Cameron discorda do Papa sobre ofensa e vingança

World Economic Forum / Flickr

O primeiro-ministro britânico, David Cameron

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse hoje que uma sociedade livre tem o direito de ironizar com a religião, discordando da opinião do papa Francisco, que considerou existirem limites para a liberdade de expressão.

“Acho que numa sociedade livre existe o direito de ser ofensivo com a religião dos outros”, disse David Cameron, numa entrevista ao canal de televisão norte-americano CBS.

“Eu sou cristão. Se alguém diz algo ofensivo sobre Jesus, poderia considerá-lo ofensivo, mas numa sociedade livre não tenho o direito de libertar a minha vingança” sobre essa pessoa, adiantou.

David Cameron, que na sexta-feira esteve reunido com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em Washington, afirmou, ainda, que o seu trabalho é “fazer cumprir a lei” e não dizer a um jornal se pode ou não fazer uma publicação.

Na quinta-feira, o papa Francisco defendeu que a liberdade de expressão é um direito fundamental, que não permite “insultos à fé dos outros”, acrescentando que “matar em nome de Deus” é “uma aberração”.

Não podemos provocar, não podemos insultar a fé dos outros, não podemos ridicularizá-la”, disse aos jornalistas a bordo do avião, que levou o papa de Colombo para Manila, quando questionado sobre as caricaturas do semanário satírico francês Charlie Hebdo, alvo de um atentado que causou 12 mortos, em Paris.

A liberdade de expressão deve “exercer-se sem ofender“, disse, sublinhando que expressar-se era um “direito fundamental”.

“Todos têm não apenas a liberdade, o direito, como também a obrigação de dizer o que pensam para ajudar o bem comum. É legítimo usar esta liberdade, mas sem ofender”, insistiu o papa, pedindo verdade, principalmente na atividade política.

“Se o meu bom amigo Dr. Gasparri ofender a minha mãe, deve preparar-se para levar um soco. É normal, é normal”, acrescentou o papa Francisco, na que terá sido a mais polémica das suas considerações.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Cameron tem razão. O Papa demonstrou que por mais progressista que sejamos há sempre um limite para além do qual não somos capazes de pensar. Nesta questão foi extremamente conservador, com o é próprio dos líderes religiosos e das religiões, que cerram fileiras à volta de um conjunto de dogmas. Contudo, convém distinguir humor de ofensa. A ofensa não é humor. Nenhum humor, por mais ousado que seja, será ofensivo. Só tem capacidade de humor quem é capaz de rir de si próprio (o que é muito mais difícil do que se pensa). Sentir-se ofendido em nome próprio ou do coletivo a que se pertence é sinal de entorpecimento racional. Nessa ocasião devemos parar para pensar e nos libertarmos dos preconceitos. Só os ditadores e os regimes totalitários vêm no humor um inimigo público. Não deixemos as democracias seguir por esse caminho. Se seguirem deixarão rapidamente de o ser.

  2. Este indivíduo que se diz representante de Deus apregoando o amor ao proximo, a paz, tolerância e afins deveria olhar para dentro (dele) e explicar ao mundo porque não recebeu o Dalai Lama por ficar borrado de medo dos chineses. Afinal onde está a coerência e a sua santíssima neutralidade? Será que os nepaleses não são humanos. Este indivíduo papal pra mim… …já era!

RESPONDER

A Família Real inglesa vai ter um novo membro (e será já no início de 2021)

A Rainha Isabel II vai ter mais um bisneto. A princesa Eugénia anunciou hoje, através das redes sociais, que está à espera do seu primeiro filho. Também a Casa real já se pronunciou sobre a …

Google Maps vai localizar e mapear áreas de contágio de covid-19

O Google Maps, 'website' e aplicação de cartografia da gigante norte-americana Google, vai poder revelar nos mapas, consultados por utilizadores, as áreas de infeção da covid-19. “Ao abrir o Google Maps, clique na guia à direita …

Cabra com mais de 400 anos encontrada mumificada numa montanha de gelo

Uma cabra morta há mais de 400 anos foi descoberta por um esquiador, em Val Aurina, em Itália. Hermann Oberlechner, alpinista e campeão de esqui, estava a caminhar quando encontrou algo invulgar e inesperado no …

Norte-americano morre após overdose de guloseimas

Um homem de 54 anos morreu na sequência de uma paragem cardíaca causada por hipocaliemia severa. A ingestão de alcaçuz preto em altas quantidades é apontada como a causa da morte. Um norte-americano de 54 anos, …

Cidade brasileira de Manaus pode já ter atingido a imunidade de grupo

Um estudo liderado pela Universidade de São Paulo, no Brasil, sugere que a cidade brasileira de Manaus, a capital do estado do Amazonas, pode já ter atingido a imunidade de grupo para o novo coronavírus …

Segunda vaga da covid-19 aumenta fosso entre ricos e os pobres em Madrid

A capital de Espanha foi a mais atingida da Europa ao nível de contágios e mortes por covid-19, situação que levou a presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, a decretar o bloqueio parcial …

Sobrinho de Pablo Escobar terá encontrado 18 milhões escondidos na parede do apartamento do traficante

Um sobrinho do traficante colombiano Pablo Escobar disse que encontrou 18 milhões de dólares em dinheiro escondidos dentro de uma parede de um dos apartamento do seu tio. De acordo com o jornal britânico The Independent, …

Bebé nasce durante voo (e companhia aérea oferece-lhe "passagem vitalícia")

Foi durante uma viagem de avião que uma menina resolveu vir ao mundo A mãe da bebé viajava num voo da Egyptair quando entrou em trabalho de parto e teve direito a um presente inesperado. …

Pelo menos 22 mortos em queda de avião militar na Ucrânia

Pelo menos 22 pessoas morreram, esta sexta-feira, na queda de um avião militar no este da Ucrânia, entre as quais estudantes de uma escola militar, havendo ainda registo de dois feridos graves. "Vinte mortos e dois …

Empresas espanholas terão de pagar despesas dos funcionários em teletrabalho

A lei não se aplicará se o teletrabalho tiver sido forçado pela pandemia de covid-19, mas a empresa terá de assumir, porém, as despesas dos funcionários que estejam a trabalhar à distância. De acordo com o …