Tancos. Procuradora do caso dos Comandos alvo de inquérito-crime por interceder contra o MP

Paulo Novais / Lusa

Militares à entrada dos Paióis Nacionais do Polígono Militar de Tancos

Cândida Vilar terá aconselhado o major Vasco Brazão, da Polícia Judiciária Militar, a não dar informações ao Ministério Público e à Polícia Judiciária.

A procuradora do caso dos Comandos, Cândida Vilar, está a ser alvo de um inquérito-crime com “origem numa certidão extraída do processo de Tancos”.

Segundo a edição deste sábado do Diário de Notícias, o Ministério Público (MP) instaurou o processo contra a procuradora por esta ter alegadamente aconselhado o major Vasco Brazão, da PJ Militar, a não dar informações ao MP e à PJ durante a investigação ao desaparecimento de armas e equipamento militar dos paióis de Tancos.

O processo está a ser conduzido pelo Ministério Público do Tribunal da Relação de Lisboa e não ter arguidos constituídos. A existência do processo foi confirmada ao jornal pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Por sua vez, a procuradora diz desconhecer a existência deste inquérito, afirmando não ter sido notificada.

De acordo com o DN, a origem deste processo está numa escuta a uma chamada entre Vasco Brazão, o major que liderou a investigação da PJ Militar ao desaparecimento do material, e Cândida Vilar, durante a qual, no entender do MP, a procuradora motivou Brazão a não adiantar informações ao DCIAP e à PJ.

Em causa podem estar crimes contra a realização da justiça, como denegação de justiça, prevaricação e favorecimento pessoa. Além disso, estão também em causa violações dos deveres dos magistrados do Ministério Público.

O major tinha o telefone sob escuta uma vez que estava na mira da Operação Húbris, que investigou o reaparecimento das armas de Tancos na Chamusca.

Ao matutino, a procuradora disse não ter memória deste telefonema. “Não tenho ideia nenhuma dessa conversa”, afirmou. Cândida Vilar, que tem sido responsável por alguns dos processos mais mediáticos no país, trabalhou com Vasco Brazão a propósito da investigação à morte de dois recrutas dos comandos, em 2016.

Recentemente, a procuradora esteve envolvida no caso da invasão da academia do Sporting por membros da Juve Leo. No último ano, Cândida Vilar foi alvo de três processos disciplinares: um nos comandos e dois no caso de Alcochete.

Esta semana, Cândida Vilar, de 62 anos, foi constituída arguida numa queira relativa à forma como agiu no caso dos comandos.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O futebol português está de volta. Uma corrida de dois cavalos e a montra para Amorim

A bola volta hoje a rolar em Portugal após a interrupção devido à pandemia de covid-19. Regresso o futebol que tão bem conhecemos, mas de uma forma como nunca vimos antes. Estádios desertos e jogos quase …

Cientistas identificam fóssil do inseto mais antigo do mundo

Um fóssil de um milípede descoberto em 1899 é o inseto mais antigo do mundo, concluiu um novo estudo. O espécime em causa tem 425 milhões de anos. Uma equipa de investigadores da Universidade do Texas …

Jorge Jesus renova com o Flamengo por mais uma época

O treinador português anunciou, esta quarta-feira, que vai ficar mais uma época nos brasileiros do Flamengo, até junho de 2021. "Digam à nação que fico!". É esta a frase que acompanha a fotografia publicada, esta quarta-feira, …

Governo deixa cair lay-off simplificado. Novo apoio vai variar em função da quebra de faturação

O apoio às empresas em lay-off que retomarem a atividade será diferenciado em função da quebra de faturação, com vista a direcionar as ajudas públicas “a quem mais precisa”, afirmou esta terça-feira a ministra do …

Grupo de precários da Casa da Música dispensado de serviço via e-mail "meia hora depois" de uma vigília de protesto

Cerca de 13 trabalhadores "precários" da Casa da Música, no Porto, foram dispensados dos concertos que tinham alocados para o mês de junho. Em declarações à Lusa, Hugo Veludo, um dos 13 assistentes de sala …

Sete detidos em operação na Quinta da Fonte ficam em prisão preventiva

Os sete homens que foram detidos numa operação policial no bairro da Quinta da Fonte, em Loures, na segunda-feira, ficaram em prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa, revelou à agência Lusa a Polícia …

O parasita da malária tem o seu próprio relógio interno

Um novo estudo acaba de revelar que, mesmo quando cultivados fora do corpo, os parasitas da malária conseguem manter o seu ritmo. Quando uma pessoa contrai malária, acontece uma dança rítmica dentro do corpo. Os sinais …

Maduro e Guaidó juntam-se na luta contra a pandemia. EUA acusam país de impedir voos humanitários

O governo do Presidente venezuelano e o líder da oposição Juan Guaidó acordaram procurar conjuntamente fundos para combater a pandemia da covid-19 na Venezuela, de acordo com um documento divulgado esta terça-feira na televisão oficial. No …

Marítimo "aplaude" Costa no espectáculo de Bruno Nogueira e pede adeptos nos Estádios

Com recurso a fotografias de António Costa no Campo Pequeno, a assistir ao espectáculo "Deixem o pimba em paz" de Bruno Nogueira, o Marítimo "aplaude" o gesto do primeiro-ministro e apela a que o futebol …

Sexta extinção em massa cada vez mais próxima. Mais de 500 vertebrados estão em risco

Uma sexta extinção em massa está cada vez mais perto, alertam os cientistas. Mais de 500 espécies de vertebrados estão sob ameaça de extinção devido aos seres humanos. Em 2015, o biólogo da Universidade de Stanford …