Caixa vai apresentar prejuízo recorde de quase 2 mil milhões de euros

João Carvalho / wikimedia

Edifício-sede da Caixa Geral de Depósitos, CGD

Edifício-sede da Caixa Geral de Depósitos, CGD

Segundo avançaram esta quinta-feira o Eco e a Sic Notícias, as perdas da CGD em 2016 rondam os 1900 milhões de euros. Esta sexta-feira, Paulo Macedo apresenta os resultados.

Segundo o jornal Eco, a CGD vai apresentar resultados esta sexta-feira, sendo esperado um “recorde de prejuízosa rondar os 2 mil milhões de euros. O banco público vai também aproveitar para fazer um ponto de situação da recapitalização e reconhecer imparidades de três mil milhões de euros.

Ainda assim, diz o Jornal de Negócios, vão ficar significativamente abaixo dos 3 mil milhões de prejuízo previstos no plano de recapitalização – o que “abre a porta a uma injecção de capital inferior aos 2700 milhões de euros”, o que, se a Comissão Europeia permitir, até ajudaria o estado português  a atingir a meta do défice.

O documento negociado com Bruxelas previa que as imparidades do banco público chegassem em 2016 a 3 mil milhões de euros. No final de setembro, os resultados apontavam apenas para 412 milhões em imparidades.

Os 3 mil milhões de imparidades dizem respeito ao reconhecimento da desvalorização de   ativos e de perda de créditos em valor superior ao que constava no balanço do banco.

Na banca, este tipo de situação acontece sobretudo devido ao crédito mal parado, que tem como garantia, por exemplo, imóveis que desvalorizam ou expectativas de crescimento, no caso das empresas, que não se concretizam. De cada vez que uma empresa vai à falência, os seus créditos junto da banca ficam, total ou parcialmente, por pagar.

Os resultados da CGD melhoraram no último trimestre, explica o Observador, em parte por uma melhoria do clima económico, por medidas de contenção de custo e pela subida das receitas, mas também pelo impacto positivo na banca da alteração, no fim do ano passado, das regras que permitem que as perdas sejam dedutíveis em impostos.

Segundo o jornal online, uma pequena variação na taxa de imposto pode representar até mais de uma centena de milhão de euros no resultado final da Caixa.

Em 2015, a Caixa fechou o ano com prejuízos de 171,5 milhões de euros. Na altura, o presidente José de Matos confiava no regresso aos lucros em 2016.

Os resultados anuais do banco estatal vão ser apresentados pela primeira vez pelo novo líder da Caixa, Paulo Macedo, em conferência de imprensa que tem lugar esta sexta-feira, pelas 17.30h.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. E agora de quem é a culpa? Como os prejuízos são do ano passado certamente a esquerdalha terá que arranjar um plano para culpabilizar alguém!.

  2. Todos filhos de Uma Égua, cada vez roubam mais, e o Zé povinho paga, não hà justiça em Portugal, pois se houvesse, quem rouba …. ( Forca ), pena de Morte, mas somos um País Governados por Piratas, Ladroēs e Bandidos.
    É triste ver notícias destas.

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …