Casal indiano acusado de falsificar fotos de subida ao Everest

O casal diz ter sido o primeiro da Índia a escalar a montanha mais famosa do mundo mas agora suspeita-se que as fotografias que comprovam o feito tenham sido alteradas.

Dinesh e Tarakeshwari Rathod, funcionários da polícia na cidade indiana de Pune, chegaram mesmo a receber um certificado de escalada oferecido pelo Governo do Nepal.

Os dois dizem ser o primeiro casal da Índia a escalar a montanha mais famosa do mundo, também conhecida por Monte Everest, escreve a BBC.

No entanto, a polémica estalou quando outros montanhistas alegaram que as fotografias do casal que comprovam o feito são, na verdade, uma grande fraude.

O casal defende-se, afirmando que a sua versão pode ser confirmada pelos dois guias sherpas que os acompanharam durante a difícil jornada.

Perante esta acusação, o Governo do Nepal está a investigar o caso e, caso se confirme que as imagens foram editadas, os dois indianos arriscam-se a perder o certificado e podem ser acusados de fraude.

Ghanashyam Upadhyaya, porta-voz do Ministério do Turismo nepalês, afirmou à emissora britânica que o comité vai contar com o apoio de especialistas jurídicos, técnicos e administrativos para investigar as fotos apresentadas.

“O comité vai investigar as fotografias enviadas, o relatório apresentado pelo oficial de contacto do governo e os relatórios apresentados pelos guias e pela agência que participaram na expedição”, disse a porta-voz.

As dúvidas começaram a surgir quando outros montanhistas alegaram que o casal aparece com roupas e botas diferentes nas fotografias da escalada das que apresentaram como prova da chegada ao topo da montanha.

Um montanhista da cidade de Bangalore, Satyarup Sidhantha, chega mesmo a dizer que as fotografias apresentadas pelos Rathod são, na verdade, imagens que ele próprio registou quando subiu ao Everest e que foram alteradas.

Outro montanhista, Surendra Shelke, começou a suspeitar do acontecimento por causa do “atraso entre o dia em que o casal afirma ter alcançado o topo e a sua entrevista congratulando-se com o feito”.

O casal afirma ter chegado ao topo da montanha no dia 23 de maio mas o anúncio só aconteceu no dia 5 de junho.

Tarakeshwari Rathod garantiu à BBC que ela e o marido chegaram ao topo do Everest e os dois rejeitam as acusações de fraude a que estão a ser sujeitos.

O diretor da Makalu Adventure, a agência que organizou a viagem, afirma, “sem qualquer dúvida”, que o casal chegou ao topo da montanha.

“Foram levados até o pico pelos sherpas que trabalham há anos para a empresa e chegaram ao topo no dia 23 de maio”, afirmou à BBC.

Relativamente ao atraso da entrevista, o responsável justifica com o facto da indiana ter ficado com uma pneumonia durante a descida e, por isso, ter estado internada.

“Ficou uma semana no hospital. Só depois de ter recuperado é que o casal pôde dar uma entrevista na Índia para anunciar o feito”, explicou.

 ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam tinta ultra-branca que ajuda a arrefecer as superfícies

Cientistas criaram uma nova tinta ultra-branca que pode refletir 95,5% da luz solar que chega à sua superfície. De acordo com o site IFLScience, esta propriedade permite que algo revestido com esta tinta ultra-branca, como, por …

Morreu Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos

O empresário Sindika Dokolo faleceu, nesta quinta-feira, no Dubai, aos 48 anos de idade, durante a prática de mergulho. A morte do empresário de origem congolesa já foi confirmada à Lusa por uma fonte ligada à …

Lagostins autoclonados invadiram (e conquistaram) um cemitério na Bélgica

Um cemitério na Bélgica foi completamente invadido por lagostins marmoreado. De acordo com o Instituto Flamengo para Pesquisa da Natureza e da Floresta (INBO), a espécie representa uma grande ameaça para a biodiversidade local. Segundo o …

Benfica 3-0 Standard Liège | “Águia” voa de forma imperial

A noite foi de festa no Estádio da Luz para os cerca de 4875 espectadores – 7,5% por cento da lotação – que se deslocaram ao reduto dos “encarnados” esta quinta-feira. O Benfica venceu por 3-0 …

Urnas abertas no Minecraft. Servem para ensinar os jovens a votar nas eleições

A organização não partidária e sem fins lucrativos Rock the Vote e a empresa criativa Sid Lee uniram-se para criar um servidor de "casa de votação" no popular jogo Minecraft antes das eleições presidenciais de …

Zorya Luhansk 0-2 Braga | “Nota artística” em triunfo minhoto

Dois jogos, duas vitórias para o Sporting de Braga no Grupo G da Liga Europa. Uma entrada de rompante em jogo, com dois golos espectaculares nos primeiros 11 minutos, permitiram aos “arsenalistas” controlar e lidar …

Amostra de ADN desvenda homicídio cometido há quatro décadas

Uma amostra de ADN, colhida de um norte-americano da Carolina do Sul após este ser detido por apontar uma arma, permitiu às autoridades desvendar um caso antigo, identificando-o como principal suspeito do homicídio de uma …

Investigadores portugueses criam simuladores para treinar médicos à distância

Investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) desenvolveram, durante o confinamento, um método para os estudantes treinarem para cenários de emergência sem saírem de casa. Em declarações à Lusa, Carla Sá Couto, do …

Restam apenas dois rinocerontes brancos do norte (mas há uma esperança para salvar a espécie)

Com a morte do último macho em 2018, o rinoceronte branco do norte chegou ao ponto em que não pode ser salvo naturalmente. Com apenas duas fêmeas restantes, a subespécie é agora tida como oficialmente …

Há uma região na América do Norte sem qualquer caso de covid-19. Tem a dimensão do México

Nunavut, uma região localizada no norte do Canadá, continua sem registar nenhum caso de covid-19. A receita para o sucesso tem vários ingredientes, mas as caraterísticas especiais da região e as medidas rígidas tomadas logo …