Charlie Hebdo vai lançar edição especial para marcar um ano de atentado

France Diplomatie

A "Marcha Republicana" reuniu mais de 1 milhão de pessoas em Paris contra o atentado ao Charlie Hebdo

O jornal satírico francês anunciou esta quinta-feira que vai lançar uma edição especial para assinalar o primeiro ano depois do atentado à sua redação em janeiro passado, que provocou 12 mortos.

Naquele que é o último dia do ano de 2015, o Charlie Hebdo aproveitou para anunciar que a 6 de janeiro, véspera do primeiro aniversário do atentado, vai lançar uma edição especial para assinalar a data.

Com 32 páginas, esta edição, com quase um milhão de exemplares, vai ter uma seleção de caricaturas dos cartoonistas que morreram no ataque e dos que atualmente integram a redação, assim como mensagens de apoio.

Este gesto pretende assinalar o atentado à redação da publicação em janeiro passado, quando dois homens armados provocaram a morte de 12 pessoas. Este ataque ocorreu depois do jornal satírico ter publicado um número no qual o protagonista era o profeta Maomé.

O Charlie Hebdo afirmou que já recebeu muitas encomendas deste número especial por parte de outros países, nos quais se inclui a Alemanha com um pedido de 50 mil exemplares.

Este anúncio ocorre num momento em que o continente europeu vive em constante receio por causa da ameaça terrorista levada a cabo pelo Estado Islâmico, sobretudo depois dos ataques em Paris.

Bruxelas, por exemplo, já cancelou as festas previstas para celebrar a passagem de ano, devido à possibilidade de um eventual atentado na capital.

ZAP / ABr

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Em vez de acabarem logo com essa estúpidez das provocações, não… depois queixem-se. Se não respeitam como é que querem ser respeitados !!! Provoquem e depois esperem pelas consequencias… pelos vistos têm gostado… grandes estúpidos !

  2. Sim senhor, muito bem, estão no caminho certo e se me perguntarem se eu tenho pena?, posso dizer com toda a certeza que nenhuma se voltar a acontecer o que aconteceu, porque agora está bem claro quem é o provocador, só tenho pena que venham a morrer muitos mais do que aqueles que já morreram, eu sabia que os franceses eram estúpidos, só não sabia o quanto, sem mais.

  3. José Mariano, valeu, estou de acordo, à muito palhaço na net e a nível mundial que deveria ler essa página primeiro e depois! doar eurinhos para encher os bolsos de quem foi e é culpado do que aconteceu e do que venha a acontecer novamente, os meus cumprimentos.,

RESPONDER

Governo está a preparar contestação de providência cautelar sobre Zmar

O ministro da Administração Interna afirmou hoje que já está a ser preparada a contestação à providência cautelar que suspende a requisição civil das casas do complexo Zmar, adiantando que o Ministério não foi ainda …

Subsídio europeu de 150 euros mensais para tirar 5 milhões de crianças da pobreza severa

Arrancou nesta sexta-feira, no Porto, a Cimeira Social promovida pela presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Um momento que o ex-ministro Pedro Marques aproveita para lançar a ideia de um novo apoio social de …

Banca empresta 475 milhões para Fundo de Resolução pagar ao Novo Banco

O sindicato bancário, composto por sete bancos, vai proceder ao financiamento do Fundo de Resolução para este cumprir a injeção de capital no Novo Banco já na próxima semana. O Jornal Económico avança, esta sexta-feira, que …

China suspende "diálogo económico" com a Austrália e denuncia "mentalidade de Guerra Fria"

Esta quinta-feira, o Governo chinês anunciou a suspensão "por tempo indefinido" de todas as atividades realizadas no âmbito da iniciativa "Diálogo Económico Estratégico China-Austrália". As relações entra a China e o ocidente estão cada vez mais …

Bolsonaro diz ter tido sintomas de reinfeção. China acusa-o de "politizar" novo coronavírus

O Presidente do Brasil admitiu na quinta-feira que teve sintomas de reinfeção pelo novo coronavírus "há poucos dias" e afirmou que tomou ivermectina, fármaco sem comprovação científica contra a covid-19. As declarações de Jair Bolsonaro foram …

"É fácil despedir". PCP quer mudar regime de despedimento coletivo e extinção de postos de trabalho

O PCP vai entregar na Assembleia da República esta sexta-feira um projeto de lei que visa limitar os despedimentos coletivos e a extinção de postos de trabalho, eliminando o despedimento por inadaptação. O objetivo do partido …

Páginas ocultas do PRR revelam "reedição da troika" na reforma aos hospitais

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) prevê uma concentração das urgências da Grande Lisboa e Grande Porto, cortes nos gastos e uma gestão dos hospitais mais vigiada com imposição de objetivos financeiros. O jornal Expresso …

Já há uma explicação científica para as "dunas" do céu do Norte

Um ano depois da sua observação, as auroras de dunas, ou auroras boreais em forma de duna, já possuem confirmação e explicação científica. A aurora boreal nasce quando as partículas carregadas expelidas pelo Sol, como eletrões, …

Praia. Desporto e equipamentos de lazer vão ter regras novas

O Governo aprovou esta quinta-feira as regras de acesso e ocupação das praias durante a época balnear, com alterações em relação ao ano passado ao nível da atividade desportiva no areal e da utilização de …

Bastião trabalhista derrotado. Conservadores conseguem vitória na "muralha vermelha" britânica

Os conservadores conseguiram derrubar o domínio trabalhista do círculo de Hartlepool. Jill Mortimer venceu com mais de 50% dos votos e ajudou a reforçar a maioria de Boris Johnson, primeiro-ministro britânico. O antigo deputado trabalhista Mike …