Cada vez mais crianças são usadas como armas de guerra

“Esta brutalidade não se pode tornar no novo normal”. Um relatório da Unicef, publicado esta quinta-feira, aponta vários exemplos de crimes contra crianças em países como o Iraque, Síria, República Centro-Africana, entre outros.

A Unicef, Fundo das Nações Unidas para a Infância, publicou, esta quinta-feira, um relatório no qual revela que o número de crianças afetadas por conflitos atingiu “níveis chocantes” em 2017.

No relatório, o órgão que tem como objetivo promover a defesa dos direitos das crianças detalha os abusos registados nas principais zonas de conflitos armados, países como o Iraque, a Síria, a República Centro-Africana, a Somália, entre outros.

No documento, é também referido o desprezo pelas leis internacionais, criadas para proteger os mais vulneráveis em situações de guerra por todo o mundo.

“As crianças estão a ser atingidas e expostas a ataques e a violência brutal nas suas casas, escolas e parques infantis. Estes ataques continuam ano após ano, mas não podemos deixar-nos entorpecer. Esta brutalidade não se pode tornar no novo normal” diz o diretor dos programas de emergência da Unicef, Manuel Fontaine.

Há casos de crianças que são raptadas e usadas por grupos extremistas, acabando por ser abusadas novamente depois de libertadas por forças de segurança. Há, também, milhões de crianças em todo o mundo a sofrer diariamente de má-nutrição, doenças e trauma, devido aos conflitos que lhes travam o acesso a bens essenciais, como água potável.

“A Unicef pede a todos os envolvidos em conflitos que cumpram as suas obrigações sob a lei internacional e que acabem imediatamente com todas as violações dos direitos das crianças e com os ataques a infraestruturas civis, incluindo escolas e hospitais”, lê-se no documento hoje divulgado.

Conforme noticia o Expresso, no Afeganistão, por exemplo, foram mortas cerca de 700 crianças nos primeiros nove meses de 2017. Na República Democrática do Congo, mais de 850 mil crianças fugiram e mais de 200 centros de saúde e 400 escolas foram atacados.

No Iraque e na Síria, as crianças foram usadas como escudos humanos, vivendo na primeira linha de bombardeios e violência. Na Nigéria e nos Camarões, militantes da rede extremista Boko Haram forçaram 135 crianças a tornarem-se bombistas suicidas (cinco vezes mais do que em 2016).

Em Myanmar, especificamente no estado de Rakhine, as crianças da minoria étnica muçulmana rohingya sofreram um nível de “violência chocante e generalizada” e no Iémen, houve pelo menos cinco mil crianças a perderem a vida ou a ficarem feridas.

De acordo com a Renascença, o relatório da Unicef é divulgado no dia em que o calendário litúrgico cristão assinala o dia dos Santos Inocentes – recordando as crianças que, segundo o Evangelho, foram mandadas massacrar por Herodes na tentativa de matar Jesus.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Zidane, em momentos nunca vistos: "A justificação do árbitro não chega"

Uma jogada que envolveu Militão transformou o jogo entre Real Madrid e Sevilha - e pode ter transformado o desfecho do campeonato. Zidane estava claramente incomodado depois do encontro. Foi uma jornada "louca" em Espanha: Barcelona …

Pandora troca diamantes das minas por pedras criadas em laboratório

Alexander Lacik, CEO da Pandora, justificou esta mudança como parte de uma iniciativa mais ampla de sustentabilidade da empresa. O lançamento dos diamantes adquiridos de forma sustentável "marca um novo marco para a Pandora, uma vez …

FC Porto 5-1 Farense | “Dracarys” portista sobre algarvios

Esta segunda-feira, o FC Porto goleou o Farense por 5-1, na 32.ª jornada da Liga. Os dragões têm agora 74 pontos e estão a cinco do Sporting. Goleada das antigas no Dragão. O FC Porto incendiou …

Nova técnica permite observar o cérebro a mover-se (em tempo real e em 3D)

Uma equipa de cientistas da Nova Zelândia está a desenvolver uma nova técnica de imagem que ajudará a detetar distúrbios cerebrais e aneurismas antes que se tornem fatais. As imagens de ressonâncias magnéticas são estáticas. Recentemente, …

Aviso ao finalista da Liga Europa: "Se tiver de expulsar todos, expulso"

Real Madrid e Sevilha centraram as atenções, no que diz respeito à arbitragem, mas o ambiente tenso chegou igualmente ao Villarreal-Celta. O Celta de Vigo foi ao terreno do Villarreal vencer por 4-2, neste domingo, num …

Serviços Secretos ucranianos apreendem remessa de bebida alcoólica de Chernobyl

Os Serviços Secretos ucranianos apreenderam 1.500 garrafas de uma bebida alcoólica produzida com maçãs colhidas perto da central nuclear de Chernobyl. ATOMIK Chernobyl Spirits é uma bebida espirituosa feita com ingredientes de dentro da zona de …

Na Bielorrússia, calçar meias vermelhas e brancas é um risco (com um preço demasiado alto a pagar)

Uma jovem foi recentemente condenada por usar meias às riscas com as cores simbólicas da oposição ao Presidente Alexander Lukashenko. O vermelho e o branco, símbolos da oposição ao Presidente Alexander Lukashenko, podem causar sérios problemas …

O "lago rachado" de Taiwan é famoso nas redes sociais (mas esconde uma realidade sombria)

O Lago Sol Lua já foi um ponto turístico popular de Taiwan. Porém, agora o fundo do lago "rachado" é famoso por um motivo sombrio: uma das piores secas que atingiu a ilha em décadas. O …

Estado ainda tem números de valor acrescentado à margem da lei

Ainda há empresas públicas que usam números de apoio ao cliente de valor acrescentado, apesar de a lei proibir esta situação há mais de um ano. Há mais de um ano que existe legislação que impede …

"Saída do sofrimento." Na Nigéria, as letras de hip hop encorajam o cibercrime

A Internet trouxe benefícios mas também muitos riscos, entre eles o crime cibernético. Na Nigéria, este tipo de fraude representa 0,08% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, o que torna o cibercrime uma ameaça …