Certas pessoas têm um sexto sentido para detetar doenças nos outros

Os seres humanos podem ter uma capacidade inerente de detetar pessoas doentes através pistas visuais extremamente subtis. Segundo um novo estudo, esta habilidade poderia atuar como uma defesa comportamental contra doenças, limitando o risco de contaminação.

De acordo com um estudo, publicado esta semana na Proceedings of the Royal Society B, algumas pessoas têm a capacidade de detetar pessoas doentes a partir de dicas visuais extremamente subtis. Esta competência poderia servir de escudo contra doenças, limitando o contacto físico ou o risco de contaminação.

“A capacidade de detetar pessoas doentes pode permitir que as outras pessoas evitem ficar perto do doente, minimizando o risco de adoecer se a pessoa for portadora de doenças contagiosas”, explica John Axelsson, neurologista da Universidade de Estocolmo, na Suécia, e principal autor do estudo.

As pessoas captam sinais quase invisíveis de que o corpo do doente está a lutar para recuperar da patologia. Entre estes sinais podemos destacar a palidez, o inchaço facial, os cantos dos olhos avermelhados, o suor e o canto da boca caído.

De acordo com Axelsson, esta capacidade é inerente ao ser humano, e é sensível o suficiente para detetar pistas simples em fotografias de pessoas doentes, embora o estudo tenha provado que nem sempre isso acontece.

Segundo o Science Alert, estudos anteriores comprovam que demonstrações exageradas dos sintomas do problema de saúde causam uma certa ansiedade a quem observa, mas, até agora, nenhum outro estudo provou que efeitos têm os sinais subtis de um paciente.

O estudo da Universidade de Estocolmo testou a reação, recrutando 16 pessoas saudáveis, com idades compreendidas entre os 19 e os 34 anos, e dividindo-as em dois grupos distintos.

O primeiro grupo recebeu uma injeção da bactéria Escherichia coli, que causa uma rápida resposta inflamatória, provocando sintomas de mal-estar. Já o segundo recebeu placebo.

Antes e duas horas depois do teste, os 16 indivíduos foram fotografados. O objetivo era tirar duas fotografias aos participantes: a primeira, aparentemente saudáveis, e a segunda na qual pareciam doentes.

Um outro grupo, composto por 62 pessoas, analisou as fotografias (no seu total, 32) e classificou as pessoas como doentes ou saudáveis.

Entre as 2.945 classificações das 32 pessoas, 41% das imagens foram identificadas como pessoas com mal-estar (longe dos 50% que deveriam ter sido registados), mas entre as 1.215 classificações de pessoas doentes, apenas 775 estavam corretas . As restantes 440 classificações estavam incorretas.

“Os humanos são apenas semi-precisos“, disse Mark Schaller, psicólogo da Universidade da Colúmbia Britânica, que não participou no mais recente estudo.

Em suma, 13 das 16 pessoas doentes foram identificadas (81%). Mas, apesar de ser um bom resultado, algumas das características faciais podem simplesmente coincidir com as de uma pessoa triste ou cansada, por isso, os autores concluiram que as dicas visuais não são suficientes para afirmar que alguém está doente.

“Esta constatação suporta a ideia de que os humanos têm a habilidade de detetar sinais de doença na fase inicial, depois da exposição ao agente infecioso”, concluem os autores no artigo.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Fora de brincadeiras, até pelo olfacto conjugado com a análise visual se pode descobrir que tem alguma doença, não sabemos é qual..!

RESPONDER

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …