Rio promete baixar impostos e aumentar investimento público

Fernando Veludo / Lusa

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio

O presidente do PSD, Rui Rio, comprometeu-se hoje a reduzir a carga fiscal na próxima legislatura caso vença as eleições, sendo o aumento do investimento público outra das apostas para dar aos portugueses “melhor emprego e melhores salários”.

Em conferência de imprensa na sede do PSD, em Lisboa, o presidente social-democrata, Rui Rio, apresentou as linhas gerais do quadro macroeconómico para 2019-2023, que serve de base ao programa eleitoral do partido para as eleições legislativas de outubro, cujas medidas concretas serão depois apresentadas.

“Uma estratégia económica para melhores empregos e melhores salários, assente nas exportações e no investimento, aumento do investimento público face àquilo que tem vindo a ser com a governação do PS e redução da carga fiscal“, sintetizou.

Rui Rio remeteu para uma conferência de imprensa na sexta-feira a apresentação das medidas fiscais em concreto, mas comprometeu-se com medidas concretas que reduzem os impostos das pessoas e das empresas”.

Concretamente sobre a carga fiscal, o compromisso do PSD, caso vença as legislativas de outubro, é durante os quatro anos de governação reduzi-la em 1,5 pontos percentuais do PIB.

Está aqui uma diferença enorme para aquilo que é o PS. O primeiro-ministro já teve a oportunidade de dizer publicamente que se for reeleito jamais baixará a carga fiscal”, distinguiu.

Como “nunca os portugueses pagaram tantos impostos“, Rui Rio admite que “não é possível reduzir a carga fiscal de uma forma abrupta porque tudo isto requer o seu equilíbrio”, comprometendo-se com uma descida gradual.

“Mas é um imperativo nacional iniciar uma trajetória de redução da carga fiscal e de alívio dos impostos que os portugueses estão a pagar”, insistiu.

Na perspetiva de Rio, a estratégia de desenvolvimento económico “tem de assentar no crescimento pela via das exportações e do investimento“.

“O Governo que está hoje em funções não está capaz de conseguir uma estratégia destas na exata medida que quer o BE quer PCP veem o capital como inimigo dos trabalhadores e os trabalhadores como inimigos do capital”, criticou.

O PSD compromete-se, assim, com “políticas públicas para aumentar a competitividade das empresas” e “aumentar o investimento público que, como se sabe, durante a governação do PS atingiu o patamar mais baixo dos últimos anos, representa 2% do PIB”.

“Connosco passará a representar, ao fim dos 4 anos, 3,2% do PIB, o que quer dizer que nós iremos fazer mais 3,6 mil milhões de euros de investimento público na próxima legislatura”, garantiu.

O equilíbrio macroeconómico é outras das vertentes deste quadro macroeconómico, insistindo o líder social-democrata que a “dívida pública tem de ir descendo paulatinamente ao longo do anos”.

No quadro apresentado pelo PSD, o objetivo é a eliminação do défice público estrutural, prevendo-se um ligeiríssimo superavit do saldo estrutural até 2023.

Jamais subir a dívida pública e a dívida externa, bem pelo contrário, baixar a dívida pública e a dívida externa”, defendendo.

O reforço da poupança é outra das apostas porque, segundo o presidente do PSD, “Portugal tem hoje a poupança aos níveis que tinha no fim dos anos 50 e no princípio dos anos 60”, prevendo um conjunto de medidas para ajudar ao reforço da poupança das famílias e das empresas.

// Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. De promessas e maus resultados andamos fartos, melhor será que os políticos antes de prometerem tenham o cuidado de estarem certos daquilo que afirmam.

  2. En Campanha Eleitoral, os Políticos de todos bordos, garantem, juram que …, enfim !!!…. un RIO de promessas . Claro que na maioria ficam na gaveta !

  3. Tem tudo para dar certo;
    Ora vejamos:
    Baixa os impostos;
    Aumenta os salários à FP
    E aumenta o investimento público

    É o milagre de fazer mais com menos dinheiro.
    Ai Rio que te parta

RESPONDER

Há rochas "saltitantes" e colapsos de penhascos no cometa da Rosetta

  Cientistas que analisam o tesouro de imagens obtidas pela missão da Rosetta da ESA descobriram mais evidências de curiosas rochas "saltitantes" e quedas dramáticas de penhascos. A Rosetta operou no Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko entre agosto de 2014 …

PS e BE afastados "porque dá jeito" (e os riscos de andar para trás)

O líder do PSD alertou este domingo para o distanciamento do PS em relação ao BE, porque “dá jeito para as eleições”, notando ser uma tentativa de “limpar” a proximidade dos últimos quatro anos e …

A KLM vai passar a "voar" de comboio

A KLM, que já tinha sugerido que se voasse menos e se viajasse mais de comboio, confirmou que vai retirar um dos voos Bruxelas-Amesterdão, passando os passageiros a efetuar a rota sobre carris, num comboio …

Cientistas fazem reconstrução facial de um guerreiro escocês do séc XV

Cientistas reconstruiram digitalmente o rosto daquele que terá sido um membro poderoso de um clã do século XV da Escócia, que terá morrido num violento conflito com um clã vizinho. Corria o ano de 1957 quando …

Estudo mostra que os golfinhos também já são resistentes aos antibióticos

Um novo estudo realizado nos Estados Unidos mostra que os golfinhos Tursiops truncatus também já mostram resistência aos antibióticos. Não é segredo que os seres humanos usam demasiados antibióticos, tanto que estamos a desenvolver uma resistência …

Indígenas famosos pela sua saúde cardíaca começaram a usar óleo de cozinha (e a engordar)

O povo Tsimane, que vive na Bolívia, tem permanecido relativamente afastado do mundo exterior durante várias gerações, prosperando da terra e praticando formas tradicionais de caça, pesca, agricultura e recolha de alimentos. Durante vários anos, sabe-se …

Mais de 150 detidos em protestos violentos em Paris. Desta vez, sem coletes amarelos

As autoridades francesas detiveram este sábado mais de 150 pessoas numa nova jornada de protestos em Paris, onde coincidiram uma manifestação dos coletes "amarelos" com outras dois em defesa do clima e contra a reforma …

UE deteta 50 a 80 casos de desinformação e fake news russas por semana

O grupo de trabalho do Serviço Europeu de Ação Externa contra a desinformação russa deteta, semanalmente, entre 50 e 80 casos, num total de mais de 6.300 situações identificadas desde 2015, que têm vindo a …

Moreirense 1-2 Benfica | Rafa abre caminho à reviravolta

O Benfica sofreu a bom sofrer para levar de vencida o Moreirense, em casa deste, por 2-1. Os homens da casa marcaram primeiro, por Luther Singh, logo no arranque do segundo tempo, e estiveram na …

Bernardo Silva faz o primeiro 'hat-trick' da carreira na maior goleada de sempre do City

O avançado português Bernardo Silva fez este sábado o primeiro ‘hat-trick’ da carreira na vitória por 8-0 do Manchester City frente ao Watford, em jogo da sexta jornada da Liga inglesa de futebol. David Silva abriu …