Carlos Silva: Há “agitadores profissionais” na Autoeuropa

Pedro Nunes / Lusa

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, diz que há “agitadores profissionais” nos representantes dos trabalhadores da Autoeuropa e que estes devem “estar cientes de que ou há estabilidade interna na empresa ou corremos o risco de os alemães perderem a paciência”.

Numa intervenção nas jornadas parlamentares do CDS em Setúbal, o secretário-geral da UGT, Carlos Silva, defendeu esta segunda-feira haver “agitadores profissionais” no seio da Autoeuropa. Além disso, disse ser “importante que os trabalhadores ficassem cientes de que ou há estabilidade interna ou os administradores podem perder a paciência”.

Segundo o Público, no mesmo distrito onde se situa a fábrica da Volkswagen, o líder da UGT deixou duras críticas à CGTP e à Comissão de Trabalhadores (CT) daquela empresa, referindo que há outros “países interessados” em acolher a Autoeuropa.

Para Carlos Silva, “há uma tentativa de controlar uma comissão de trabalhadores, de controlar uma voz única, um pensamento único dentro da Autoeuropa”. Sem se referir diretamente ao PCP, o secretário-geral da UGT disse que “a revolução de 1917 não foi há muito tempo”.

“Espero que os trabalhadores consigam reagir dessa pressão que vem de determinados lados da esquerda radical deste país”, declarou, fazendo questão de demarcar a atual CT da anterior presidida por António Chora (Bloco de Esquerda), lembrando que a prática anterior era a de chamar os sindicatos para a mesa das negociações.

No mesmo sentido, António Saraiva, presidente da CIP, defendeu que a empresa é “a prova evidente de que com estabilidade social uma empresa progride e evolui”. “Tivemos todos estes anos em que a Autoeuropa era dada como um exemplo da virtude do diálogo social e da paz social que se vivia naquela empresa”, referiu.

Fazendo, igualmente, contraste com a CT presidida por António Chora, Saraiva sublinhou que “a CGTP viu ali uma oportunidade, colocando um vírus na empresa“.

Esta segunda-feira, os trabalhadores da Autoeuropa começaram a cumprir um novo horário transitório, que prevê a obrigatoriedade do trabalho ao sábado.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Os sindicalistas da CGTP são dos que por onde passam destroem tudo e todos. Depois do mal feito vem fazer revindicações, exigências e afins, e querem que seja o Estado= trabalhadores Portugueses a pagar as asneiras que andaram a fazer e destruírem os postos de trabalho.
    Trabalhadores pensem pela v/ cabeça e nunca pela dos outros nem por palavras bonitas e facilitismo, no final quem sofre são vocês mais ninguém.

  2. Tem toda a razão.
    Mas ers importante dar a conhecer o que esses senhores fizeram a todo o sector automóvel (Renault, Citroën, opel) no naval (lisnave,setenave,Viana do Castelo) quimico, siderurgia, metalomecânica ETC.
    Pois muita gente nova e menos nova não conhece s realidade de quem diz defender os trabalhadores. Aliás basta olhar para s Triumph em que vieram mostrar o seu contentamento por as pessoas passarem s receber subsídio dr desemprego à custa fe todos nós rm vez de procurarem solução. Pois assim vão sacar umas coroas ns “ajuda” aos mesmos pelo sindicato.

  3. A CGTP tem sido a central sindical que mais tem destruído as empresas e tem levado o país à ruína, no entanto os incautos continuam a ser levados por falsas promessas e o que lhes sobra são o subsídio de desemprego, enquanto houver claro.

RESPONDER

Brasil é o país lusófono com mais refugiados. Já Portugal tem as maiores remessas dos emigrantes

Um relatório das Nações Unidas (ONU) revelou que o Brasil é o país lusófono que acolhe mais refugiados, Portugal é o que recebe mais remessas dos emigrantes e Moçambique teve o maior aumento de estrangeiros …

Ryanair deixa de voar entre Porto e Lisboa em outubro (mas fica com base mais reduzida em Faro)

A transportadora aérea irlandesa Ryanair vai deixar de voar entre Porto e Lisboa a partir de 25 de outubro devido a “razões comerciais”. A confirmação foi dada pela empresa ao Jornal de Notícias. Em abril, a …

Frente-a-frente entre Costa e Rio teve menos 633 mil espectadores do que o debate entre Costa e Passos em 2015

O frente-a-frente entre António Costa e Rui Rio, os líderes dos dois maiores partidos, teve menos audiência do que o confronto de há quatro anos, entre António Costa e Pedro Passos Coelho. Cerca de de …

EDP condenada a multa de 48 milhões por abuso de posição dominante na produção de energia

A Autoridade da Concorrência (AdC) condenou a EDP por abuso de posição dominante. A coima de 48 milhões de euros foi aplicada à EDP Produção por manipular a oferta de serviços de sistema que regula …

Há sete anos que a média de secundário dos colocados no Ensino Superior não era tão alta

Há sete anos que a média de secundário dos colocados no ensino superior não era tão alta. Relativamente aos alunos de cursos científico-humanísticos, a média dos colocados tem vindo a aumentar desde 2015, tendo atingido …

Futebolistas internacionais russos Kokorin e Mamayev saíram da prisão

Pavel Mamayev e Alexander Kokorin foram detidos depois de atacarem dois homens, um responsável do governo, num estacionamento de um hotel, e um outro num café. Deixam a prisão por "bom comportamento". Os futebolistas internacionais russos …

Praga de baratas fecha refeitório do hospital Amadora-Sintra

Uma praga de baratas está a afetar o Hospital Amadora-Sintra, provocando sérios transtornos às centenas de trabalhadores desta unidade de saúde. O caso foi denunciado ao Correio da Manhã por funcionários e confirmado pelo hospital. A …

Singapura é a inesperada vencedora da crise em Hong Kong

A instabilidade política está a levar uma crescente instabilidade económica em Hong Kong. Quem beneficia com isto é a Singapura, que surge como alternativa no mercado asiático. Em Hong Kong, o duelo entre os manifestantes contra …

Irão pediu vistos aos EUA para ir à Assembleia Geral da ONU "há meses", mas nenhum foi entregue

O Presidente do Irão ainda não recebeu visto de entrada nos EUA, podendo estar em risco a participação de Hassan Rohani na Assembleia Geral das Nações Unidas, noticiou esta quarta-feira a agência de notícias estatal …

Livre: Aparecer nas sondagens é sair da "invisibilidade"

"Estarmos nas sondagens significa que nós estamos com altas hipóteses de eleger [deputados]", referiu na quarta-feira Joacine Katar Moreira, em declarações à agência Lusa, no Jardim Augusto Monjardino, em frente à Maternidade Alfredo da Costa …