Central de Fukushima terá túnel subterrâneo para descarregar água contaminada

Gill Tudor / IAEA

Trabalhadores em Fukushima

Túnel irá libertar para o oceano as águas usadas no arrefecimento de planta da central que foi gravemente abalada pelo tsunami de 2011.

Os operadores da central nuclear de Fukushima, no Japão, anunciaram um plano para a construção de um túnel subterrâneo para escoar mais de um milhão de toneladas de água proveniente da central para o oceano.

Os primeiros esboços, publicados na quarta-feira, remetem para uma estrutura de um quilómetro de comprimento que vai ao encontro das exigências das autoridades japonesas, que em abril anunciaram a intenção de libertar a água acumulada ao longo dos últimos dois anos.

Segundo os ministros japoneses, o processo será seguro, já que a água a libertar seria sujeita a um processo de tratamento que elimina quase todos os elementos radioativos que serão diluídos. Mesmo assim, o anúncio do governo japonês desencadeou reações negativas e adversas dos países vizinhos, mas também das comunidades piscatórias que temem uma vaga de desconfiança em relação aos seus produtos.

Segundo o The Guardian, a empresa responsável pela construção da estrutura, a Tokyo Eletric Power, anunciou que a construção começará em março de 2022 depois de desenvolverem estudos de viabilidade e conseguirem aprovação das autoridades competentes.

Para além do comprimento de um quilómetro, a estrutura terá um diâmetro de cerca de 2,5 metros e conseguirá transportar cerca de 1,27 milhões de toneladas de água tratada — por exemplo, água usada para arrefecer a planta, que foi danificada depois do enorme tsunami de 2011, e a proveniente da chuva e das águas subterrâneas que escapam diariamente.

Segundo Akira Ono, diretor do gabinete da planta, o escoamento da água através de um túnel irá impedir que esta volte à costa. “Teremos o cuidado de explicar exaustivamente as nossas políticas de segurança e as medidas que estamos a implementar, de forma a dissipar as preocupações das pessoas envolvidas no sector das pescas e outras indústrias”, disse aos jornalistas.

Ono também afirmou que a equipa estaria disponível para receber inspeções da Agência Internacional de Energia Atómica — a qual já se pronunciou favoravelmente ao projeto. Yoshihide Suga, primeiro-ministro japonês, apelidou a libertação da água uma “tarefa inevitável” no processo de desativar a central nuclear, que já se prolonga há décadas.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Exoplaneta gigante conseguiu sobreviver à morte da sua estrela

Cientistas encontraram um exoplaneta gigante que parece ter conseguido sobreviver à morte da sua estrela, orbitando neste momento uma anã branca. As anãs brancas são o processo final de estrelas e chegam a ser tão densas …

Homem budista a meditar

O tukdam - um estado mental "meio-morto" dos monges budistas - é o novo fascínio da ciência

Os monges budistas conseguem chegar a um estado de meditação tão profunda que não é detectada qualquer actividade cerebral. No Budismo no Tibete, há um conceito mítico conhecido como "thukdam" ou "tukdam". Acredita-se que este é …

Trofense 1-2 Benfica | Águias passam a rasar

O Benfica, da I Liga, venceu hoje o Trofense, da II Liga, por 2-1, no prolongamento, depois do 1-1 no tempo regulamentar, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue …

Como nasceu o mito dos vampiros? Mais doenças e menos Drácula

Os vampiros são um mito com séculos de história e que podem estar associados a doenças como a raiva e a pelagra — e não ao Drácula. O vampiro é uma imagem comum na cultura pop …

Edifícios impressos em 3D pelo exército norte-americano

Exército dos EUA pode agora imprimir edifícios de cimento em 3D em zonas de desastre

O objectivo da tecnologia é facilitar a construção de casas e pontes quando são precisas com urgência em zonas afectadas por catástrofes. O Corpo de Engenheiros do exército norte-americano pode agora imprimir quartéis, bunkers e outras …

Monumento Pillar of Shame, na Universidade de Hong Kong

Pillar of Shame foi, em tempos, um testemunho da liberdade de Hong Kong. Agora, dizem-lhe adeus

Em tempos, a escultura Pillar of Shame, plantada na Universidade de Hong Kong, foi um testemunho das liberdades da cidade. Agora, está a ser removida. Exposta há mais de 20 anos na Universidade de Hong Kong, …

Arquitetura em nome do amor. Homem constrói casa giratória para que a esposa possa escolher a vista

Na Bósnia, um autodidata de 72 anos construiu uma casa invulgar: a habitação gira 360 graus para mudar de vista. Algumas das mais bonitas obras arquitetónicas do mundo nasceram em nome do amor. É o …

Novo SEF deverá chamar-se Agência para as Migrações e Asilo

Afinal, já não vai haver um Serviço de Estrangeiros e Asilo (SEA) para substituir o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), mas sim uma Agência Portuguesa para as Migrações e Asilo (APMA). De acordo com o …

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, com o guarda-redes Diogo Costa

Diogo Costa renova com o FC Porto até 2026

O guarda-redes Diogo Costa renovou contrato com o FC Porto até 2026, anunciaram os dragões, na tarde deste sábado. Diogo Costa, de 22 anos, aproveitou a lesão de Marchesín no início da temporada e assumiu a …

O algoritmo das plataformas de streaming afeta o que vemos (e quem somos)

As plataformas de streaming usam um algoritmo que afeta aquilo que vemos e o que queremos ver, moldando a nossa personalidade. Squid Game, o drama coreano distópico da Netflix, tornou-se a série mais vista lançada pela …