Divulgada lista das 236 escolas que vão poder escolher como ensinar os alunos

holtsman / Flickr

O projeto-piloto que pretende dar mais flexibilidade curricular arranca no próximo ano letivo e abrange 171 escolas públicas, 61 privadas e quatro escolas portuguesas no estrangeiro.

Segundo o Público, a partir do próximo ano letivo, cerca de 230 escolas portuguesas vão fazer parte de um projeto-piloto de flexibilidade curricular proposta pelo Ministério da Educação.

Deste número, 171 são escolas públicas (cerca de 20% da oferta existente), 61 do ensino privado e quatro estabelecimentos (dos sete) de ensino português no estrangeiro.

A ideia é que este novo modelo só seja aplicado no primeiro ano de cada ciclo de escolaridade, ou seja, no 1.º, 5.º, 7.º e 10.º anos. Às escolas, escreve o jornal, foi deixada a decisão de fixar quantas turmas destes anos irão participar neste projeto.

As escolas que vão inaugurar esta flexibilidade curricular têm apenas uma obrigação: integrar duas novas áreas que são Cidadania e Desenvolvimento e Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

Uma das possibilidades será a fusão de disciplinas em áreas disciplinares, em que dois ou mais professores “trabalham em equipa”, dando as aulas individualmente ou em conjunto.

As escolas podem ainda optar por transformar disciplinas anuais em semestrais e os alunos do 10.º ano terão a possibilidade de trocar uma certa disciplina do seu curso por outra de um curso diferente.

Ao diário, Jorge Ascenção, presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais, mostrou-se “apreensivo” pelo facto de nem o Ministério nem as escolas estarem a informar os encarregados de educação sobre quem será abrangido por estas mudanças.

Os pais têm o direito de saber o que vai acontecer no próximo ano letivo e isso não está a acontecer”, afirmou.

Esta sexta-feira, a Direção-Geral da Educação (DGE) publicou a lista das escolas abrangidas neste projeto.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

ONU prepara projeto contra reconhecimento pelos EUA de Jerusalém como capital de Israel16

Um projeto de resolução contra o reconhecimento pelos Estados Unidos de Jerusalém como capital de Israel está a ser preparado na ONU para demonstrar o isolamento dos norte-americanos no Conselho de Segurança. Os Estados Unidos da …

Último aviso da Cassini: se for a Saturno, leve guarda-chuva

Se está a pensar fazer uma viagem até Saturno deixamos um conselho: não se esqueça do guarda-chuva. Cientistas norte-americanos descobriram recentemente que os anéis de Saturno podem produzir uma espécie de chuva. A sonda Cassini viveu …

A bebé que nasceu com o coração fora do corpo sobreviveu

Uma bebé que nasceu com o coração fora do peito superou as expectativas que lhe davam menos de 10% de possibilidades de sobrevivência, e ultrapassou três cirurgias para resolver esta rara condição cardíaca. Vanellope Hope Wilkins …

Vieira da Silva implicado no escândalo Raríssimas

Paula Brito e Costa quis criar uma fundação, com o intuito de reforçar os seus poderes na associação Raríssimas. O pedido teve um parecer negativo, mas isso não a impediu de assinar um protocolo como …

PS contraiu mais um empréstimo e já deve 9 milhões de euros à banca

O PS contraiu, há cerca de duas semanas, mais um empréstimo bancário para fazer face às dificuldades financeiras que vem atravessando. O partido tem uma dívida à banca que ronda os 9 milhões de euros. A …

Casa dos Marcos corre o risco de fechar por falta de acesso às contas bancárias

Os trabalhadores da "Raríssimas" avisam que a associação está em risco de fechar por falta de acesso às contas bancárias e apelam ao primeiro-ministro para que envie uma direção idónea para permitir o seu funcionamento. A …

Rui Rio recebe 21 mil euros por ano da Ordem dos Contabilistas

Desde 2013, Rui Rio recebeu 1500 euros brutos mensais como vice-presidente da Assembleia Geral da Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC). Por ano, são 21 mil euros ilíquidos: é esse o valor que o candidato à presidência …

Médicos Sem Fronteiras falam em 9 mil rohingyas mortos em apenas um mês

Pelo menos nove mil rohingyas morreram no Estado de Rakhine, em Myanmar, entre 25 de agosto e 24 de setembro, segundo investigações dos Médicos Sem Fronteiras em acampamentos de refugiados no Bangladesh. "Como 71,7% das mortes …

MAI dá à PSP uma semana para avaliar riscos de segurança na noite

A PSP tem até ao próximo dia 20 para realizar uma avaliação dos incidentes registados nos últimos dois anos em estabelecimentos de diversão noturna. Segundo o Diário de Notícias, a ordem de Eduardo Cabrita terá sido …

Três semanas depois, ainda não há pedidos de indemnização por mortes em incêndios

Passaram quase três semanas desde a abertura do processo de entrega de requerimentos, mas a Provedoria da Justiça ainda não recebeu nenhum pedido. A presidente da Associação das Vítimas do Incêndio de Pedrógão Grande (AVIPG) explica …