Espuma tóxica cai com as primeiras chuvas após as explosões de Tianjin

SCMP

-

Uma misteriosa espuma branca que cai com a chuva está a provocar queimaduras e escoriações em alguns dos habitantes de Tianjin

As primeiras chuvas que caíram sobre a cidade depois do desastre de Tianjin vieram acompanhadas de uma misteriosa espuma branca que causa escoriações na pele, dizem habitantes da cidade chinesa, sacudida a semana passada por uma série de violentas explosões.

Um voluntário que se encontra a fazer trabalho humanitário próximo do epicentro das explosões, citado pelo South China Morning Post, relata que ao entrar em contacto com a chuva experimentou uma sensação pungente e notou vermelhidão nas mãos.

Outros trabalhadores no local manifestaram sintomas semelhantes, que são aliviados depois de enxaguar as áreas afectadas.

Os jornalistas do SCMP em reportagem no local, que também foram expostos à chuva, não apresentaram no entanto quaisquer sintomas.

Segundo Deng Xiaowen, director do Centro de Monitorização Ambiental de Tianjin, a espuma branca “é um fenómeno normal quando chove, e já aconteceu anteriormente”.

Mas algumas vozes manifestam receios de que os produtos químicos libertados pelas explosões possam reagir com a água na atmosfera, originando produtos perigosos para a saúde.

Esse é o caso por exemplo do cianeto de sódio, que hidroliza facilmente, originando ácido cianídrico, um poderoso veneno com característico cheiro a amêndoa amarga.

A semana passada, duas violentas explosões ocorridas num armazém da zona portuária de Tianjin, no Norte da China, causaram 104 mortos e 700 feridos.

O Ministério de Segurança Pública da China confirmou que o armazém onde se deram as explosões continha pelo menos 3.000 toneladas de cerca de 40 produtos químicos perigosos.

Entre as 3.000 toneladas, 800 eram de nitrato de amónio, 700 de cianeto de sódio e outras 500 de nitrato de potássio.

Algumas partes da cidade foram evacuadas devido a receios de propagação de químicos.

Nível de cianeto em Tianjin 356 vezes superior ao permitido

Segundo Bao Jingling, chefe do Grupo de Emergência do Gabinete de Proteção do Meio Ambiente de Tianjin, restos de cianeto “podem ter chegado aos edifícios residenciais próximos” do porto onde se deram as explosões.

Amostras de água recolhidas na zona da explosão da semana passada em Tianjin, norte da China, apresentaram um nível de cianeto de sódio 356 vezes superior ao permitido, informaram esta quinta-feira as autoridades.

“Um nível excessivo de cianeto foi detectado em oito pontos (de água) diferentes, o mais alto dos quais atingia 356 vezes” o nível permitido, informou o Gabinete.

O Gabinete precisou que foram recolhidas amostras de água em 25 locais diferentes do interior da zona “de isolamento” em volta do local da explosão.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …

Balneários proibidos e 3 metros de distância. As regras da DGS para a prática de exercício físico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda uma distância mínima de três metros entre pessoas que pratiquem exercício físico, no âmbito das medidas de prevenção da pandemia de covid-19. A orientação, intitulada “Procedimentos de Prevenção e Controlo …

Astronautas da NASA já se preparam para voo histórico a bordo do foguetão da Space X

Dois astronautas da NASA já estão a equipar-se para o lançamento histórico de um foguetão concebido e construído pela empresa SpaceX, de Elon Musk, apesar de as previsões meteorológicas indicarem mais tempestades. Com o voo já …

Há dez anos, Portugal adotou a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo

Portugal adotou há 10 anos a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após um debate fraturante que remeteu para mais tarde a adoção de crianças por estes casais, possível apenas desde …

Trabalhadores da Autoeuropa temem perda de centenas de postos de trabalho

A entidade coordenadora das Comissões de Trabalhadores da Autoeuropa assumiu hoje, em comunicado, recear a perda de centenas de empregos no parque industrial, que está sem condições para trabalhar sete dias por semana, após a …