Caso GES revela 57 ricos secretos com 195 milhões em seguros de vida

Tiago Petinga / Lusa

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

Um mês antes do colapso do Grupo Espírito Santo (GES), em agosto de 2014, um grupo de 57 ricos secretos tinha mais de 195 milhões de euros em seguros de vida depositados no Banque Privée Espírito Santo (BPES).

Com a falência deste banco do GES, cuja sede era na Suíça, a Swiss Life, seguradora do Luxemburgo com a qual foram feitos os seguros de vida, reclama ao BPES uma indemnização de quase 164,7 milhões de euros.

A revelação deste património avultado em seguros de vida consta na reclamação de créditos apresentada pela Swiss Life no processo de insolvência do BPES – Sucursal em Portugal.

A notícia foi avançada pelo Correio da Manhã. De acordo com o jornal, nos autos deste processo de falência constam os contratos de seguros de vida e em nenhum deles é identificado o titular desse património.

“A 30 de junho de 2014, a Reclamante tinha em depósito nas contas abertas junto do BPES (incluindo a sua sucursal em Portugal) dinheiro e valores mobiliários no montante global de 195,43 milhões de euros, dos quais 134,5 milhões de euros consistiam em ativos não relacionados com o GES e 60,89 milhões de euros em ativos relacionados com o GES”, pode ler-se na reclamação da Swiss Life.

A seguradora diz que a partir de junho de 2011, quando Portugal estava em plena crise financeira, “celebrou um conjunto de contratos de seguro de vida, nos termos dos quais cada tomador de seguro entregava à reclamante um prémio (composto por dinheiro ou por valores mobiliários) com o qual a Reclamante criava um ou mais fundos dedicados, ficando a reclamante obrigada a pagar ao(s) beneficiário(s) do seguro o valor desses fundos dedicados em caso de morte da pessoa segura”

Após a falência, o BPES devolveu à Swiss Life algum património.

Investigação com 35 arguidos

A investigação ao chamado Universo Grupo Espírito Santo (GES) já tem um total de 253 inquéritos. Segundo um despacho de Amadeu Guerra, diretor do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), “além do inquérito principal, existem mais 252 inquéritos apensos.”

O processo tem 35 arguidos, incluindo Ricardo Salgado. O despacho deixa claro que “o presente inquérito é de especial complexidade, havendo necessidade de relacionar toda a documentação apreendida que se encontra coligida em vários suportes.”

Trata-se de informações contabilísticas, documentos bancários, correio eletrónico, escutas telefónicas, contratos de instrumentos de dívida e de financiamentos, venda de dívida emitida pelo BES para liquidez de sociedades do GES. O DCIAP já ouviu 178 pessoas, sete das quais através de cooperação judiciária internacional.

Faltam ainda ouvir 50 pessoas em Portugal e no estrangeiro. A investigação deverá estar concluída até março do próximo ano.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Hong Kong. Magnata da imprensa Jimmy Lai libertado sob caução

O magnata da imprensa e uma das principais figuras do movimento pró-democracia de Hong Kong Jimmy Lai foi esta terça-feira libertado sob caução, constatou a agência France-Presse. Jimmy Lai tinha sido detido na segunda-feira, ao …

Lar de Reguengos de Monsaraz diz ter feito tudo para salvar vidas

A direção do lar de Reguengos de Monsaraz (Évora) onde surgiu o surto de covid-19 que causou 18 mortos garantiu ter feito “tudo” ao seu “alcance” para “salvar vidas”, nesta “crise” com “contornos dramáticos”. A Fundação …

Israel fecha os olhos e deixa palestinianos cruzarem a fronteira para ir a banhos

As autoridades israelitas têm deixado milhares de palestinianos cruzar a barreira de separação entre os dois territórios para poderem ir às praias. Este foi um fim-de-semana muito especial para Siham e os seus cinco filhos. …

Diabéticos e hipertensos voltam a ter faltas justificadas

Os diabéticos e hipertensos sem condições para desempenharem funções em teletrabalho voltam a ter direito a justificar as faltas ao trabalho devido à pandemia de covid-19, segundo um diploma publicado em Diário da República. “Os imunodeprimidos …

Deputada da Coreia do Sul debaixo de fogo. Usou um vestido no Parlamento

Na semana passada, a deputada sul-coreana Ryu Ho-jeong usou um vestido numa assembleia legislativa, sendo bombardeada com críticas que gerou um debate sobre sexismo e a cultura patriacal do país. De acordo com a CNN, na …

SC Braga oficializa "top gun" Gaitán por duas temporadas

O internacional argentino Nicolas Gaitán assinou um contrato com o Sporting de Braga válido por uma época, com outra de opção, informou esta terça-feira o clube minhoto da I Liga de futebol. Formado no Boca Juniors, …

Vacina russa chama-se "Sputnik V" e foi já pedida por 20 países

A vacina russa contra a covid-19, cujo registo foi esta terça-feira anunciado pelo Presidente, Vladimir Putin, chama-se "Sputnik V", vai começar a ser fabricada em setembro e já foi encomendada por 20 países. De acordo com …

Rui Pinto no Twitter: "Travessia do deserto” terminou mas a “luta continua”

Rui Pinto assumiu que a “árdua e longa ‘travessia do deserto’” chegou ao fim, aludindo à sua libertação, mas avisou que “a luta continua”, pois Portugal “continua um paraíso para a grande corrupção” e branqueamento …

PJ deteve suspeita de atear fogo florestal no Parque Nacional da Peneda-Gerês

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve uma mulher de 57 anos suspeita de atear um incêndio florestal registado em 4 de agosto no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), no concelho de Terras de Bouro. Em …

Mais duas mortes e 120 novos casos. Lisboa com 60% dos novos infetados

Portugal regista esta segunda-feira mais duas mortes, 120 novos casos de infeção por covid-19 e 160 curados em relação a segunda-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de pessoas internadas é …