSD/Sintra tenta contornar Santana (e já aprovou um nome)

Enquanto a direção nacional do PSD tenta convencer Pedro Santana Lopes, a estrutura do PSD/Sintra aprovou o nome de António Pinto Pereira como candidato. Esta quarta-feira, a concelhia do PSD/Sintra aprovou o nome de António Pinto …

TAP com novo voo do Brasil para Portugal a 11 de março

A Embaixada de Portugal em Brasília anunciou, esta quarta-feira, que se irá realizar, a 11 de março, um novo voo entre São Paulo e Lisboa, em "condições inteiramente idênticas" às da viagem de repatriamento ocorrida …

Campos de reeducação servem para reduzir o número de uigures, diz estudo chinês

Um relatório chinês confirma que os campos de reeducação para onde o Governo envia os uigures da província de Xinjiang têm como objetivo diminuir a população uigur. O documento foi publicado acidentalmente online Depois de uma …

Merkel cede e aceita levantamento progressivo das medidas. França estima que situação melhore em abril

A chanceler alemã, Angela Merkel, aceitou na quarta-feira um levantamento progressivo das restrições contra a pandemia na Alemanha, cedendo a um descontentamento crescente na opinião e no próprio governo a sete meses das eleições legislativas. Ao …

Não tem de "haver culpados" no incêndio que matou cães em Santo Tirso, diz Governo

A secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, defendeu ontem que “não tem de haver culpados” no incêndio de julho de 2020 que vitimou mais de 70 animais em dois abrigos ilegais em Santo …

Diagnóstico de grupo de peritos confirma cenário negro na Saúde Pública

A Comissão para a Elaboração da Proposta de Reforma da Saúde Pública e Sua Implementação pinta um retrato negro do estado da Saúde Pública em Portugal. Em fevereiro do ano passado, a ministra Marta Temido nomeou …

"Raciocínio Neandertal". Biden critica fim das máscaras obrigatórias no Texas

O Presidente norte-americano criticou, esta quarta-feira, a decisão do governador do Texas de acabar com a obrigatoriedade de utilização de máscara, classificando-a de "raciocínio Neanderthal". "Estamos à beira de ser capazes de mudar fundamentalmente a natureza …