Cartas inéditas revelam influência do pai na personalidade de Hitler

Várias cartas até então desconhecidas, escritas por Alois Hitler, pai de Adolf Hitler, lançam um olhar mais profundo sobre as origens familiares do ditador alemão. Os manuscritos servem como base para um livro que foi lançado na última segunda-feira, na Áustria.

O livro, publicado apenas em língua alemã, chama-se “Hitlers Vater – Wie der Sohn zum Diktaror wurde”, que significa “Pai de Hitler: Como o filho se tornou um ditador”, na tradução em português.

O autor e historiador austríaco Roman Sandgruber argumenta que Alois Hitler desempenhou um papel-chave na formação psicológica do filho e, consequentemente, na sua personalidade.

O livro baseia-se em 31 cartas que o pai de Adolf Hitler escreveu ao construtor de estradas Josef Radlegger após comprar a sua quinta em Hafeld, no norte da Áustria. Embora Alois Hitler não tivesse nenhuma experiência na agricultura, afirma o livro, “sempre quis ser um agricultor profissional (…) melhor do que os outros”.

O autor descreve Alois Hitler, que morreu em 1903 e era guarda na alfândega austríaca – o seu trabalho exigia mudanças constantes de residência e, por isso, a família teve de mudar de casa pelo menos 18 vezes – como um misto de autodidata, presunçoso e uma pessoa que se super estimava excessivamente.

O trabalho de Sandgruber usa como base correspondências inéditas, perdidas durante décadas num sótão, entregues a ele próprio pela neta de Radlegger, há cinco anos.

O autor do livro refere que as cartas revelam que Alois usava a mesma caligrafia que o filho: a Kurrentschrift, antiga forma manuscrita da língua alemã, com ângulos afiados e mudanças de direção.

A obra revela ainda que o antissemita e genocida Adolf Hitler tentou, provavelmente, esconder o facto de a sua família ter vivido numa propriedade judaica em Urfahr, perto da cidade de Linz, às margens do rio Danúbio.

Além disso, as cartas mostram que a mãe de Hitler, Klara, foi tratada por um médico judeu que mais tarde fugiu para os Estados Unidos.

É ainda referido pelo autor que Hitler já era antissemita na juventude. Ainda jovem, mudou-se para a cidade por volta de 1908 com o objetivo de se tornar num artista, mas acabou por ser recusado na escola que pretendia frequentar.

As últimas descobertas vão ao encontro dos relatos de August Kubizek, amigo de Hitler durante a adolescência, que é frequentemente citado por outros historiadores.

Como líder do partido nazi, Hitler emergiu como chanceler alemão em 1933, desencadeou a Segunda Guerra Mundial e promoveu o assassinato em massa de judeus e outras minorias.

A única revolta significativa de Adolf Hitler contra o seu pai, observa Sandgruber, foi o facto deste rejeitar o desejo de Alois de que o filho também seguisse uma carreira no serviço público, porém “Hitler queria ser um artista livre e não seguir os passos do seu pai”, escreve Sandgruber.

Ainda assim, afirma o autor, tanto o pai como o filho partilhavam o desprezo pela autoridade e eram anticlericais, ainda que Hitler não tenha abandonado a Igreja Católica.

Alexandra Föderl-Schmid, numa crítica que escreveu para o jornal alemão Süddeutsche Zeitung, realça que o livro é importante porque até agora não havia “quase nenhuma fonte” sobre Alois.

PARTILHAR

RESPONDER

Facebook paga 650 milhões para encerrar litígio sobre vida privada nos EUA

O juiz federal norte-americano James Donato aprovou a indemnização de 650 milhões de dólares (540 milhões de euros) a 1,6 milhões de utilizadores do estado norte-americano do Illinois por parte do Facebook. Este acordo, assinado na …

"Retoma da normalidade". Bruxelas propõe este mês livre-trânsito digital para vacinados e recuperados

A Comissão Europeia vai apresentar este mês uma proposta legislativa para criar um livre-trânsito digital que permita retomar as viagens em altura de pandemia de covid-19, comprovando a vacinação ou a recuperação dos cidadãos. A informação …

Noiva de Khashoggi pede "punição imediata" de Mohammed bin Salman

As declarações da noiva de Jamal Khashoggi surgem depois de as autoridades norte-americanas terem publicado um relatório em que Mohammed bin Salman é acusado de ter ordenado o assassínio do jornalista. Joe Biden está a ser …

Covax permite que países mais pobres comecem a receber a vacina (mas só garante 20% da vacinação)

A Covax visa fornecer vacinas contra a covid-19 a 20% da população de 200 países e territórios que estão incluídos no sistema através de um sistema de financiamento que permite a 92 economias de baixo …

Reino Unido vacinou 20 milhões com 1.ª dose. País deteta casos de variante de Manaus

O ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, anunciou no domingo que mais de 20 milhões de pessoas no Reino Unido já receberam a primeira dose da vacina contra covid-19. "Estou absolutamente encantado por informar que mais …

Famílias numerosas já podem pedir desconto no IVA da luz

As famílias com cinco ou mais elementos podem pedir a redução do IVA da eletricidade ao seu fornecedor a partir desta segunda-feira e têm de comprovar a sua condição de família numerosa. Em causa está a …

Netflix foi a grande vencedora da noite dos Globos de Ouro

  A 78.ª edição dos Globos de Ouro decorreu de forma virtual, com apresentação de Tina Fey e Amy Poehler e a participação de alguns dos laureados do ano passado. Os Globos de Ouro, prémios de cinema …

Portugal regista mais 34 óbitos e 394 novos casos. O número mais baixo desde setembro

Portugal registou esta segunda-feira 394 novos casos de infeção por covid-19 e mais 34 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

Nicolas Sarkozy condenado a três anos de prisão por corrupção

Nicolas Sarkozy foi esta segunda-feira condenado a três anos de prisão por corrupção e tráfico de influências, tornando-se o segundo chefe de Estado condenado em França, após Jacques Chirac em 2011. O ex-Presidente francês foi condenado …

Câmara de Lisboa oferece viagem de táxi a idosos que vão tomar a vacina

Os residentes em Lisboa com mais de 80 anos ou 50 anos e patologias associadas podem deslocar-se gratuitamente de táxi para tomar a vacina contra a covid-19. Os custos da viagem são assumidos pela autarquia …