OE2019. CDS prevê orçamento de “continuidade” e lamenta oportunidade perdida

António Cotrim / Lusa

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas

O CDS-PP previu esta terça-feira que o próximo Orçamento do Estado será de “continuidade” no rumo político do atual Governo, que acusou de praticar uma “austeridade dissimulada” e de perder “uma oportunidade única” de investir na economia portuguesa.

No final da reunião com o ministro das Finanças, Mário Centeno, na Assembleia da República, sobre as linhas gerais da proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2019, a deputada do CDS-PP Cecília Meireles afirmou que a intenção já anunciada pelos democratas-cristãos de votar contra saiu reforçada.

“Continuamos com um Orçamento do Estado de continuidade face às políticas deste Governo: por um lado, perdeu-se uma oportunidade que era única de investir a sério na economia e na iniciativa privada. Em segundo lugar, faz-se a consolidação orçamental através do que temos chamado de austeridade dissimulada“, criticou Cecília Meireles.

Por essa razão, o CDS-PP voltará a apresentar propostas de alteração – como fez em todos os anteriores Orçamentos deste Governo socialista –, que passarão, por exemplo, pelo retomar da reforma do IRC interrompida nesta legislatura pelos socialistas e pela eliminação da “sobretaxa” do imposto sobre os combustíveis (ISP).

“O Governo vai apresentar um Orçamento de continuidade e, da mesma forma e consistentemente, o CDS apresentará as suas propostas alternativas à política deste Governo”, afirmou.

Em declarações aos jornalistas e acompanhada pelo deputado do CDS-PP João Almeida, a também ‘vice’ da bancada salientou que o partido discordou do rumo do atual Governo “desde o primeiro Orçamento”.

“Numa legislatura em que Portugal podia finalmente respirar sem a troika e com uma conjuntura altamente favorável, com juros baixos e a Europa em franco crescimento, Portugal devia aproveitar a oportunidade para entrar num rumo de crescimento a sério que lhe permitisse também convergir com a Europa a sério”, afirmou.

Para Cecília Meireles, “não foi esse o rumo decidido por este Governo“, nem no início, nem agora que vai entrar no último ano do seu mandato.

A deputada do CDS-PP apontou ainda que, nos últimos orçamentos, o executivo não realizou a despesa que previu inicialmente, o que, considerou, “torna cada vez menos credível a discussão orçamental”.

Questionada sobre as propostas que os democratas-cristãos irão apresentar na discussão na especialidade, Cecília Meireles considerou que ainda “é precoce” fazer essa listagem definitiva, mas assegurou que haverá “uma continuidade” em relação ao que aconteceu em anos anteriores.

Tal como já tinha afirmado hoje a presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, a deputada do CDS-PP apontou a continuidade da reforma do IRC e a eliminação da sobretaxa do ISP como duas propostas que constarão seguramente do elenco das alterações ao OE que os democratas-cristãos irão propor.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …