/

Canadá vs EUA. Dois navios turísticos e duas formas completamente diferentes de gerir uma pandemia

double_o_zero / Flickr

Cataratas do Niagára

O Canadá e os Estados Unidos lidam com a pandemia de covid-19 de forma distinta e tal é visível, até, nos navios turísticos que visitam as Cataratas do Niagára.

A fronteira que separa o Canadá dos Estados Unidos deverá permanecer fechada até, pelo menos, dia 21 de agosto. Apesar disso, há uma região onde os turistas canadianos e norte-americanos podem passar lado a lado: as Cataratas do Niagára.

Segundo avança a CNN, imagens recentemente divulgadas mostram dois navios turísticos nas famosas cascatas, com diferenças notórias à primeira vista: a embarcação da empresa norte-americana Maid of the Mist, visivelmente cheia, passa ao lado de um barco escassamente povoado, administrado pela empresa canadiana Hornblower Niagara Cruise.

Enquanto que as embarcações norte-americanas estão a ser preenchidas com 50% da sua capacidade, os barcos canadianos estão a adotar uma abordagem muito mais cautelosa, operando com cerca de 15% da capacidade.”

O Maid of the Mist está a seguir as orientações das autoridades de saúde do estado de Nova York”, informou a empresa de turismo dos Estados Unidos. “Com a segurança dos nossos hóspedes e funcionários em mente, implementamos uma série de alterações na nossa operação para garantir uma experiência segura e agradável”, acrescentou.

As máscaras de proteção são obrigatórias a bordo do navio e vários marcadores de distanciamento social foram adicionados aos barcos de turismo norte-americanos.

Enquanto que o Canadá registou, desde o início da pandemia, 112.000 casos de infeção, os Estados Unidos registaram mais de quatro milhões de casos de covid-19. “Reconhecemos que a situação continua complexa nos Estados Unidos”, disse o primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, este mês. “Vamos continuar a manter os canadianos seguros e a nossa economia a funcionar.”

A fronteira que separa o Canadá dos Estados Unidos é a maior fronteira indefesa do mundo e, devido à covid-19, está fechada para todo o “tráfego não essencial” desde março.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.