Cartas de amor entre Saint-Exupéry e a mulher publicadas em França

Wikimedia

Saint-Exupéry

Antoine e Consuelo de Saint-Exupéry deixaram para trás a lembrança de uma relação tempestuosa, uma obra-prima que ele escreveu e ela inspirou, “O Principezinho”, e um conflito entre herdeiros. Mas a publicação, em França, de correspondência entre o casal pode fazer esquecer as disputas.

Da famosa obra do poeta e aviador francês, publicada pela primeira vez em 1943, foram vendidos mais de 200 milhões de exemplares em todo o mundo, com 450 traduções, segundo os seus herdeiros.

Esta quinta-feira, são publicadas em França mais de 160 cartas e telegramas que o casal trocou entre 1930 e 1944, além de fotografias, esboços de Saint-Exupéry e desenhos da mulher e artista.

“Consuelo, querida, não entendes o quanto me fazes sofrer”, diz ele. “Choro de emoção, tenho tanto medo de me exilar do seu coração…”, escreve ela.

A relação entre o aventureiro de temperamento instável e Consuelo, uma mulher muito independente, levou-os a passar por momentos difíceis.

“Consuelo tinha um caráter exuberante e ele era muito depressivo. Os seus múltiplos amores não foram um sinal de ‘donjuanismo’, mas sim de uma errância afetiva”, explicou à AFP o biógrafo de Exupéry, Alain Vircondelet.

Mas as cartas mostram que nada conseguiu separá-los, até à misteriosa morte de Saint-Exupéry durante uma missão no Mediterrâneo em julho de 1944.

A primeira carta do aviador, enviada para Buenos Aires, onde se apaixonou pela salvadorenha, parece o preâmbulo do que seria “O Principezinho”.

“Lembro-me de uma história não muito antiga, mudei um pouco: era uma vez um menino que tinha descoberto um tesouro. Mas esse tesouro era demasiado lindo para uma criança que não conseguia entender com os olhos, e cujos braços não podiam contê-lo. Por isso, o menino ficou melancólico”.

Saint-Exupéry não testemunhou o sucesso de conto, publicado pela primeira vez em 1943 em Nova Iorque, mas Consuelo, sim.

Quatro anos depois, um acordo resolveu o problema da sucessão do escritor, que faleceu sem descendentes nem testamento.

Consuelo ficou responsável por metade da receita derivada da obra e a família Saint-Exupéry pela outra metade, além dos direitos morais, ou seja, o poder de decidir sobre tudo o que afeta o universo do autor.

Ao falecer em 1979, Consuelo legou os direitos ao secretário, o espanhol José Martínez Fructuoso. E a tempestade desabou: o ramo da família da irmã de Saint-Exupéry, Gabrielle d’Agay, levou o caso à justiça.

Martínez Fructuoso foi condenado em 2008, após ter publicado os escritos de Saint-Exupéry na obra “Antoine e Consuelo de Saint-Exupéry, um amor lendário”. Mas, em 2014, os Agays tiveram que lhe pagar parte dos lucros obtidos com um desenho animado de “O Principezinho”.

Agora, as cartas simbolizam a paz entre as duas partes.

Há dois prefácios: o da viúva do secretário, Martine Martínez, e o de Olivier d’Agay, sobrinho-neto de Saint-Exupéry.

“Esta obra não poderia ter visto a luz sem a colaboração entre os herdeiros de Antoine de Saint-Exupéry-d’Agay e os herdeiros de Consuelo de Saint-Exupéry”, disse a família num comunicado, admitindo uma “guerra legal infrutífera para obter o copropriedade de direitos autorais”.

O académico Alain Vircondelet alerta, porém, que esta edição não contém “todas as cartas de Consuelo”.

“A Sra. Martinez tem um tesouro colossal sobre Saint-Exupéry e cada vez que ela fala comigo sobre isso, o meu queixo cai”, disse.

O biógrafo revelará uma pequena parte deste tesouro num livro a ser publicado em agosto sobre a génese de “O Principezinho” em Long Island (Estados Unidos).

ZAP // AFP

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberta a causa da extinção em massa mais severa dos últimos 540 milhões de anos

A extinção em massa mais dramática nos últimos 540 milhões de anos eliminou mais de 90% das espécies marinhas e 75% das espécies terrestres da Terra. Mas qual foi a sua causa? Embora os cientistas tenham …

Este robô pode salvar agricultores de um inesperado assassino

O Grain Weevil é um robô criado por estudantes de engenharia que pode salvar a vida de de agricultores e dos seus familiares de um assassino inesperado: cereais. Se os agricultores não gerirem ativamente os seus …

Ferro Rodrigues arrasado por pedir deslocação "massiva" de portugueses a Sevilha para apoiar Selecção

Numa altura em que o Governo se prepara para anunciar um travão no desconfinamento devido ao aumento de casos de covid-19, Ferro Rodrigues, presidente da Assembleia da República, é duramente criticado por ter apelado à …

Certificado digital vai permitir livre circulação em todo o país

O Certificado digital Covid-19 da União Europeia vai também servir de "passaporte" em todo o país para cidadãos em determinadas situações, prevê o decreto-lei que o governo vai apresentar esta quinta-feira. Segundo apurou o jornal Público, …

covid, Lisboa

Travão no desconfinamento em todo o país. Porto à beira do alerta e Lisboa pode recuar 2 meses

Os números da pandemia de covid-19 "continuam a aumentar", reconhece Marta Temido numa altura em que o Governo deverá anunciar o travão no desconfinamento em todo o país. Mas a situação em Lisboa é mais …

Todos contra o Chega. Parlamento chumba projeto sobre enriquecimento injustificado

O Parlamento rejeitou projecto de lei de André Ventura sobre enriquecimento injustificado com os votos contra de todos os partidos, exceto do PAN, que se absteve, e da deputada Cristina Rodrigues. O projeto de lei de …

Canon obriga funcionários na China a sorrir para irem trabalhar

Os funcionários do escritório de Pequim da multinacional japonesa são avaliados por um sistema de inteligência artificial que determina se estão felizes o suficiente para trabalhar. A medida foi criticada por invadir a privacidade dos …

Cristiano Ronaldo é o terceiro jogador mais decisivo do Euro 2020 (atrás de um belga e de um italiano)

O italiano Marco Verratti, o belga Kevin de Bruyne e o português Cristiano Ronaldo são os três jogadores mais decisivos do Euro 2020 até agora, altura em que acabou a fase de grupos da prova. …

John McAfee encontrado morto em prisão espanhola

O criador do antivírus McAfee, John McAfee, foi encontrado morto esta quarta-feira na sua cela numa prisão espanhola, aparentemente por suicídio, horas depois de a justiça espanhola ter aprovado a extradição para seu país de …

PS nacional impõe filho de dinossauro do PSD como candidato à Maia. "Inexplicável e duvidoso"

Alguns dias depois da polémica com a escolha do candidato do PS à Câmara do Porto devido a divergências internas, há mais um caso semelhante na Maia. Teresa Almadanim retirou-se da corrida depois de ter …