China está a recrutar espiões através das redes sociais. LinkedIn é a ferramenta preferida

A China está a usar as redes sociais, principalmente o LinkedIn, para recrutar espiões no estrangeiro. As agências de espionagem emitiram alertas após milhares de funcionários governamentais nos Estados Unidos (EUA), Reino Unido, Alemanha e França terem sido sondados através das redes sociais para se tornarem espiões nos países de origem a comando da China.

Segundo revelou o New York Times, citado pela Rádio Observador esta quarta-feira, o LinkedIn é a ferramenta preferida dos funcionários governamentais chineses para procurar novos espiões porque muitos utilizadores estão à procura de novos empregos e disponíveis para trabalhar no estrangeiro.

Além disso, como recordou o jornal norte-americano, entre as redes sociais mais utilizadas do mundo, esta é a única que não está bloqueada na China e que pode ser utilizada livremente no país.

Foi através dessa ferramenta que um antigo oficial da administração Obama que trabalhava na área das políticas estrangeiras recebeu uma mensagem sugerindo que visitasse a China para trabalhar em “oportunidades bem pagas”, soube o jornal.

Um antigo oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros na Dinamarca também recebeu uma proposta que parecia ser de uma mulher. Mas, depois de viajar para a China, foi recebido por três homens que lhe prometiam “um bom acesso ao sistema chinês”.

Aceitar este tipo de propostas constitui um crime. Em maio deste ano, um antigo funcionário da Defense Intelligence Agency (DIA) e da Central Intelligence Agency (CIA) foi condenado a 20 anos de prisão nos EUA por espionagem a favor da China. O mesmo foi recrutado através do LinkedIn, depois de, em fevereiro de 2017, ter respondido a uma mensagem vinda da China nessa rede social.

Em declarações ao New York Times, o LinkedIn confirmou que tem uma equipa dedicada a identificar e apagar as contas com propósitos de recrutamento desta natureza: “Aplicamos as nossas políticas, que são muito claras. A criação de uma conta falsa ou atividade fraudulenta com a intenção de enganar ou mentir aos nossos membros é uma violação dos nossos Termos de Serviço”, comentou Nicole Leverich, porta-voz da rede social.

A notícia surge na mesma semana em que as maiores redes sociais – Facebook, Twitter e YouTube – confirmaram a eliminação de centenas de contas geridas por funcionários do governo chinês que se dedicavam a espalhar informações falsas sobre os protestos em Hong Kong. Foi a primeira vez que estas companhias admitiram ter apagado contas chinesas por disseminação de informações falsas.

TP, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

PCP quer Costa no Parlamento de 15 em 15 dias (e não vai contribuir para acabar com os debates quinzenais)

O PCP não concorda que será o fim da democracia caso os debate quinzenais passem a mensais. No entanto, não vai contribuir para acabar com este modelo. Ao Expresso, o deputado comunista António Filipe Duarte garantiu …

"Espero contar tudo o que sei". Cientista chinesa fugiu da China para alertar que "não temos muito tempo"

A virologista chinesa Li-Meng Yan, que fugiu para os Estados Unidos, deu uma segunda entrevista à Fox News, na qual alertou que "não temos muito tempo".   Li-Meng Yan, especialista em virologia e imunologia, era uma …

Galp perde 60 milhões de euros em negócios não autorizados

A Galp perdeu 60 milhões de euros em negócios não autorizados com licenças de CO2. A petrolífera já avançou com ações disciplinares e uma auditoria. A Galp informou que foram identificadas transações, não autorizadas pela empresa, …

"Bandeira vermelha". Tóquio em alerta máximo após aumento de novas infeções

A capital do Japão, Tóquio, com 14 milhões de habitantes, está no nível mais alto de alerta para o novo coronavírus após um aumento dos casos registados. “Os especialistas disseram-nos que a situação das infeções está …

Operação Saco Azul. Empresas "zombie" terão desviado 1,8 milhões do Benfica

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e a SAD do clube lisboeta foram constituídos arguidos pelo crime de fraude fiscal, no âmbito da operação ‘saco azul’, confirmou esta terça-feira à agência Lusa fonte oficial …

Maçãs com preços em alta, menos vinho e cerveja a estragar-se (os efeitos da pandemia)

A pandemia de covid-19 está a levar milhares de litros de cerveja a estragar-se, enquanto os produtores de vinho temem uma quebra na produção e, logo, nos lucros. Enquanto isso há menos maçãs e mais …

TAD anula sanção de cinco jogos à porta fechada ao Benfica

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) deu provimento ao recurso do Benfica e revogou a sanção de cinco jogos à porta fechada imposta pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ao clube, pelo apoio prestado a …

Costa vira à esquerda, mas Catarina Martins diz que "não pode ser só conversa"

Esta quarta-feira, António Costa lança as negociações para o Orçamento do Estado para 2021 com os partidos que, até aqui, foram seus aliados. O primeiro-ministro insiste que o caminho da sua governação passa por entendimentos à …

No novo ano letivo, a Educação Física continua a ser maior incógnita

No início de julho, o Ministério da Educação anunciou algumas orientações sobre o próximo ano letivo que não contemplavam a Educação Física e o futuro da disciplina continua a ser uma incógnita.  Nas escolas, a falta …

FC Porto já só sonha com o título, mas Amorim não faz vida fácil aos "dragões"

O FC Porto só precisa de empatar com o Sporting CP para ser campeão. Rúben Amorim quer estragar a festa dos portistas, embora não lhe interessem quer acabe por vencer o campeonato. O SL Benfica manteve …