Comissão Europeia propõe reabrir fronteiras da UE a estrangeiros já vacinados

A Comissão Europeia propôs esta segunda-feira aos Estados-membros um alívio das atuais restrições às viagens não essenciais para a União Europeia (UE), sugerindo designadamente que seja permitida a entrada a cidadãos de países terceiros já vacinados contra a covid-19, noticiou a agência Lusa.

Tendo em conta “o progresso das campanhas de vacinação e a evolução da situação epidemiológica a nível mundial”, o executivo comunitário propõe aos 27 que reabram as fronteiras externas “a todas as pessoas provenientes de países com uma boa situação epidemiológica, mas também a todas as pessoas que tenham recebido a última dose recomendada de uma vacina autorizada pela UE”, disse a Comissão em comunicado.

Bruxelas admite alargar este ‘corredor’ aos cidadãos de países terceiros que já tenham recebido as doses recomendadas de vacinas que tenham concluído o processo de listagem de utilização de emergência da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Comissão defendeu que, “até que o Certificado Verde Digital esteja operacional, os Estados-membros devem poder aceitar certificados de países não comunitários com base na legislação nacional, tendo em conta a capacidade de verificar a autenticidade, validade e integridade do certificado, e se este contém todos os dados relevantes”.

“Os Estados-membros poderão considerar a criação de um portal que permita aos viajantes solicitar o reconhecimento de um certificado de vacinação emitido por um país não comunitário como prova fiável de vacinação e/ou para a emissão de um Certificado Verde Digital”, sugeriu.

Além disso, a Comissão propõe aumentar, de acordo com a evolução da situação epidemiológica na UE, o valor máximo de referência de novos casos de covid-19 utilizado para determinar uma lista de países a partir dos quais todas as viagens devem ser permitidas, o que, assinala, “deverá permitir ao Conselho alargar esta lista”, atualmente composta apenas por sete países.

Por outro lado, Bruxelas admitiu que o surgimento de variantes “preocupantes” do coronavírus exige uma vigilância contínua, pelo que, “como contrapeso”, propõe um novo mecanismo de “travão de emergência”, a ser coordenado a nível da UE, e que limitaria o risco de tais variantes entrarem na UE.

“Tal permitirá aos Estados-membros agir rapidamente e limitar temporariamente a um mínimo estrito todas as viagens a partir dos países afetados durante o tempo necessário para pôr em prática medidas sanitárias adequadas”, sustentou a Comissão Europeia.

Esta proposta deverá ser analisada pelos Estados-membros na próxima quarta-feira, numa reunião dos embaixadores dos 27 junto da UE, atualmente sob presidência portuguesa.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.194.716 mortos no mundo, resultantes de mais de 152 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Adeptos no Dragão: acabou o "enorme vazio no coração do FC Porto"

O Estádio do Dragão vai voltar a ter pessoas nas bancadas em jogos do FC Porto, 17 meses depois. O regresso vai acontecer na estreia na I Liga, contra o Belenenses SAD, e o clube …

México planeia libertar milhares de reclusos idosos ou que foram torturados

O Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse nesta quinta-feira que vai libertar por decreto reclusos detidos em circunstâncias especiais, como os que foram torturados, os maiores de 75 anos e os que estão …

DGS recomenda vacinação de jovens dos 12 aos 15 anos com comorbilidades

A diretora-geral da Saúde anunciou, esta sexta-feira, que a DGS só recomenda, para já, a vacinação contra a covid-19 de jovens dos 12 aos 15 anos com comorbilidades. Numa conferência de imprensa realizada esta sexta-feira, Graça …

Onda de calor e seca podem agravar crise alimentar na Coreia do Norte

No início do verão, o líder norte-coreano Kim Jong Un descreveu a situação alimentar do país como "tensa", após o encerramento da fronteira causado pela pandemia e cheias devastadoras. No meio da estação, um ciclo …

Juiz negacionista chama "pedófilo" a Ferro Rodrigues. CSM admite novo processo disciplinar

O Presidente da Assembleia da República já reagiu ao vídeo do juiz negacionista em que este lhe chama "pedófilo", tendo alertado o Conselho Superior da Magistratura (CSM), que também já disse que os "novos factos …

Barragem do Pisão fica pronta em 2026 (e "demonstra bem o que pretende ser o PRR")

As obras de construção da barragem do Pisão, no concelho de Crato, distrito de Portalegre, cujo contrato de financiamento foi assinado esta sexta-feira, vão arrancar até 2023 para o empreendimento entrar em "pleno funcionamento" em …

Gonçalves Pereira diz que não é recandidato por "opção exclusiva da direção"

O vereador do CDS-PP na Câmara de Lisboa afirmou, esta sexta-feira, que não é recandidato nas próximas autárquicas por opção exclusiva da atual direção do partido, que foi contra os órgãos distritais e concelhios. "Este ano, …

Fraude de quatro milhões com IVA na alimentação. MP acusa 29 arguidos

Uma rede de empresas responsável por simular transações de produtos alimentares isentas de IVA foi desmantelada pelas autoridades e 29 arguidos foram acusados pelo Ministério Público (MP), devido a um esquema que permitiu obter reembolsos …

Nove anos de prisão para primeiro condenado ao abrigo da lei da segurança nacional em Hong Kong

O primeiro residente de Hong Kong condenado no âmbito da nova lei de segurança nacional foi sentenciado a nove anos de prisão, esta sexta-feira, por terrorismo e incitação à secessão. Os três juízes, escolhidos pela chefe …

Novo Banco e Apollo entregam propostas pelo EuroBic

O Novo Banco e o fundo Apollo apresentaram propostas para as posições de Isabel dos Santos e de Fernando Teles no EuroBic, enquanto o fundo J.C. Flowers e o Abanca estão a negociar com os …