Casos de bebés sem braços continuam sem explicação. Governo francês pede novo inquérito

Yoan Valat / EPA

A ministra da Saúde Agnès Buzyn

O Governo francês vai promover um novo inquérito sobre casos de bebés sem braços nascidos no país nos últimos anos, considerando insuportável que os casos continuem ainda sem explicação, anunciou a ministra da Saúde.

A ministra Agnès Buzyn, em conjunto com a ministra da Transição Ecológica, decidiu relançar o inquérito para ter “olhares cruzados” de peritos médicos e da área ambiental.

Não podemos ficar satisfeitos ao dizer que não encontrámos qualquer causa, é insuportável”, declarou a ministra da Saúde durante uma entrevista ao programa Grand Jury, da RTL — Le Figaro.

Na região de Ain foram registados entre 2009 e 2017 sete casos de bebés que nasceram sem braços, no Loire Atlantique houve três casos entre 2007 e 2008 e na Bretanha ocorreram quatro nascimentos entre 2011 e 2013.

Após uma primeira investigação, a agência de saúde pública francesa concluiu no início deste mês que o número de casos em Ain não era estatisticamente superior à média nacional. Já, e em sentido oposto, em Loire Atlantique e na Bretanha haverá um excesso de casos, mas permanecem sem explicação.

Segundo o Ministério da Saúde francês há no país entre 80 e 100 nascimentos por ano com malformações nos membros.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …

Há mais 11 mortes e 374 novos casos de infecção (300 são na Grande Lisboa)

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infectados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim da Direcção-Geral da …