Caixa seguiu “orientações políticas” no caso La Seda e arrisca perder 900 milhões

Paulo Novais / Lusa

O ex-ministro Armando Vara

Com a Caixa Geral de Depósitos no “olho do furacão” por causa da lei de excepção criada pelo governo para os novos gestores do banco público, fala-se novamente no investimento ruinoso que a entidade fez na empresa espanhola La Seda, seguindo “orientações políticas”, e que lhe pode custar 900 milhões de euros.

Um dos mais importantes dossiers que António Domingues, o novo presidente da Caixa Geral de Depósitos (CGD), tem em mãos respeita à empresa espanhola La Seda e particularmente, devido aos mais de 900 milhões de euros que o banco aplicou, há cerca de uma década, no universo do grupo do sector petroquímico.

O caso é recuperado pelo Público, que sustenta que “a Caixa recebeu orientações políticas para entrar numa aventura industrial luso-espanhola que se revelou um erro”.

Em causa estão os empréstimos concedidos e os investimentos feitos na La Seda de Barcelona, mas também nas empresas portuguesas Selenis  (accionista da La Seda) e Artlant (fornecedora da La Seda), entre 2006 e 2010.

O diário lembra que, na altura, o governo era liderado por José Sócrates e a Caixa por Carlos Santos Ferreira e Armando Vara, ambos nomeados para a administração do banco pelo então ministro das Finanças, Teixeira dos Santos.

Numa auditoria recente realizada à CGD onde foram detectados mais de 2,3 mil milhões de euros de empréstimos que correm o risco de não serem pagos, ficou assente que Armando Vara e Santos Ferreira terão autorizado “os créditos mais complicados”, sem obterem as devidas garantias de retorno dos valores concedidos.

Ora tanto a La Seda como a Artlant e a Selenis estão em processo de falência; a empresa espanhola já pediu a protecção contra os credores e a Artlant accionou um Plano Especial de Revitalização, enquanto a Selenis já se declarou falida.

O Público lembra que a Caixa investiu 121,3 milhões de euros na La Seda, emprestando à empresa mais 75 milhões de euros; na Artlant, o banco público investiu 25 milhões de euros, concedendo ainda créditos de 520 milhões; e à Selenis a CGD emprestou 165 milhões de euros.

Assim, o banco do Estado tem em risco verbas superiores a 900 milhões de euros, o que perfaz quase 22% do esforço público no âmbito do processo de recapitalização, conforme nota o jornal.

O Público ainda refere que o caso La Seda “poderia ter ficado fechado para a CGD na última legislatura, se o executivo de Passos Coelho tivesse dotado a instituição dos capitais solicitados pela anterior gestão liderada por José de Matos”. Mas tal não chegou a suceder.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este Vara é outra bela “bisca” que apareceu para chular o erário publico. Uma nódoa, que veio de Trás-os-Montes, onde foi um simples “caixa bancário” e chega a administrador de um Banco… No caso, a CGD. Está á vista a sua capacidade de “gerir” a coisa publica. É que este artista nem sequer tem competencias de gestão que se lhe reconheçam. Foi um oportunista, um “chico esperto”, um “boy” partidário. É por exemplos destes que acho preferível pagar mais a alguém a quem sejam reconhecidas competencias de gestão, do que pagar menos mas a gente incompetente que acaba por dar mais prejuizo ao erário publico. A maioria destes boys são uns imbecis incompetentes, que nos lesam a todos portanto, nem o ordenado minimo mereciam.

  2. Vara … Socrates… sempre os mesmos nomes. Como é possível que alguém como eu tenho visto ainda ache que Sócrates foi inocente na falência deste país ? Este Armando Vara que á nascença não tinha onde cair morto, a não ser o facto de vir lá de cima de Trás-os-Montes aos trambolhões para Lisboa e ter a esperteza de fazer uns quantos amigos politicos na capital. Como é possível que toda esta gente não esteja presa ? E já agora porque carga de +água é que o povo é chamado a pagar prejuízos dos bancos mesmo sendo eles públicos. É que se eu (português) sou acionista então quero vender já as minhas acções…

RESPONDER

Covid-19. Perda de olfato e paladar pode durar até cinco meses

A perda dos sentidos do olfato e do paladar pode durar até cinco meses depois da infeção por covid-19, segundo um estudo preliminar dado a conhecer esta terça-feira, sendo os resultados definitivos apresentados em abril, …

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para serem vacinadas contra a covid-19

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para conseguirem receber a segunda dose da vacina contra a covid-19, mas foram "apanhadas". De acordo com a CBS News, duas mulheres foram "apanhadas" a tentar obter as segundas …

O Rei Leão. Teoria que nasceu no TikTok sugere que Mufasa foi vítima de canibalismo

Christian Jones, um fã do filme de animação O Rei Leão, partilhou no TikTok uma teoria intrigante sobre a história da Disney. No filme O Rei Leão, o leão patriarca Mufasa é assassinado e substituído pelo seu …

Gérard Depardieu indiciado por violação e agressão sexual

Gérard Depardieu foi acusado de "violação" e "agressão sexual" de uma jovem atriz e bailarina em Paris, atos que terão ocorrido nos dias 7 e 13 de agosto de 2018. O ator francês Gérard Depardieu foi …

Uma experiência artística imersiva. Abriu em Las Vegas um supermercado psicadélico

A mercearia mais excecional dos Estados Unidos já abriu. O Omega Mart baseia-se numa experiência artística imersiva, criada pela empresa de artes e entretenimento Meow Wolf, e está agora oficialmente aberto no complexo de artes …

A imensa erupção do Etna surpreendeu até quem estuda vulcões

Há mais de uma semana que o vulcão Etna tem vindo a expelir lava, cinzas e rochas vulcânicas. Aquele que é considerado o vulcão mais ativo da Europa foi o protagonista dos últimos dias na …

Fotógrafo descobre raro pinguim amarelo na Geórgia do Sul

O pinguim amarelo foi fotografado na Geórgia do Sul, em dezembro de 2019, e as fotografias do animal estão agora a correr o mundo. Especialistas estão divididos sobre a causa desta condição rara. Este raro pinguim …

Portugal em destaque na Reuters. "Enfermeiros querem salários, não aplausos"

"Exaustos na luta contra a covid-19, enfermeiros portugueses querem salário, não aplausos." Este é o título da peça da Reuters, publicada esta quarta-feira. Correspondentes da agência Reuters traçaram o cenário vivido atualmente pelos enfermeiros portugueses, que …

Chegou o Mate X2. O novo dobrável da Huawei muda a forma de guardar o ecrã

O novo smartphone da Huawei é dobrável. Porém, o X2 conta com mudanças na forma de dobrar e está equipado com uma nova dobradiça com design multidimensional. O equipamento vai chegar ao mercado chinês a …

"Dare mighty things." Detetives da Internet acreditam ter desvendado a mensagem secreta do paraquedas da Perseverance

A Internet, disfarçada de detetive, encontrou uma mensagem secreta no paraquedas que ajudou a Perseverance a pousar em Marte. Sem lupa nem gabardina: o mundo está concentrado na jornada do rover da NASA e os detetives …