Rio promete baixar impostos e aumentar investimento público

Fernando Veludo / Lusa

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio

O presidente do PSD, Rui Rio, comprometeu-se hoje a reduzir a carga fiscal na próxima legislatura caso vença as eleições, sendo o aumento do investimento público outra das apostas para dar aos portugueses “melhor emprego e melhores salários”.

Em conferência de imprensa na sede do PSD, em Lisboa, o presidente social-democrata, Rui Rio, apresentou as linhas gerais do quadro macroeconómico para 2019-2023, que serve de base ao programa eleitoral do partido para as eleições legislativas de outubro, cujas medidas concretas serão depois apresentadas.

“Uma estratégia económica para melhores empregos e melhores salários, assente nas exportações e no investimento, aumento do investimento público face àquilo que tem vindo a ser com a governação do PS e redução da carga fiscal“, sintetizou.

Rui Rio remeteu para uma conferência de imprensa na sexta-feira a apresentação das medidas fiscais em concreto, mas comprometeu-se com medidas concretas que reduzem os impostos das pessoas e das empresas”.

Concretamente sobre a carga fiscal, o compromisso do PSD, caso vença as legislativas de outubro, é durante os quatro anos de governação reduzi-la em 1,5 pontos percentuais do PIB.

Está aqui uma diferença enorme para aquilo que é o PS. O primeiro-ministro já teve a oportunidade de dizer publicamente que se for reeleito jamais baixará a carga fiscal”, distinguiu.

Como “nunca os portugueses pagaram tantos impostos“, Rui Rio admite que “não é possível reduzir a carga fiscal de uma forma abrupta porque tudo isto requer o seu equilíbrio”, comprometendo-se com uma descida gradual.

“Mas é um imperativo nacional iniciar uma trajetória de redução da carga fiscal e de alívio dos impostos que os portugueses estão a pagar”, insistiu.

Na perspetiva de Rio, a estratégia de desenvolvimento económico “tem de assentar no crescimento pela via das exportações e do investimento“.

“O Governo que está hoje em funções não está capaz de conseguir uma estratégia destas na exata medida que quer o BE quer PCP veem o capital como inimigo dos trabalhadores e os trabalhadores como inimigos do capital”, criticou.

O PSD compromete-se, assim, com “políticas públicas para aumentar a competitividade das empresas” e “aumentar o investimento público que, como se sabe, durante a governação do PS atingiu o patamar mais baixo dos últimos anos, representa 2% do PIB”.

“Connosco passará a representar, ao fim dos 4 anos, 3,2% do PIB, o que quer dizer que nós iremos fazer mais 3,6 mil milhões de euros de investimento público na próxima legislatura”, garantiu.

O equilíbrio macroeconómico é outras das vertentes deste quadro macroeconómico, insistindo o líder social-democrata que a “dívida pública tem de ir descendo paulatinamente ao longo do anos”.

No quadro apresentado pelo PSD, o objetivo é a eliminação do défice público estrutural, prevendo-se um ligeiríssimo superavit do saldo estrutural até 2023.

Jamais subir a dívida pública e a dívida externa, bem pelo contrário, baixar a dívida pública e a dívida externa”, defendendo.

O reforço da poupança é outra das apostas porque, segundo o presidente do PSD, “Portugal tem hoje a poupança aos níveis que tinha no fim dos anos 50 e no princípio dos anos 60”, prevendo um conjunto de medidas para ajudar ao reforço da poupança das famílias e das empresas.

  // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. De promessas e maus resultados andamos fartos, melhor será que os políticos antes de prometerem tenham o cuidado de estarem certos daquilo que afirmam.

  2. En Campanha Eleitoral, os Políticos de todos bordos, garantem, juram que …, enfim !!!…. un RIO de promessas . Claro que na maioria ficam na gaveta !

  3. Tem tudo para dar certo;
    Ora vejamos:
    Baixa os impostos;
    Aumenta os salários à FP
    E aumenta o investimento público

    É o milagre de fazer mais com menos dinheiro.
    Ai Rio que te parta

RESPONDER

Nasceu a PlakTak, uma pastilha elástica que combate a placa bacteriana - e a sua origem é curiosa

Criada inicialmente pelo exército norte-americano para garantir a saúde oral dos seus soldados, a PlakTak pode estar a caminho das prateleiras das lojas. Há muitos avanços tecnológicos que começam no exército e acabam por ser usados …

Futuro subaquático. Várias cidades em todo o mundo ficarão submersas

O aquecimento global está a provocar a subida do nível médio da água do mar. E já existem imagens que mostram o cenário vivido em várias cidades costeiras no futuro. Secas históricas, inundações mortíferas e degelo: …

Chama-se Robin, é um robô e visita hospitais para ajudar as crianças a sentirem-se melhores

Uma simples visita de um robô controlado por humanos encoraja uma perspetiva positiva e melhora as interações médicas das crianças hospitalizadas. Robin é um robô que se move, fala e brinca com as crianças enquanto é …

Pinturas destruídas de Gustav Klimt foram reconstruídas com recurso a Inteligência Artificial

O pintor austríaco Gustav Klimt criou algumas das suas obras mais conhecidas durante a chamada Fase Dourada - que se manteve viva durante a primeira década do século XX. Durante o seu período mais inspirador, o …

É turca, tem 24 anos e mede mais de dois metros. Rumeysa Gelgi é a mulher mais alta do mundo

Aos 24 anos, Rumeysa Gelgi foi confirmada como a mulher mais alta do mundo pelo Guinness World Records. A jovem turca mede cerca de 2,15 metros. A sua altura surpreendente deve-se a uma condição chamada síndrome …

Princesa Amalia, sucessora ao trono holandês, poderá ser rainha se casar com uma mulher

Nos Países Baixos, os casamentos reais precisam da aprovação do Parlamento, mas Mark Rutte já deixou claro que a união homossexual não é um entrave no acesso ao trono. Longe vão os tempos em que os …

Homem armado com arco e flecha mata e fere várias pessoas na Noruega

O homem foi detido pelas autoridades norueguesas. O incidente aconteceu na cidade de Kongsberg, no sudeste da Noruega. Um homem armado de arco e flecha matou hoje várias pessoas e feriu outras na cidade de Kongsberg, …

EUA preparam-se para vacinar crianças a partir dos cinco anos em novembro

A Casa Branca pediu aos governadores estaduais dos EUA para se prepararem para vacinar crianças com idades entre os 5 e os 11 anos contra a covid-19. O plano pode começar a ser executado já …

Governo prevê que em 2022 todas as pensões deverão aumentar

As pensões vão aumentar entre 0,15% e 0,9% no próximo ano, por via da atualização regular, abrangendo 2,6 milhões de pensionistas disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. Esta atualização …

Médicos marcam greve para os dias 22, 23 e 24 de novembro

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) e a Federação Nacional dos Médicos (FNM) marcaram greve para os dias 22, 23 e 24 de novembro. A greve tem “como objetivo fundamental exigir o financiamento do Serviço Nacional …