Budapeste é o destino europeu do ano. Braga é “vice-campeã”

A cidade de Braga foi eleita o segundo Melhor Destino Europeu para 2019, ficando a cerca de 3 mil votos da cidade húngara de Budapeste, o destino “campeão” do ano, eleito na votação European Best Destinations 2019. 

Em comunicado enviado às redações, a Câmara de Braga dá conta de que a cidade minhota era a única nomeada portuguesa na edição deste ano, conseguindo arrecadar 59.092 votos. Budapeste, por sua vez, somou 62.128 votos.

De acordo com a autarquia, Braga foi a cidade que recolheu mais votos fora do território nacional, assumindo-se como destino favorito dos viajantes oriundos do Brasil e Reino Unido. Tendo em conta o elevado número de votos, escreve a Câmara, a organização irá, pela primeira vez, comprometer-se a aumentar a visibilidade e criar conteúdos promocionais sobre os dois destinos mais votados em 2019.

A autarquia bracarense frisa ainda que o número de votos arrecadados pela cidade nesta edição ultrapassou os resultados obtidos por destinos vencedores de edições anteriores.

Para Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, esta votação é a “prova inquestionável da afirmação internacional da marca Braga”. O autarca acredita que o resultado terá reflexos positivos no turismo e na economia local nos próximos anos.

“Esta distinção fará com que Braga esteja presente nas mais reputadas publicações na área do Turismo de todo o mundo, fazendo da Cidade um destino cada vez mais obrigatório para milhões de viajantes”, sustentou Ricardo Rio citado em comunicado.

No total, e nesta edição de 2019, foram distinguidas 15 cidades. Ao lado da cidade húngara de Budapeste (62.128 votos) e de Braga (59.092 votos), juntou-se Monte Isola, em Itália (56.024); Metz, em França (52.569); Poznan, na Polónia (43.057) no top five.

Seguiu-se depois Málaga, em Espanha (36.485); Genebra, na Suíça (31.112); Cavtat, na Croácia (26.943); Bratislava, na Eslováquia (24.749); Sainte-Maxime, na França (20.458); Dinant, na Bélgica (17.122); Atenas, na Grécia (16.024); Kotor, em Montenegro (14.882); Riga, Letônia (12.024); Florença (10.068).

“A votação foi aguerrida“, revelou em declarações à Fugas Maximilien Lejeune, responsável pela organização que gere a iniciativa. “Braga recebeu mais votos do que Bordéus ou Wroclaw” quando venceram (2015 e 2018, respetivamente), notou, dando conta que até já se pode dizer definitivamente que Braga é trendy.

A iniciativa foi já vencida por outras cidades portuguesas. Lisboa venceu a primeira edição em 2010 e o Porto venceu nas três ocasiões em que esteve nomeado (2017, 2014, 2012).

Criada em 2009, a European Best Destinations, sediada em Bruxelas, promove a cultura e o turismo na Europa e distingue, desde 2010, as cidades mais modernas e atraentes para visitar na União Europeia. Este é considerado o maior evento de e-turismo da Europa.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Quarentena de 21 dias, testes e fecho de casinos levam Macau a erradicar covid-19

Macau, um dos primeiros territórios a identificar o novo coronavírus, é agora um dos locais livres de covid-19, estando há cerca de 380 dias sem qualquer registo de infeção local, segundo os dados oficiais. O …

Costa preocupado com desconfinamento. Concelhos de risco dão dores de cabeça

Com a terceira fase de desconfinamento aí à porta, o Governo ainda tem dúvidas sobre o que fazer, mantendo algumas pontas soltas. A maior preocupação incide nos conselhos onde há mais casos. Durante a reunião do …

Para prevenir acidentes, China inaugura o primeiro semáforo para camelos do mundo

Autoridades do norte da China inauguraram este domingo o que dizem ser o primeiro sinal de trânsito para camelos do mundo perto da cidade de Dunhuang, província de Gansu. O semáforo para camelos entrou em operação …

PRR terá mecanismo de fiscalização no Parlamento. PSD quer bazuca durante a presidência portuguesa da UE

O ministro do Planeamento, Nelson Souza recebeu nesta terça-feira, os partidos com assento parlamentar e as deputadas não inscritas para conversas bilaterais sobre o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Trata-se da chamada "bazuca" que virá …

Ministro da Saúde austríaco demite-se por falta de apoio na gestão da pandemia

O ministro da Saúde de Áustria, Rudolf Anschober, anunciou esta terça-feira a sua demissão, devido à falta de apoio na gestão da crise pandémica, cessando funções na próxima segunda-feira. "A situação é dramática nos serviços de …

OMS quer suspender venda de mamíferos selvagens vivos em mercados de alimentos

A Organização Mundial de Saúde defende a suspensão da venda de mamíferos selvagens vivos nos mercados de alimentos para evitar a propagação de doenças, avança a AFP. "Os animais, especialmente os selvagens, são a fonte de …

“Frescura, juventude e capacidade“. Coligação improvável em Penafiel junta PS e partido de Tino de Rans

O PS e o partido RIR, liderado pelo ex-candidato presidencial Vitorino Silva, formaram a coligação Penafiel Unido, que vai concorrer às autárquicas em Penafiel, distrito do Porto, com Paulo Araújo Correia como cabeça de lista, …

Marcelo, IL e Chega querem avanço do desconfinamento. PSD pede travão nos concelhos de maior risco

Marcelo Rebelo de Sousa ouviu os partidos ao longo desta tarde. A renovação de mais um Estado de Emergência está na mira, mas há quem não concorde. O Presidente da República começou por receber o Iniciativa …

MP "não nos ligava patavina. Zero", disse major Vasco Brazão

O major Vasco Brazão, ex-porta-voz da Polícia Judiciária Militar (PJM), disse esta terça-feira ao coletivo de juízes do Tribunal de Santarém que o Ministério Público (MP) não "ligava patavina" à investigação e às diligências sobre …

Especialista alerta que uso de máscara aumentou doenças da voz

A otorrinolaringologista Clara Capucho alertou que o uso de máscaras imposto pela pandemia da covid-19 aumentou o número de patologias da voz, sobretudo nos aparelhos vocais dos portugueses. O alerta da coordenadora da Unidade de Voz …