Centro Europeu de Doenças alerta para “grandes riscos” de propagação da covid-19 no Natal

Yuri Kochetkov / EPA

O Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) alertou para “riscos adicionais significativos” das festividades de fim de ano, como o Natal, notando que o aumento das infeções de covid-19 é “muito provável” nesta época.

“A probabilidade de infeção com SARS-CoV-2 durante a próxima época festiva de fim de ano é considerada muito elevada tanto para a população em geral como para os indivíduos vulneráveis”, avisa o ECDC num relatório hoje divulgado sobre o risco de transmissão da covid-19 relacionado com a época festiva de fim de ano.

No documento, esta agência europeia aponta que as restrições adotadas pelos Estados-membros da União Europeia (UE) nas últimas semanas levaram a uma “tendência geral decrescente na taxa de notificação” de novos casos, nomeadamente em Portugal.

Porém, “a transmissão da SARS-CoV-2 na UE, Espaço Económico Europeu e no Reino Unido permanece elevada em comparação com os baixos níveis observados durante o verão”, observa o ECDC, falando em “riscos adicionais significativos para uma transmissão intensificada” durante o Natal e passagem de ano.

“A época festiva de fim de ano está tradicionalmente associada a atividades tais como reuniões sociais, compras e viagens” e, além disso, existe um “fator agravante” relacionado com a “fadiga pandémica”, em que “algumas pessoas estão desmotivadas a seguir as medidas de proteção recomendadas, especialmente durante este período”.

O centro europeu deixa, por isso, um aviso reforçado aos países: “Levantar as medidas [restritivas] demasiado cedo resultaria num aumento de casos e hospitalizações e isto seria particularmente rápido se as medidas fossem levantadas abruptamente”.

Tal como já tinha antecipado no anterior relatório com projeções a curto prazo sobre a evolução da situação epidemiológica na UE, o ECDC volta a alertar que o relaxamento total das restrições para a covid-19 no Natal iria provocar um aumento dos internamentos na “primeira semana de janeiro”.

O centro europeu insiste, por isso, que “qualquer adaptação das medidas deve ser feita de forma direcionada, proporcional e coordenada, de acordo com a epidemiologia prevalecente e a vulnerabilidade da população ao nível a que as medidas são aplicadas”.

“Estas medidas devem ser claramente comunicadas a fim de mitigar o risco de aumento da transmissão durante o fim do ano, tendo ao mesmo tempo em conta o impacto social, pessoal e económico para a população”, acrescenta.

Cancelamento ou limitação de reuniões

Tendo por base as recomendações divulgadas na quarta-feira pela Comissão Europeia, o ECDC aconselha, assim, ao “cancelamento ou limitação da dimensão e duração de reuniões e eventos sociais, a alternativas ‘online’ sempre que possível e à realização de ajuntamentos apenas no seio dos agregados familiares”.

Ao mesmo tempo, devem ser implementadas as chamadas “bolhas sociais”, isto “antes e durante a época festiva”. O ECDC pede, ainda, um “reforço das capacidades de teste, isolamento de casos e rastreio de contactos”.

Por seu lado, entende que “as restrições às viagens internacionais e os testes sistemáticos e a quarentena dos viajantes não são recomendados na atual situação epidemiológica”.

Esta semana, o executivo comunitário lançou a estratégia “Ficar a salvo da covid-19 durante o inverno”, no âmbito da qual a instituição aconselhou aos Estados-membros a estipularem um número máximo de pessoas por ajuntamento, incentivarem as “bolhas domésticas” para passar as festividades e sugerirem celebrações ‘online’.

A Comissão Europeia instou, ainda, quem queira viajar nas próximas semanas a vacinar-se contra a gripe sazonal. A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.507.480 mortos resultantes de mais de 65,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mas segundo foi apurado pelo jornal Observador a família é responsável apenas por 10% dos contágios e não 68% como diz o governo justificando dessa forma para dar início ao estado de emergência.
    O Covid pega-se muito no papel das prendas! Lol lol lol

RESPONDER

Com os zoos fechados, tudo serve para entreter uma família de lontras. Até um simples galho de bambu

O confinamento serviu como um lembrete indesejado de que ficar preso dentro de casa sem muito o que fazer pode ser desgastante. O mesmo é verdade para os animais, por isso os jardins zoológicos tiveram …

Uma ilha, cinco géneros. Os Bugis têm palavras para as "cinco maneiras de estar no mundo"

Uma ilha, cinco géneros. O povo Bugis é um poderoso grupo étnico que se destaca pelo reconhecimento de cinco géneros distintos. Na Indonésia, a ilha Sulawesi é a casa de um povo que reconhece cinco …

O "aeroporto do amanhã" está abandonado no meio de um pântano dos Estados Unidos

Era para ser o "aeroporto do amanhã", um centro intercontinental para aviões supersónicos com seis pistas e conexões ferroviárias de alta velocidade para as cidades vizinhas. Hoje, é pouco mais do que uma pista no …

Facebook remove (acidentalmente) página oficial de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa

O Facebook apagou a página de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa. O município passou um mês a apelar à rede social para repor a página. "Recebemos uma mensagem no Facebook e também percebemos que …

NASA escolheu SpaceX de Elon Musk para a próxima missão tripulada à Lua

Elon Musk fecha contrato de 2,9 mil milhões de dólares para levar o Homem novamente à Lua. O contrato é a mais importante vitória da SpaceX e reforça a posição da empresa como parceira …

Benfica 1-2 Gil Vicente | Galo canta e silencia águia na Luz

STOP. O Gil Vicente visitou na tarde deste sábado o Benfica e saiu do palco da Luz com os três pontos na bagagem e a “cantar de galo”, ao vencer por 2-1, num duelo relativo …

"Longa vida à monarquia." Realeza britânica tende a viver mais três décadas do que a população geral

As diferenças na longevidade de alguns membros da família real em comparação com a população em geral são extremamente grandes, mas não incomuns. O príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II e o consorte mais antigo …

Abominável (e falso) Homem das Neves. Líder russo usou Yeti para atrair turistas para a Sibéria

Um dos líderes regionais mais antigos de Vladimir Putin confessou ter encenado avistamentos falsos de Yetis numa tentativa de encorajar o turismo na Sibéria. Aman Tuleev, um dos líderes regionais de longa data do Presidente russo …

Irão já está a enriquecer urânio a 60%

O Irão avisou e já está a cumprir. Menos de uma semana depois de ter acusado Israel de um ataque contra a sua principal central nuclear, o país diz estar a enriquecer urânio com uma …

Salvini vai a julgamento em Itália por bloqueio de migrantes em navio

Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita italiano Liga, vai ser julgado por acusações de sequestro pela sua decisão de impedir o desembarque de 147 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela Open Arms, em agosto de …