George W. Bush, Mitt Romney e Colin Powell não vão apoiar Donald Trump

ENERGY.GOV / Wikimedia

O ex-Presidente dos Estados Unidos, George W. Bush

Várias figuras notáveis do Partido Republicano já decidiram que não vão apoiar o atual Presidente dos Estados Unidos nas eleições Presidenciais, agendadas para 3 de novembro deste ano.

Depois da forma como Donald Trump lidou com a pandemia de covid-19 no país, a gota de água foi a sua resposta incendiária aos protestos contra a violência policial que se desencadearam por todo o território, no seguimento da morte de George Floyd.

De acordo com o New York Times, George W. Bush, ex-Presidente dos Estados Unidos, Colin Powell, antigo secretário de Estado, e Mitt Romney, senador do Utah, são algumas das personalidades do Partido Republicano que já disseram que não vão apoiar a recandidatura do atual Presidente.

O jornal norte-americano escreve que ainda não se sabe o que Bush vai fazer, mas certo é que não vai apoiar Trump. O seu irmão, Jeb Bush, também não sabe qual o candidato que irá escolher, cita o The Independent.

Segundo o NYT, é quase garantido que Cindy McCain, viúva do senador John McCain, deverá apoiar o candidato democrata Joe Biden, apenas ainda não decidiu se o vai fazer publicamente, uma vez que o filho está a pensar enveredar pelos caminhos do pai.

Nenhum destes nomes votou em Trump em 2016, mas a continuação desta posição quando este já é Presidente tem outra carga política, diz o mesmo jornal.

Em declarações à CNN, este domingo, Powell foi ainda mais longe, tendo anunciado o seu apoio a Biden. “Não pude votar nele em 2016 e, certamente, não posso apoiar o Presidente Trump este ano”, declarou o antigo secretário de Estado que, nas últimas Presidenciais, apoiou a candidata Hillary Clinton.

“Temos uma Constituição, devemos respeitar a Constituição. E o Presidente não a seguiu”, referiu Colin Powell, acrescentando que Donald Trump “mente”.

“Ele mente o tempo todo”, disse o ex-secretário de Estado, salientando que jamais utilizaria a mesma palavra para algum dos quatro Presidentes com quem trabalhou.

Por isso, Powell apelou a todos os norte-americanos para refletirem sobre o seu impacto no país e no mundo. “Pensem, usem o bom senso, façam a vós mesmos a pergunta: É bom para o meu país?”, rematou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. É pena que o Partido Republicano não tenha percebido logo nas consequências de ter um louco como o Trampa como seu candidato.
    Na verdade, o Trump comprou o seu lugar no GOP, minando a própria estrutura do partido e o resultado está aí…

      • Ah?
        Ventura, és tu??
        Bem… essa tática de tentar desviar o assunto, falando de outros, pode resultar na carneirada da bola ou no Facebook…
        A notícia é sobre o P. Republicano ou sobre o P. Democrata?
        Não sei se no P. Democrata algum outsider comprou a sua candidatura à presidência, minando e manipulando completamente o partido – mas esta notícia não é sobre isso!!

          • Aí estão os “venturinhas” a mostrar o que são e a expor publicamente as suas preferências sexuais!
            E isto é gente que vai à missa/acredita em deuses!…

            • Até sonhas com ele. Incha, desincha e depois passa, há que habituar, o AV veio para ficar.

              Aguenta!

    • John McCain talvez tenha sido u dos poucos republicanos que percebeu não compensar votar no “idiota conveniente”. A maioria dos outros apoiou-o por oportunismo, mas estão concluindo que apostaram no cavalo errado, uma vez que os prejuizos começam a suplantar os lucros.

      • Exactamente.
        O McCain (militar condecorado) foi insultado pelo Trump (ricaço cobarde) mas respondeu à altura e no local certo!
        Infelizmente, outros oportunistas e lobystad fecharam os olhos e agora estão a acordar para a dura realidade.

  2. Os criminosos do pretexto das “weapons of mass distruction” para invadir um pais

    A propaganda de esquerda é forte, todos os dias inventam algo sobre Trump.

RESPONDER

Hesitação anedótica dos deputados do PSD Madeira terá sido motivada por pressões de Rui Rio

O momento anedótico protagonizado pelos deputados do PSD Madeira, no Parlamento, aquando do chumbo às transferências de mais dinheiro para o Novo Banco, terá sido motivado por pressões de Rui Rio sobre o presidente do …

Estudo prevê menos de 2 mil novos casos diários no Natal

No Natal, Portugal deverá registar menos de dois mil novos casos diários de covid-19, segundo uma projeção da Faculdade de Ciência da Universidade de Lisboa divulgada hoje. Neste momento regista-se uma redução de 2,7% de novos …

A brilhar na seleção e sem lugar no Sporting, Plata é pretendido pelo Leicester

Depois de somar um par de boas exibições ao serviço da seleção equatoriana, Gonzalo Plata está a ser sondado pelo Leicester. O jovem de 20 anos não tem sido opção no Sporting. Gonzalo Plata tem atraído …

"É impensável um relaxamento". Entre novas medidas, Itália impõe quarentena a turistas nacionais e estrangeiros no Natal

O governo de Itália aprovou a quarentena obrigatória para cidadãos italianos que estejam no estrangeiro entre 21 de dezembro e 6 de janeiro e regressem ao país e para turistas, para prevenir uma "terceira vaga" …

Esta à porta mais um fim de semana de restrições. Concelhos “fecham” a partir das 23h

Entre as 23h00 desta sexta-feira e as 23h59 de terça-feira estão proibidas as deslocações para fora do concelho de residência habitual, salvo algumas exceções previstas na lei. Nesta sexta-feira, o Parlamento prepara-se para dar “luz verde” …

Lucas Veríssimo tem dado dores de cabeça ao Benfica, mas "poderá sair de graça em janeiro"

O presidente do Santos, Orlando Rollo, avisa que há o sério risco de Lucas Veríssimo sair a custo zero já em janeiro. O SL Benfica está ainda a estudar a sua contratação. O negócio de Lucas …

Tabelas do IRS podem significar aumento do salário mínimo até 685 euros

A divulgação das novas tabelas de retenção na fonte de IRS sugere que o salário mínimo nacional possa aumentar até aos 685 euros. O valor a partir do qual salários e pensões passam a descontar IRS …

Arquipélago na "Atlântida britânica" sobreviveu a tsunami há 8 mil anos

Cientistas acreditam que uma parte de Doggerland, uma antiga civilização conhecida como a "Atlântida britânica", tenha sobrevivido ao tsunami que inundou a região há 8 mil anos. Doggerland foi uma civilização antiga no Mar do Norte, …

Plano de vacinação pode prolongar-se até março de 2022. Normalidade pode regressar já no próximo verão

Portugal vai receber 22,8 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 que chegam para imunizar toda a população, mas o processo vai decorrer em três fases, a última das quais poderá prolongar-se até ao …

Partidos concordam com o alívio no Natal (mas plano de vacinação não satisfaz Marcelo)

Com o voto favorável do PSD assegurado, o Parlamento vai aprovar, esta sexta-feira, o decreto presidencial com a segunda renovação do estado de emergência desta segunda fase da pandemia. Depois da reunião no Infarmed, Marcelo Rebelo …